Vamos Fugir?! – Fanny na Terra da Rainha – Parte 2

Por , 29 de setembro de 2013 16:00

Semana passada eu falei um pouco sobre os meus primeiros dias em Londres, e agora volto para continuar relatando a minha aventura nessa cidade. cover

No último relato, eu parei no meu segundo dia na cidade, e vou pular o terceiro dia, porque esse vou falar na semana que vem!

Mas o meu quarto dia foi igualmente encantador quanto os outros, mas definitivamente foi o dia em que me senti mais chic na minha vida! E analisando todas as fases dele, não tinha como não ser!

DSC00869A nossa quinta-feira, dia 11/07, começou bem cedo, com uma viagem para fora de Londres. Windsor fica a cerca de 40 minutos da cidade, e é possível pegar o trem direto na estação Waterloo, só fique atentos aos horários de pico,porque geralmente o valor da passagem é maior nesses horários.

Ao chegarmos em Windsor, vimos que foi MUITO vantajoso comprar ingresso antecipadamente. Quando chegamos a fila para compra já estava enorme, mas passamos direto e em menos de 3 minutos, já estávamos dentro.

Assim como todos os castelos, Windsor é recheado de história e tem grandes salões, que infelizmente não podíamos tirar fotos. =(

SAM_1240Mas o exterior é tão bonito quanto!

Assim como a maioria das atrações de Londres, está muito bem preparado para não só para receber os turistas na forma estrutural, mas isso também com a sua staff. Em certo momento, entrei em um recinto que era usado para as reuniões dos cavaleiros da ordem, e uma dos guardas do lugar estava respondendo algumas perguntas de um casal americano, e eu, curiosa do jeito que sou, fiquei do lado escutando as respostas. Resultado: O cara ficou uns 10 minutos contando curiosidades da ordem, do recinto, detalhes do standart e da história!

CIMG7004

Queen in the house!

Eu quase me perdi das minhas amigas por causa disso, mas valeu a pena, pelas curiosidades que ouvi, e por perceber que ali estava alguém que não só ganhava para fazer o seu trabalho, ele também gostava! Lembra quando falei que perceberia que os ingleses são 10 naquilo que são escalados a fazerem?

Windsor, para quem gosta de história é um lugar obrigatório, então reserve pelo menos umas 4 horas para conhecer com calma.

E não bastasse tudo isso, ainda conhecemos o castelo com a Rainha presente! Sim, quando essa bandeira está erguida quer dizer que a Rainha está presente, e tivemos esse pequeno agrado, mesmo não tendo nem visto sombra dela!

 

CIMG7084

DSC00895Voltamos para Londres, e antes de preparar para a fase 2 do dia, fizemos uma parada estratégica na estação Earl Court, ou melhor logo na saída dela. Ali, no único lugar da cidade inteira, fica uma cabine de polícia antiga, exatamente a igual a usada pelo Doctor Who! Whovian  de coração não poderia perder essa oportunidade e lá fui eu tirar uma (Uma não, váriasss) fotos, com uma reprodução incrível da Tardis! HA!

Após o meu momento fã, voltamos ao hotel para nos preparamos para o que seria a noite mais diferente e glamourosa de toda viagem da minha vida.

 

DSC00962Aproveitamos a maravilhosa cena teatral londrina, e fomos assistir ao musical O Fantasma da Ópera no mesmo teatro em que ele é apresentado desde a sua estreia a 25 anos atrás, o Her Majesty’s Theatre. E talvez seja por causa disso, mas o teatro se adapta ao musical de forma única.

DSC00966E lá estava eu escutando ‘All i ask of you’ e chorando de felicidade por ter a oportunidade de estar em um lugar como aquele e escutando uma música como aquela, em Londres! <3

Tenho que falar que já nesse dia, diante da minha eminente ida para Paris (ia embora no sábado), e por mais que conhecesse Paris e soubesse que também era uma cidade única, não queria ir embora de Londres, o que me deixou um pouco desanimada durante o dia. Enquanto assistia, O Fantasma da Opera, fiquei pensando que queria que aquela fosse a minha realidade, até que ri sozinha da minha própria vida.

Aquela não podia ser a minha realidade, mas que bom que a minha realidade permitia viagens regulares (a cada 3 anos, pelo menos), para lugares como aquele! E aí fiquei melhor! =D

 

Depois do espetáculo, fomos jantar no lugar mais incrivelmente chic que já pisei, o restaurante Duck and Waffle, localizado no 40° andar da Heron Tower, e que nos proporcionou a vista do vídeo acima,e das fotos abaixo.

CIMG7146DSC00989

 

DSC00979A comida é daquelas chic que não comemos, sabe? Mas o preço é relativamente acessível, e a staff foi muito simpática (três brasileiras, bem arrumadas faz milagres! HA!),e tivemos ótimos momentos no local,abaixo do Duck and Waffle funciona um outro restaurante, o Sushi Samba,também um pouco chic, mas com o preço mais salgado que o primeiro.

Os dois deve ser do mesmo dono,porque quando a madrugada começa, a população dos dois restaurantes, podem curtir uma baladinha, em volta de um bar lotado de gente vestida para a batalha!

Eu sei que até agora, só falei de lugares que encontramos listados em todos os guias da cidade, Mas aqui fica a minha grande recomendação para a sua viagem a Londres: vá nesse restaurante, se não pela comida, ou pela vontade de se sentir em um lugar chic, que seja pela vista ARRASSADORA da cidade!

Mas com uma ressalva, reserve antes ( link do site do restaurante). Vocês terão uma mesa pronta quando chegarem, e não passarão pela necessidade de ficar esperando mesa. Fizemos isso, e não tem sensação melhor do que aquelas recepcionistas liberarem a cordinha para vocês, e só para vocês! =D

A sexta acabou começando tarde e conosco caindo de cansadas por causa do dia anterior, mas tinha muita coisa para ver.

CIMG7206Como meio mundo me recomendou, acordamos cedo para curtir a feira de Camden Town, e eu não sei se é porque eu já andei muito em feirinhas de artesanato na minha vida, mas não achei nada ali muito diferente do que encontramos no Brasil. Claro,que tem algumas coisas especificas, mas se o seu tempo está curto, como foi o nosso, nem perca o seu tempo.

É legal, mas não é nada igual o que imaginava.

Saindo de lá, fomos até a Abbey Road! A famosa rua dos Beatles, que meio mundo vai para tirar foto.

A  quantidade de turistas é bem grande tirando foto, e não há um sinal, mas respeitando as leis britânicas de trânsito,quando um pedestre põem o pé na faixa os carros param automaticamente! Passamos por vários momentos daquela situação do carro parar e ter que fazer sinal para nos irmos, porque estamos tão acostumadas com o Brasil que se jogar na frente de um carro, mesmo na faixa, é quase um esporte radical.

Mas podem ver no vídeo abaixo, que os motoristas realmente param para as pessoas tirarem fotos (até pq devem estar acostumados com isso naquele lugar), mas aí as pessoas começam a fazer pose de 5000 jeitos diferentes e os motoristas perdem a paciência.

O muro do Abbey Road Studio é totalmente rabiscado e eu fiz questão de deixar a minha marca, que não foi nada comparado com as outras já existentes por ali.

DSC01066DSC01065DSC01051SAM_1248

A nossa programação desse dia ainda teve a Catedral de Saint Paul, onde a princesa Diana se casou com o príncipe Charles, e é linda! Mas recomendo reservar meio dia só para conhecê-la, porque é muito grande. Tínhamos cerca de 4 horas para visita, e foi um tempo bem pequeno.

SAM_1268

E  o nosso dia ainda iria conter uma das salas mais emocionantes, a sala de manuscritos da British Library!

Uma book-a-hollic como eu, não pisar na Biblioteca? Como? E ainda mais uma biblioteca de quatro andares, e com uma coleção de manuscritos que inclui Emily Brontë, Da Vinci, um dos exemplares da Magna Carta e o apoio para escrita e o manuscrito de Catherine da MARAVILHOSA Jane Austen.

DSC01094DSC01105

Eu tenho uma relação única com a Jane Austen e apesar de não ter tido a oportunidade de conhecer lugares como Bath (devido a falta de tempo), estar a poucos centímetros de distância de uma coisa que ela tocou que ela escreveu foi demais. Admito chorei escondida de vergonha, até que passou uma menina escrevendo em um caderno também chorando, de soluçar! Não tó sozinha na minha loucura, e isso é muito bom!

Na lojinha deixei metade do meu dinheiro, e voltei para a King Cross para um outro lugar que iria ficar com o restante.

CIMG7361Não conseguimos agendar a nossa ida para o Studio do Harry Potter, mas não podia perder a oportunidade de tirar foto na Plataforma ¾!

Do lado agora abriu uma lojinha que vende um monte de coisas do Harry Potter, então lá comprei a minha foto oficial, com direito a cachecol da Corvinal, chaveiro, cartão postal, camiseta e uma caneca! Saí de lá uma Potterhead feliz!

O dia tinha finalizado,mas aproveitamos que as lojas ficam abertas até mais tarde para comprar o resto das lembrancinhas. Estávamos contando que teríamos mais tempo, mas as lojas de sexta fecham às 20:00, então não deu tempo de comprar muita coisa, mas foi o suficiente.

O  nosso último dia, só reservamos um lugar para ir: A Torre de Londres, e foi bom termos reservado um tempo para ela, já que o lugar é grande!

Mas assim como o restante dos castelos e monumentos, está totalmente preparado para receber e encantar os visitantes, é impossível não andar por ali e ficar pensando naquela época, principalmente para quem conhece uma pouco da história da época dos Tudors.

DSC01120DSC01185SAM_1292SAM_1294

Para quem está acompanhando a série The White Queen e gostando, é um lugar obrigatório também.

Depois de lá fomos almoçar em um pub perto do hotel e mesmo não querendo tanto, tivemos que ir embora dessa cidade magnífica.

Eu sei que cada um tem uma percepção diferente de uma cidade, que cada experiência é de uma forma, mas só posso dizer que Londres, naquela semana bem Summer, me conquistou em todos os aspectos!

parte 2        Cópia de parte 2

Deixe uma resposta