Coluna k: Amy Winehouse – Rehab

Por , 28 de julho de 2011 10:00

Nessa semana uma das cantoras mais fora de controle da atualidade faleceu, e para prestar homenagem ao seu trabalho vamos falar da própria: Amy Winehouse.

Eu poderia escolher falar de várias musicas dela, mas achei que falar da mais conhecida valeria mais a pena, então vamos de ‘Rehab’ essa semana.

Amy Winehouse tinha uma voz fabulosa, se você visse uma foto dela sem saber quem era jamais pensaria que aquele vozeirão faria parte do conjunto. O grande problema, como todos sabem era não saber lidar com álcool e as drogas.

História

Amy Jade Winehouse foi uma cantora e compositora britânica e faleceu em Londres no dia 23 de julho de 2011. Começou sua carreira internacional em 2003, mas chegou ao topo mesmo com seu segundo álbum: Back to Black. Após o sucesso de ‘Rehab’, ela voltou com mais hits de sucesso como ‘You Know I’m No Good’, ‘Back to Black’ e ‘Tears Dry on Their Own’. Alguns meses depois Amy se casou com Blake Fielder (Blake está na prisão desde 2010 por ter ferido gravemente o proprietário de um pub) e esse fato tem tudo haver com o que aconteceu depois: em 2008, Amy passou por sérios problemas de saúde. Foi vista usando crack várias vezes, foi internada numa clínica de reabilitação, presa duas vezes por agressão e por dirigir bêbada (vale dizer que os tablóides de fofoca não deram um minuto de paz nem nesse período, nem depois).

Em 2009, finalmente se separou, mas aparentemente não era o suficiente. Em 2010 voltou ao tratamento e se afastou temporariamente da música, em sua forma comercial pelo menos. Após esse período pessoas próximas a cantora afirmam que ela estava livre das drogas e tentando controlar a bebida, ela tentou retornar a carreira, mas após um show desastroso com muitas vaias ela se afastou novamente.

Alguns meses depois, em 23 de julho de 2011, Amy Winehouse foi encontrada morta em sua casa em Londres, Inglaterra, mas ainda não há informações oficiais sobre a causa da morte.

O clipe

“Rehab” faz parte do segundo álbum de Amy, Back to Black. A letra, é uma autobiografia, a frase mais famosa da música fala sobre as pessoas querendo mandar ela para a reabilitação e ela dizer que não.

O clipe foi dirigido por Phil Griffin e lançado em Setembro de 2006. Começa com Amy saindo da cama, indo para o banheiro, passa pela cadeira de um psiquiatra e termina numa clínica de reabilitação. Tudo tem uma fotografia um pouco escura, um pouco triste, não tem grandes efeitos especiais, mas casa direitinho com o estilo da música.

Enfim, pra variar temos mais assunto pra comentar da vida dela do que do trabalho mas…. com ‘Rehab’ e o resumo da história da vida dela acho que esse desfecho já estava evidente, era questão de tempo, basicamente todo mundo, tirando a família, via a mulher se destruir e não fazia absolutamente nada a não ser ganhar dinheiro com isso. Realmente é uma pena uma artista com essa capacidade toda falecer tão cedo, mas no final das contas ela fez o que queria, do jeito que queria.

É isso ai, até semana que vem!

Deixe uma resposta