A História das Letras que não são Letras

Por , 19 de outubro de 2011 21:27

Lá, lá lá, lá lá lá lá…

Mmmmbop, dipba pa mbop, dipba pa mbop…

O que torna uma música inesquecível? O ritmo? A letra? A melodia?

Qual é o elemento que nos leva a descobrir logo nos primeiros acordes qual é a música que sai da caixa de som? E, mais ainda, qual é o segredo por trás de um grande sucesso, capaz de se perpetuar por várias gerações?

Bom, é claro que uma música precisa de um bom ritmo. E de uma boa letra… Mas às vezes ela pode ser reconhecida logo de cara apenas pelos “lá’s, oh’s e ah’s”. Duvida? Então tope o teste e veja quantas dessas músicas você conhece!

Vai falar que não é incrível??? (Bom, pelo menos eu achei…!). Pra quem ficou curioso (como eu), a performance ficou a cargo da Jane Lui, do Michael T. e do Jonathan Batiste.

 

Vi aqui.

2 comentários para “A História das Letras que não são Letras”

  1. Vania disse:

    HAHAHA AMAZING!!!! Amei!!! E olha só… eu poderia não lembrar exatamente qual eram as músicas, mas reconheci TODAS, sabia acompanhar TODAS!

    [Responder]

    Né??? Muito show!!! XD

    [Responder]

Deixe uma resposta