Especial Halloween: Entre Páginas – A Hora do Vampiro

Por , 1 de novembro de 2013 9:00

especial halloween

 

 

Nada melhor do que encerrar o nosso Especial Halloween com uma obra consagrada do Mestre do Horror: Stephen King.

A Fanny já falou um pouco sobre a história mais aclamada do autor, O Iluminado, e agora é chegada a minha vez de comentar as linhas enigmáticas de A Hora do Vampiro!

Antes de mais nada, vamos “dar nomes aos bois”, ou melhor, contextualizar a minha recente obsessão pela obra do Sr. King e apontar o culpado por ela: o Sr. Felipe Castilho – autor da série O Legado Folclórico e também meu colega de trabalho.

Em uma de nossas conversas empolgadas sobre livros, comentei a minha leitura entusiasmada de Sob a Redoma e ele logo tratou de me deixar salivando por outros livros igualmente intrigantes do autor.

O primeiro deles é justamente A Hora do Vampiro… E já posso afirmar: estou virando fã de carteirinha do autor!

 

A Hora do Vampiro

 

Ambientado na cidadezinha de Jerusalem`s Lot, na Nova Inglaterra, o romance conta a história de três forasteiros. Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o próprio passado; Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror; e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade.

 

“A cidade tinha seus segredos, e sabia guardá-los”.

Imaginem um filme de terror dos anos 80, daqueles bem trash – mas muito bom! De certa forma, é assim que posso sintetizar o enredo de Salem’s Lot.

SalemLançado inicialmente em 1975 (!), o livro ganhou as prateleiras brasileiras com o nome de A Hora do Vampiro (o que, cá entre nós, já é um pequeno “spoiler”…). Apesar de eu ter lido a versão pocket publicada pela Ponto de Leitura (e que conserva o título antigo), vale ressaltar que a obra foi relançada este ano pela Suma de Letras com o nome de Salem.

A narrativa se inicia no futuro, cerca de um ano depois dos acontecimentos aterrorizantes que transformaram a pequena cidade de Jerusalém’s Lot em uma “terra de ninguém”. Após se deparar com uma série de reportagens realizadas sobre o vilarejo, o autor Ben Mears passa a relembrar os momentos que passara ali em um passado recente.

E sim, isso é tudo o que vou falar sobre a história – simplesmente pelo fato de que grande parte do mérito do texto é justamente o seu poder hipnótico… E surpreendente!

Sabe aquele livro que te fisga logo na primeira página e do qual você não consegue desgrudar antes de devorar a última palavra? Então. Este é exatamente o caso! Fazia tempo que não me “divertia” (e me arrepiava) tanto com uma leitura. Mergulhar em suas páginas foi como me transportar completamente para a história – a ponto de quase dormir de luz acesa!

Não que A Hora do Vampiro seja tão aterrorizante como O Iluminado… Mas os seus personagens são tão emblemáticos e únicos (Sr. Barrow que o diga!), que você acaba olhando por sobre o ombro na esperança de que aquele vulto que você vislumbrou na janela não passe de um truque de sombras.

Portanto, se você está em busca de um bom suspense sobrenatural, com seres assustadores que elevam a sua adrenalina ao extremo, fica a ótima indicação!

“A hora do vampiro chegou”.

 

Ficha Técnica:

Título: A Hora do Vampiro (Salem’s Lot)

Autor: Stephen King

Editora: Ponto de Leitura

Páginas: 576

Avaliação: 5/5 estrelas

Onde comprar:

Compre na Cultura Compre na Saraiva

 

Deixe uma resposta