Globo de Ouro 2012

Por , 16 de janeiro de 2012 18:21

O apresentador Ricky Gervais

 

Luz, câmera… e glamour! Ah, o Globo de Ouro! Aquela premiação regada a elogios (nem sempre tão sinceros) e a muita bebida (o apresentador que o diga!). Aliás, acredito que esse ar de jantar com premiação contribui bastante para o ar descontraído do prêmio, que desperta tanto amor e ódio nos cinéfilos de plantão.

E descontração foi, sem dúvida, a palavra de ordem. A começar pelo irritante Ricky Gervais, que continuam insistindo em colocar como fio condutor da noite (e que, na minha opinião, nunca esteve tão sem graça – e olha que eu nunca achei graça no seu humor!). Ele já começou tirando onda da Jodie Foster (que ficou super sem graça), fez um trocadilho batido com “Like a Virgin” para anunciar a Madonna e não subiu ao palco sem estar acompanhado do seu copo inseparável.

Helen Mirren, Morgan Freeman e Sidney Poitier

Mas, se o apresentador foi o ponto fraco da noite, o extremo oposto pode ser dito da belíssima homenagem que o veterano Sidney Poitier e a sempre elegante Helen Mirren fizeram ao queridíssimo Morgan Freeman, que levou o prêmio Cecil B. DeMille pelo conjunto de sua carreira. E antes que você insinue que eu estou puxando sardinha… Estou mesmo! Freeman já provou que um bom ator se destaca em qualquer papel – desde ex-agente da CIA aposentado e boxeador afastado, até… bem, Deus. Preciso dizer mais alguma coisa?

Elenco de “Modern Family”

Momentos cômicos também não faltaram! Felicity Huffman e William H. Macy trabalharam o gogó e apresentaram as candidatas ao prêmio de melhor atriz coadjuvante entoando uma música que satirizava a tão repetida (e falsa?) afirmação de que “o importante é competir”. Ahãm. Tá bom! Outra turma que arrancou risadas da plateia foi o elenco de Modern Family, que inovou ao receber a estatueta de melhor série com um discurso bilíngue – obra da engraçadíssima Sofia Vergara.

George Clooney

Quanto aos prêmios… Houve um equilíbrio entre tradição e ousadia (que não foi ruim!). A grande surpresa foi o francês O Artista, que levou os troféus de Melhor Comédia, Melhor Ator de Comédia (Juan Dujardin) e Melhor Trilha Sonora. Já o de melhor filme, o mais esperado da noite, ficou com Os Descendentes, que também rendeu a George Clooney o prêmio de melhor ator.

Meryl Streep

Agora, confesso que o momento que mais comemorei foi quando a diva Meryl Streep subiu ao palco para receber a estatueta de melhor atriz por seu trabalho em A Dama de Ferro. Não importa quantas vezes seja indicada, eu sempre torço por ela. Simples assim. Sem falar no discurso emocionado (e improvisado, já que, pega completamente de surpresa com o anúncio, esqueceu os óculos na mesa). Mais do que merecido.

Tendência para o Oscar? Sim, não, talvez… Quem sabe? Já vi muitos vencedores do globo dourado não levarem o prêmio máximo para casa. Só nos resta aguardar a próxima premiação!

Confira a lista completa dos vencedores!

 

CINEMA

Melhor filme – Drama
“Os descendentes”

Melhor filme – Musical ou Comédia
“The Artist”

Melhor ator – Drama
George Clooney, “Os descendentes”

Melhor atriz – Drama
Meryl Streep, “A dama de ferro”

Diretor
Martin Scorsese, “A invenção de Hugo Cabret”

Melhor ator – Musical ou Comédia
Jean Dujardin, “The Artist”

Melhor atriz – Musical ou Comédia
Michelle Williams, “My week with Marilyn”

Melhor ator coadjuvante
Christopher Plummer, “Beginners”

Melhor atriz coadjuvante
Octavia Spencer, “Histórias cruzadas”

Melhor filme em língua estrangeira
“A separação”

Melhor filme de animação
“As aventuras de Tintin: O segredo do Licorne”

Melhor roteiro
Woody Allen, “Meia-noite em Paris”

Trilha sonora original
Ludovic Bource, “The artist”

Melhor canção original
“Masterpiece” (música e letra de Madonna, Julie Frost, Jimmy Harry), “W.E.”

TV

Melhor Série Drama
“Homeland”

Melhor Série Comédia ou Musical
“Modern Family”

Melhor Minissérie ou Filme Feito para a TV
“Downton Abbey”

Melhor Ator em Série Drama
Kelsey Grammer, “Boss”

Melhor Atriz em Série Drama
Claire Danes, “Homeland”

Melhor Ator em Série Comédia
Matt LeBlanc, “Episodes”

Melhor Atriz em Série Comédia
Laura Dern, “Enlightened”

Melhor Ator em Minissérie ou Filme Feito para a TV
Idris Elba, “Luther”

Melhor Atriz em Minissérie ou Filme Feito para a TV
Kate Winslet, “Mildred Pierce”

Melhor Ator Coadjuvante em Série Drama, Comédia, Minissérie ou Filme Feito para a TV
Peter Dinklage, “Game of Thrones”

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Drama, Comédia, Minissérie ou Filme Feito para a TV
Jessica Lange, “American Horror Story”

Deixe uma resposta