Especial Doctor Who – Os 11 rostos diferentes do Doctor Who

Por , 18 de novembro de 2013 9:00

Sem Título-3

Ao longo dos 50 anos, o rosto do Doctor Who mudou 11 vezes, aproveitando uma ideia de regeneração, onde após o Doutor sofrer um sério problema de saúde, (seja de velhice, ou de absorver o vórtex da Tardis) ele sofre uma regeneração, e aquela personalidade ‘morre’ para dar vez há uma pessoa com as mesmas memórias, mas com um jeito diferente de pensar, gostar, sentir,um apetite totalmente diferente e um rosto diferente.

Com isso, a série tem a chance de se reinventar com estórias, rumos e plots diferentes. Assim como as companions, a regeneração do Doutor geralmente é acompanhada de uma grande expectativa por parte dos fãs, afinal a tristeza de perder o rosto conhecido e que a maioria já se acostumou, é alinhado com a incerteza de não saber o que vem por aí.

Quando Matt Smith anunciou em junho a sua saída da série, o anúncio do 12° segundo Doctor, que irá substituir Matt, virou um acontecimento, e até mesmo um programa especial foi montado pela BBC para o anuncio, de Peter Capaldi, como o novo Doctor, até falamos desse dia aqui.

Na lista dos 11, cada um tem o seu Doutor favorito.

Geralmente o atual é que vem na mente de muitas pessoas, mas para os novos fãs da série, pessoas que descobriram a série por causa do sucesso e a facilidade de acompanhar a serie atual, o 10° Doutor, David Tennant, tem um lugar especial no coração de muitos.

Mas a lista é grande e entre tantos atores competentes que deram a sua contribuição nesses 50 anos de história da série, e tem lugar e destaque para cada um deles.

A seguir, vocês conhecem um pouquinho de cada um.

 

William Hartnell – O Primeiro Doutor

William Hartnell - Primeiro Doutor

Se hoje Doctor Who faz tanto sucesso, um dos grandes responsáveis é William Hartnell e o seu First Doctor, que segmentou o caminho para todos os outros.

Dono de um Doutor divertido e ao mesmo tempo ‘trapaceiro’, esse doutor em muitos episódios ‘enganava’ os seus companheiros dizendo que faltava uma peça para a Tardis , para poder explorar alguma cidade, como Karos, o planeta original do Daleks, e onde ele encontraria pela primeira vez esses inimigos que o perseguem até hoje.

A série estreou em 1963 e em 1966, Hartnell teve que deixar a série por um problema de saúde, mas voltaria em uma participação especial para os 10 anos da série, em 1973.

Estou assistindo a série clássica na sequência, e devido ao pouco tempo que tive, só conseguir ver ainda as aventuras do primeiro doutor, e apesar da diferença do tempo da produção, e dos efeitos especiais da época, o carinho pelo Doutor continua o mesmo.

Patrick Troughton – O Segundo Doutor

Patrick Troughton - Segundo DoutorDe todos, Patrick foi o que teve o maior desafio, já que ele foi o primeiro Doutor substituir outro, e não havia um parâmetro para isso na época. Como antigamente não havia um cuidado muito grande com os rolos de filmagem de TV, grande parte dos episódios de Troughton como Doutor foram se perdido durante o caminho, e o pouco que foi recuperado está sendo lançado pela BBC para agradar os fãs.

Troughton também ficou 3 anos como Doutor, e saiu em 1969, para não ficar marcado pelo personagem. Ele sempre foi uma pessoa mais privada e se afastou da publicidade envolta do personagem mais faleceu em 1987, enquanto viajava para participar de uma Convenção do Doctor Who.

Curiosidade: Harry Melling que interpreta o Duda nos filmes do Harry Potter, é neto de Troughton.

Jon Peterwee – O Terceiro Doutor

Jon Peterwee – O Terceiro Doutor

Peterwee já tinha uma carreira bem segmentada, mas foi ele mesmo que pediu para o seu agente o voluntariar para o papel do Doutor quando ficou sabendo da saída de Troughton, sem saber que os seu nome estava entre as primeiras opções dos produtores.

Ele ficaria 5 anos a bordo da Tardis, e teria todas as suas aventuras já transmitidas a cores.

Além disso, ele também nunca se distanciaria da série, voltando incontáveis vezes para diversos especiais, além de ser a voz o Doutor em um programa de rádio da BBC.

Tom Baker – O Quarto DoutorTom Baker – O Quarto Doutor

Tom começou a sua carreira no final da década de 60, mas em 1973, ele estava trabalhando como ajudante em uma construção de Londres. Desesperado, ele escreveu para um executivo da BBC que por acaso estava auxiliando o na época produtor da série, no substituto de Peterwee.

Baker até hoje é dono do maior número de episódios como o Doutor. Em sete temporadas, ele participou de 172 episódios, e sua performance ampliou o sucesso da série para diversos lugares. Em 1981 ele deixou a série dizendo que tinha atingido tudo o que poderia como papel.

Peter Davidson – O Quinto Doutor

Peter Davidson – O Quinto Doutor

Ao contrário dos outros, Davidosn já era uma figura carimbada na TV inglesa, em 1980,ele participou de dois sitcoms de sucesso, deixando os produtores animados em ter ele no papel do Doutor. No começo ele recusou o papel, porque acreditava que era muito novo, (29 anos), mas após topar, o seu Doutor foi bem aclamado pelo público, e era ele que estava no comando quando a série completou 20 anos.

Peter deixou o posto em 1984, mas ainda iria trabalhar em diversos outros papeis na TV, e seria o único Doutor a retornar na série atual, fazendo uma participação especial em um mini episódio de Natal para a caridade, junto com David Tennant

Curiosidade: A filha Peter, Georgia Moffet participaria e um dos episódios da quarta temporada (The Doctor’s Daugther ), onde iria conhecer David Tennant, que anos depois se tornaria seu marido e pai da sua filha.

Fora da Tardis: Participou ainda dos filmes Beleza Negra e na Série Law & Order UK, entre os anos de 2011 à 2013.

Colin Baker – O Sexto Doutor

Colin Baker – O Sexto DoutorSe Davidson já era uma figura carimbada na TV, quando pegou o papel do Doutor, Baker já tinha uma carreira segmentada no cinema, e na TV. Ao participar da série The Brothers o personagem do autor era tão vilão, que ele foi eleito um dos personagens mais odiados na Inglaterra.

Ele já havia participado da série em 1983, como um comandante, e com a saída de Davidson, acabou ganhando o papel, após uma performance em um casamento que vários produtores da série frequentaram.

Ele ficou no cargo por três anos, mas nunca se distanciou da série, participando de vários outros projetos ligados ao Doutor.

Sylvester McCoy – O Sétimo Doutor

McCoy sempre foi mais ligado as comédias e ao teatro, mas após fazer vários teste ele foi escalado para o papel do Doutor, no lugar de Baker.

Sylvester McCoy – O Sétimo Doutor

Ele ficaria no papel até 1989, quando a série foi finalizada, mas retornou em 1996, para filmar várias cenas para o filme dedicado sobre o Doutor, onde o personagem iria se regenerar para chegar em Paul McGann.

Fora da Tardis:Interpreta Radagast na trilogia O hobbit de Peter Jackson

Paul Macgann – O Oitavo Doutor

Paul Macgann – O Oitavo DoutorPaul já começa perdendo em qualquer disputa, por ser o Doutor com menos tempo em tela do que qualquer outro. Participando de um filme do Doutor que a aventura se passa nos Estados Unidos e é a única aventura onde a companion do Doutor é uma americana.

Apesar desse pouco tempo, McGann foi o primeiro Doutor a ser beijado na Tardis, e também continua a se envolver nos assuntos ligados ao Doutor, participando de convenções .

Fora da Tardis: Participou de Os três Mosqueteiros , O encanto das fadas a A Rainha dos Condenados.

Christopher Eccleston – O Nono Doutor

Christopher Eccleston – O Nono DoutorMuito se fala de David Tennant na série atual, mas não podemos esquecer do enigmático e um pouco sombrio doutor trazido por Eccleston é que foi o responsável por desenferrujar o papel, e trazer novos fãs para a nova aventura que o Doutor teria.

Christopher já participou de vários filmes e séries de TV, e foi escalado para ser o Doutor na nova série desenvolvida por Russel T Davies. Ele deixou a série após uma temporada, alegando que já tinha feito tudo o que ele queria com o papel, e assim como Hartnell lá em 1966, ele redefiniu o padrão para  nova geração de fãs da série.

Não tinha reparado, mas nenhum dos 13 episódios que Eccleston esteve presente a aventura se passou em um planeta alienígena.

Fora da Tardis: Thor: O Mundo Sombrio, Extermínio,Elizabeth e Os Outros.

David Tennant – O Décimo Doutor

David Tennant – O Décimo Doutor

Adorado por 9 a cada 10 Whovians, Tennant marcou a grande popularização da série pelo mundo inteiro, com seu Doutor um pouco nervoso, com uma capa icônica, e várias companhias que só somaram para a sua trajetória.

Tennant trabalhou muito tempo no teatro e na TV, e foi escalado para ser o décimo doutor após trabalhar com o roteirista Russel T Davies na produção da BBC Casanova.

MCDHAPO EC394Quando foi convidado para o papel, a primeira reação de Tennant foi rir e depois perguntar se podia ter um longo casaco. Após 4 anos e com o sucesso da série só aumentando, a decisão de deixar o papel foi difícil, mas necessária. Talvez por isso, a última frase do Décimo Doutor foi um desesperado pedido: “Eu não quero partir”.

Fora da Tardis:Se o rosto de Tennant parece conhecido para você que ainda nem viu a série, a resposta pode ser fácil. Antes de aceitar o papel do Doutor, David participou de uma outra grande filme inglês, Harry Potter e  Cálice de Fogo, e ele interpretou Barly Crouch.

 Matt Smith – O décimo primeiro Doutor

Matt Smith – O décimo primeiro Doutor

A carreira de Smith quase foi de jogador de futebol, mas por causa de uma lesão ele teve que buscar alternativa se foi no teatro que ele começou a se destacar e chamar atenção de diversas pessoas importantes, e o indicaram para vários testes na TV. Após o anuncio da saída de Tennant, Matt Smith foi anunciado como o novo Doutor em 2009, mas só foi realmente estrear na série quase um ano e meio depois.

Seu Doutor, que acha que bow ties are cool, trouxe um novo gás para a série, ao acompanhar as aventuras pelo espaço e tempo com Amy Pond e hoje divide o tempo na Tardis com a impossible girl Clara Oswen.

O episódio de Natal, que irá ao ar mês que vem, será o último de Matt, que após 3 temporadas deixa o cargo para Peter Capaldi.

Se Tennant viu a série crescer, Smith não só pode aproveitar os recursos de ser uma série hit (como uma produção mais caprichada), como ainda pode trabalhar junto com o novo roteirista da série, Steven Moffat que trouxe uma abordagem ao mesmo tempo concisa só eu mais divertida para os episódios. Ri mais nos primeiros episódios da 5° temporada do que nas outras quatro temporadas da série.

E chegando…

Peter Capaldi – O Décimo Segundo Doutor

 Peter Capaldi – O Décimo Segundo Doutor

2 comentários para “Especial Doctor Who – Os 11 rostos diferentes do Doctor Who”

  1. Leroy disse:

    Posso receber a autorização para publicar a foto de William Hartnell?

    [Responder]

    Fanny Ladeira disse:

    Olá,

    Claro que pode! Faz parte do acervo da BBC UK.

    Fanny

    [Responder]

Deixe uma resposta