Nota Musical – Arcade Fire e o seu The Reflektor

Por , 6 de novembro de 2013 12:00

“It seems so important now, But you will get over, And when you get over,When you get older, Then you will remember, Why it was so important then.

Seems like a big deal now, But you will get over, Seems like a big deal now, But you will get over, When you get over, And when you get older, Then you will discover. That it’s never over

It’s Never Over (Oh Orpheus), Arcade Fire

Arcade Fire

Para quem não conhece, Arcade Fire é uma brilhante banda de Indie rock canadense, que desde 2003, já lançaram 4 álbuns (contando com o novo Reflektor), e além de serem considerados uma das melhores bandas da atualidade, ainda tem no bolso o Grammy de melhor álbum do ano de 2011.

Nada mal para a banda liderada por Win Butler e Regina Chassagne, que desde o início atraiu atenção de nomes de peso da música mundial como David Bowie, e todos os seus álbuns lançados até o momento (Funeral, Neon Bible e The Suburbs), levaram o grupo cada vez mais para perto dos holofotes e do público em geral.

O grupo está escalado para tocar no Lollapalooza Chile e muito possivelmente (Oremos!) estará no Lollapalooza BR 2014, para alegria dos indies tupiniquins.

Hoje são poucas pessoas do meio que podem duvidar do talento dos canadenses. E assim como os outros álbuns da banda, o lançamento de The Reflketor foi envolvido por muito mistério.

Reflektor-featured-355x266Primeiro, há quase um ano atrás a banda armou alguns concertos secretos sob o codinome de The Reflektor. Depois, vários símbolos forma visualizados e postados ao redor do mundo, indicando que o novo Cd da banda não estava tão longe de ser lançado.

E no último mês, após muitos vazou ou não, a banda seguiu a tendência do meio, e postou no Youtube um Lyric Video (Veja abaixo na nossa Playlist Especial) com todas as músicas do álbum, gratuitamente para todos.

Detalhe: O vídeo tem o background do filme nacional Orfeu Negro, e se encaixam tão bem as letras com o filme que até parece que a banda pois o filmes para rodar, e resolveu fazer uma trilha sonora. O filme entrou até na minha lista para ver,  e vai um dos próximos que vou assistir, porque depois de o ver completamente mais de duas vezes enquanto ouvia o CD, eu tenho que conhecer o filme original.

Eu sempre gostei do dom o Arcade Fire, mas o que me encantou nesse Cd é como as músicas são um pouco mais animadas do que em The Suburbs, por exemplo. Também gosto como quase todas as músicas começam em um ritmo e terminam em um completamente diferente.

Aprecio muito quando uma banda faz uma quebrada assim numa música, porque deu para perceber que não houve uma vontade em economizar com acordes.

arcade-fire-reflektorEu realmente gostei da música tema Reflektor, apesar de não ser tão catch como The Suburbs, ela traz uma letra tão irresistível quanto, e uma batida interessante.

Flashbulb Eyes tem uma batida bem latina, assim como Here Comes The Night Time.

Awful Sound, é uma música que dá vontade de estar boiando em umas piscina, olhando para o céu, enquanto It’s Never Over, vai gerar muitas dancinhas esquisitas do fãs da música ao longo dos seu mais de 6 minutos de duração.

E amei a batida suave e os vocais acompanhando Superymmetry assim como em Here comes The Nigth Time II, porém a primeira é a mais bonita.

E porque tinha que ser, a minha música favorita do CD é Joan of Arc, sem uma razão definida. (A minha música favorita, geralmente, é  uma muito divergente do restante do álbum).

Arcade Fire, trás um CD bem caprichado com um trabalho consistente. Pode não ser o melhor álbum da banda, pode não agradar a todos, mas está aí, para qualquer um que quiser conhecer e se você tiver a mesma sorte que eu, pode até se encantar pelo mais novo trabalho deles, e porque não, pela discografia inteira.

É uma das melhores bandas da atualidade, e cada vez prova mais porque ganhou esse título.

CD Reflektor

CD: The Reflektor

Banda: Arcade Fire

Gravadora: Merge Records

Nota: 4,5/5

Deixe uma resposta