Nota Musical – Chvrches e a Trilha sonora de Academia de Vampiros

Por , 31 de janeiro de 2014 18:58

VAMovieSoundtrackCover-copyEu não sei por que, mas apesar de haver sempre desconfiança com a qualidade dos filmes de vampiros, sempre encontramos uma trilha robusta e bacana para acompanharem todos os filmes do tema, e Academia de Vampiros não foge dessa regra.

E a trilha sonora do filme, inspirado nos livros da Richelle Mead, trás um conjunto de obra bem variado de ritmos, contando com Katy Perry, passando por Izzy Azalea e chegando em uma banda pouco conhecida no Brasil, e com um nome muito complicado, Chvrches!

Chvrches é um trio escocês, formada por Lauren Mayberry, Iain Cook e Martin Doherty, que após anos trabalhando em outros projetos,se juntaram e formaram a banda em 2011.

chvrches Após o lançamento do LP Recover, no começo do ano passado, a banda começou a chamar atenção, e em outubro saiu o primeiro CD, The Bones of What You Believe, com 12 músicas viciantes e muito bem feitas, aproveitando muito sintetizadores em todas as faixas.

E apesar de muitos críticos acreditarem que os sintetizadores deveriam ter ficado nos anos 80, não são a maioria, já que a banda foi nomeada uma das promessas de 2013 pela BBC! Além de tocar em diversos festivais durante o ano todo, tanto na Europa, quanto nos EUA.

Eles até entraram no Fifa 14!

A combinação de um synthpop com a voz doce de Laura e as composições em sua maioria up, faz o álbum passar voando.

E para a trilha, a banda fez um regravação de Bela Lugosi’s Dead, gravado originalmente pela banda Bauhaus.

A trilha está bem animada e pelos trailers divulgados até agora, vão ir em de encontro com o clima mais ‘teen funny’ que as cenas apresentadas até agora, nos levam a esperar.

Admito que pensava em encontrar mais composições exclusivas, baseado nos livros e com um tom mais próximos da trama.

Por ser o primeiro filme, quem sabe se fizer sucesso podemos esperar mais esforço nesse campo? Porém como trilha sonora só conseguimos avaliar com as cenas em si, esperamos a estreia para bater o martelo final.

Quem sabe apesar de não serem feitas exclusivamente para o filme, não tem cara de serem ‘feitas exclusivamente para o filme‘.

De todas as bandas que estão nessa trilha, acho que o caminho trilhado pela Chvrches, assim como a sua posição na música atual, combina muito com a trajetória do filme em si.

Estamos falando de um estilo (synthpop para o Chvrches e vampiros para AV) que muitos pessoas torcem o nariz sem nem conhecer porque acham que já viram/escutaram de tudo.

Ambos estão vindo com uma roupagem diferente para atrair um público maior ( Laura parece ter 14 anos e AV pelo jeito vai ter um toque mais despreocupado),não inventaram a roda, porém…

E o mais importante: são duas promissoras distrações para os próximos anos, desde que continuem no caminho certo.

Chvrches continuando com o bom som apresentado até agora, e o filme provando que pode honrar ao legado criado pela série de livros.

Preparamos uma playlist especial de Chvrches para você conhecer o trabalho da banda, destaque para Lies, The Mother We Share, Recover, We Sink :

Abaixo vocês conferem uma playlist com a trilha sonora do filme para reconhecerem todas quando tocarem no filme!

Trilha Sonora Academia de Vampiros

1. In Your Grave – Jaymes Bullet
2. Red Lips – Sky Ferreira
3. Nice and Slow – Max Frost
4. Thea – Goldfrapp
5. Boys Don’t Cry – Natalia Kills
6. Bounce – Iggy Azalea
7. Sinful Nature – Bear In Heaven
8. Think About It – Naughty Boy
9. Rats – Rainy Milo
10. Spiritual – Katy Perry
11. Crazy – Au Revoir Simon
12. Bela Lugosi’s Dead – CHVRCHES

Academia de vampiros estreia de dia 14 de fevereiro boa EUA e chega aos cinemas nacionais um mês depois, 14 de março.

Entre Páginas – Álbum de Casamento

Por , 30 de janeiro de 2014 19:38

Perceber que eu nunca falei de Nora Roberts aqui no blog chega a ser uma afronta, mas com tantos livros dela já publicados por aqui parece que nunca apareceu a oportunidade de escrever.

Para quem gosta de um bom romance, Nora escreve para todos os estilos, histórico, de banca, suspense, ficção…. Recentemente a Editora Arqueiro começou a lançar uma das ultimas séries publicadas pela autora lá fora, o Quarteto de Noivas. (Fiquei namorando o livro até ganhá-lo de presente).

album de casamentoQuando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora. Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida. Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito. Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme. Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

Este é o primeiro livro da série que conta a história de quatro amigas de infância, que juntas abriram a própria empresa que organiza casamentos. Cada amiga é responsável por uma parte do casamento, pois cada uma tem um talento diferente. Nossa protagonista, Mac é fotografa, e desde que começou a tirar fotos dos seus casamentos de mentirinhas quando criança, passou a amar mais fotografia do que qualquer outra coisa.

A história é superfofa, pois Mac é um pouco diferente das outras meninas, o fato de ser extremamente realista a põe longe de acreditar no amor. A relação que tem com a mãe é complicada e desprovida de amor, deixando Mac como uma pessoa fria e insegura. Isso até conhecer o superfofo Carter, irmão de uma das noivas que contratou a empresa de Mac para organizar o casamento. Para mim uma grande inversão de papéis, pois Carter é o supersensível e amoroso, e ele corre atrás de Mac de um jeito tímido e muito fofo.

Para Mac é dificil encarar o que esta acontecendo com a entrada de Carter em sua vida, e ela vê sua vida ficar de cabeça para baixo, e luta para manter sua vida pessoal estável. Apesar de achar Mac superfria, eu amei cada cena em que Carter aparecia, ele conquistou meu coração, com cada gesto carinhoso e tímido dele. Não podemos esquecer também das amigas de Mac, sei que cada uma terá seu próprio livro e mal posso esperar para lê-los.

Adorei voltar a ler um livro da Nora Roberts, mas ainda achei um pouco fraco para o potencial que a autora tem, principalmente se comparamos com leituras como Doce Vingança, o livro fica bem abaixo do esperado. Acho que os próximos livros serão bem mais interessantes, pois os futuros casais são bons coadjuvantes neste livro. Apesar deste pequeno percalço, o livro agrada a quem quer curtir um bom romance.

 

Ficha Técnica:

Título: Álbum de Casamento

Autor: Nora Roberts

Editora: Arqueiro

Páginas: 288

Avaliação: 3/5 estrelas

Fala Série! – Sherlock Review 3° episódio da 3° Temporada

Por , 29 de janeiro de 2014 9:00

Alguém poderia avisar a BBC que fazer uma temporada com apenas três episódio, é  sacanagem?

uktv-sherlock-his-last-vow
Sherlock Holmes encontra Charles Augustus Magnussen, um homem que ele odeia realmente, levado por um caso de cartas roubadas. Como ele irá seguir um inimigo especializado em chantagem e que sabe a fraqueza de cada pessoa do mundo ocidente?

Muitos pontos podemos destacar sobre a terceira temporada de Sherlock, inspirada nos romances de Sir Arthur Conan Doyle, e após quase 2 anos de hiato, o enfoque foi em cima dos mistérios envolvendo a vida de Sherlock e Dr. Watson. E saímos um pouco da temática, composta pelas duas temporadas anteriores, para ver um grande revés nas vidas dos nossos protagonistas.

Continue Lendo!

Resultado – Maratona Literária: Desafio Diário

Por , 27 de janeiro de 2014 21:05

http://i2.wp.com/www.cafecomblablabla.com.br/wp-content/uploads/2014/01/Maratona-2.0.jpg?resize=312%2C312

Olá pessoal!

A nossa equipe analisou todas as respostas recebidas no Desafio Diário proposto pelo Café, durante a Maratona Literária 2.0.

Fomos surpreendidos com as respostas dadas para o Elenco Perfeito, de uma adaptação literária!

Temos certeza que se tivéssemos um pouco de dinheiro, poderíamos montar a adaptação perfeita de qualquer livro.

Mas tivemos que escolher uma, e a sortuda que irá levar a série completa Feios de Scott Westerfeld (composta por 4 livros), montou um elenco para a adaptação de O Nome do Vento, que nos conquistou:

 

Mariana Medeiros Miguel

 

A pedidos, segue o elenco montado pela Mariana, veja também a resposta dela em seu blog, TriploBooks.

Livro escolhido: O nome do vento – Patrick Rothfuss

Escalação de atores:

Personagem: Kvothe Ator/atriz: Domhnall Gleeson

Domhnall Gleeson foi escolhido por ter características físicas que combinam com o Kvothe mais jovem e também mais velho. Kvothe é ruivo e genioso. Domhnall é ruivo natural e poderia interpretar bem Kvothe.
Domhnall Gleeson interpretou Gui Weasley em Harry Potter.

Personagem: Denna Ator/atriz: Emilia Clarke
Denna é uma jovem muito alegre, linda, mas cheia de mistérios. Aparece e some da vida de Kvothe várias vezes. Emilia Clarke, tem o carisma e a beleza necessária para interpretar o papel. Emilia Clarke é conhecida por interpretar Daenerys Targaryen em Game of Thones.
Personagem: Mestre Elodin Ator/atriz: Paul Bettany
Mestre Elodin é o nomeador-mor da Universidade, mas é um tanto louco e incompreensível e mal dá aula. Paul Bettany é tão alto quanto Elodin e seria tão louco quanto.
Paul Bettany interpretou Silas em O Código Da Vinci

Personagem: Deoch
Ator/atriz: Hugh Jackman
Deoch é sócio-proprietário da Eólica, taberna de músicos muito frequentada por Kvhothe. É um bom homem, mas precisa manter as ordens quando necessário.
Hugh Jackman interpretou Wolverine em X-Men
Personagem: Simmon
Ator/atriz: Matthew Lewis
Simmon é amigo de Kvothe e estudante da Universidae. Foi escolhido exatamente por parecer com o Simmon que imaginei.

Matthew Lewis interpretou Neville em Harry Potter.

 

Parabéns Marina! Você têm 3 dias para entrar em contato através do e-mail cafecomblablabla@gmail.com.

Agradecemos à todos que participaram, e amanhã postaremos como a nossa equipe finalizou a Maratona!

Entre Páginas – Quando Você Voltar

Por , 27 de janeiro de 2014 9:00

O meu primeiro contato com a escrita poética da Kristin Hannah foi através do livro O Caminho para Casa. Com suas linhas repletas de sentimentos e sensações, a narrativa conseguiu me conquistar logo de cara, a ponto de eu declarar para mim mesma: “E agora? Preciso ler toda a obra dessa autora!”.

Logo, corri para ler Quando Você Voltar e me emocionei. Sim, tudo de novo!

 

Quando Você VoltarComo tantos casais, Michael e Jolene não resistiram às pressões do dia a dia e agora estão vendo seu relacionamento de doze anos desmoronar. Alheio à vida familiar, Michael está sempre mergulhado no trabalho, não dá atenção às duas filhas e não faz a mínima questão de apoiar a carreira militar da esposa.

Então Jolene é convocada para a guerra. Ela sabe que tem um dever a cumprir e, mesmo angustiada por se afastar de casa, deixa para o marido a missão de cuidar das meninas e segue para o Iraque.

Essa experiência mudará para sempre a vida de toda a família, de uma forma que ninguém poderia prever.

No front, Jolene depara com a dura realidade e precisa, mais do que nunca, recorrer à sua força e inteligência para se tornar uma heroína em meio ao caos. Em suas mensagens para casa, ela retrata um mundo cor-de-rosa, minimizando os horrores que vivencia com o objetivo de proteger todos do sofrimento.

Mas toda guerra tem um preço, e ela acaba se vendo protagonista de uma tragédia. Agora Michael precisa encarar seus medos mais profundos e travar uma batalha em nome da família.

 

Continue Lendo!

Entre Páginas – Tentação ao Pôr-Do-Sol

Por , 23 de janeiro de 2014 15:52

Desde que a Arqueiro começou a lançar os romances de época de grandes autoras americanas, estou completamente apaixonada. Desde que li Desejo à meia-noite, fiquei encantada pelos livros da Lisa Kleypas e fui em busca de todas as suas publicações, inclusive outras séries.

Obviamente, em minha ansiedade eu já terminei de ler a série os Hathaways em inglês mesmo, mas estou procurando publicar as resenhas somente quando os livros forem lançados em português. O que me da a oportunidade de comprá-lo (e incentivar a publicação o gênero) e ler os livros novamente. Foi o que fiz com Tentação ao pôr-do-sol, que já havia lido em inglês, e assim que chegou meu exemplar fui correndo começar a leitura!

 TENTACAO_AO_POR_DO_SOL_1388104358PPoppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.

Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.

Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.

Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.

Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta.

 

Tentação ao pôr-do-sol, é um dos meus livros favoritos da série, e só perde para a história do Léo (próximo Livro Noite de Núpcias, que ainda não foi publicado). Todos já sabem que a escrita de Lisa é mágica e nos faz entrar no mundo dos irmãos Hathaways e as suas diversas confusões.

Gosto deste livro porque ele trata justamente de Poppy, a mais normal da família, mas também aquela que é mais carente ou que talvez tenha a maior necessidade de construir uma família. Por suas origens não nobres, ela acaba não tendo tanto sucesso nas temporadas londrinas e a sua única esperança de casamento tem receio de que a família não a aceite. Adorei a construção da personagem, ao mesmo tempo tão independente e carente, uma pessoa realista e acima de tudo corajosa, pois sabe as conseqüências de todos os seus atos.

O mocinho, Harry, é um caso a parte, sendo verdadeiramente o vilão que ele afirma ser. Ele tem um passado sombrio, que quase ninguém sabe, mas é daqueles que chegaram ao sucesso por meios próprios. Não mede esforços para conquistar o que quer, e quando ele coloca os olhos em Poppy, ele tem certeza de que ela é tudo o que precisa. Adoro esses mocinhos incorrigíveis, que não tem escrúpulos para atingirem seus objetivos, inclusive algumas coisas erradas, mas o fim justifica o meio e este é o pensamento de Harry. Agora melhor do que mocinho malvado, é um mocinho malvado reformado, graças ao amor pela Poppy.

Este é um daqueles livros que você lê com um sorriso no rosto e diversos suspiros ao fim. É tudo tão perfeito, e a escrita tão mágica que não há com não gostar. Uma das coisas que eu mais gosto nos livros da Lisa, é que em nenhum momento os personagens perdem suas personalidades ao caírem de amor um pelo outro, algo que é costumeiro nos romances.  Além disso, o que mais adoro nesta série é a construção da família Hathaway, que nunca perde o seu charme em nenhum dos livros, e parece que nunca ficamos cansados deles.

A história pode ser meio clichê, mas não se esquecem que todos os romances de época o são, mas isso não faz dessa história menos do que qualquer outra, todos os elementos mencionados acima, faz com que ela se destaque das demais. Este é um daqueles romances de época leves e divertidos que te deixam com um sorriso no rosto, só fica atrás da minha amada Julia Quinn.

 

Ficha Técnica:

Título: Tentação ao Pôr-do-Sol

Autor: Lisa Kleypas

Editora: Arqueiro

Páginas: 272

Avaliação: 5/5 estrelas

 

Entre Páginas – O Caminho para Casa

Por , 21 de janeiro de 2014 9:00

Já tinha ouvido falar sobre a autora Kristin Hannah através da Vânia, do blog Por Essas Páginas. Ela já havia me “cantado a bola” de que a escrita dessa autora era mais do que poética e de que O Caminho para Casa era um livro lindo e emocionante.

Resolvi me arriscar e… Assim eu mergulhei. Mergulhei mesmo, de cabeça! E senti cada página!

 

O Caminho para CasaDurante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude.
Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quando Zach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis.

Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar.
Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou a coragem para perdoar.

 

Continue Lendo!

Maratona Literária – Desafio Diário

Por , 17 de janeiro de 2014 9:00

Maratona 2.0Bom dia pessoal!!!

Mais uma vez, a Maratona Literária veio para unir todos os amantes de livros, e com essa edição sendo bem no comecinho do ano, já dá um gás nas nossas metas literárias do ano. Afinal, nada mal começar o ano de bem com a sua lista de livros para ler!

Hoje é o penúltimo desafio, e domingo será o dia para correr atrás do tempo perdido.

Como já estamos na sexta, tenho certeza que algum de vocês pensou em pegar um cineminha, ou até mesmo abdicou de ir ver qualquer filme na telona durante a semana, para poder focar na Maratona.

Qualquer que tenha sido a sua escolha, esperamos que os amantes de cinema, aspirantes de diretores e qualquer um que goste de dar pitaco nas adaptações literárias, participe!

Para este desafio, a sua missão será criar o elenco dos sonhos da adaptação de um livro.

Essa escalação deve conter ao menos 5 personagens do livros em questão, e cada uma deve delas deve ter nome do personagem + nome do ator/atriz respectivo para o papel + o livro escolhido.

Cada ator/atriz deve vir acompanhada de uma breve explicação do porque ele estar na lista, assim como uma foto, ou link para foto deles.

Mas fique atento para a regra: Não vale usar atores/atrizes que efetivamente foram o personagem na adaptação do livro escolhido.

Ex.: Se você estiver montando um elenco de sonhos para Crepúsculo, você pode colocar Ashley Greene (que interpretou a Alice), como a Bella, mas não aceitaremos se na sua listagem ela estiver aparecendo como Alice, mesmo que todos os outros atores sejam diferente.

A forma de apresentação pode variar, de acordo com a sua criatividade!

Pode misturar atores do passado com novos, nacionalidades distintas e até atores que já morreram. Só tome cuidado também, por exemplo, se você estiver montando o cast de Fallen, e pensar em escalar um ator mais antigo para o papel do Daniel, tome o cuidado em delimitar a fase correta. Se pensar em Clint Eastwood, (olha como ele era lindo quando jovem!), lembre de colocar a foto respectiva/link certo, porque afinal o ator hoje, não se encaixaria no papel.

– Você deve enviar o link do seu post/listagem aqui nos comentários entre às 10h de hoje (17/01) até às 10h de amanhã (18/01).

– Os elencos serão julgadas pela nossa equipe e o dono da resposta mais criativa levará para casa a série completa de Feios, de Scott Westerfeld, composta por quatro livros (Feios, Perfeitos, Especiais e Extras).

– O vencedor será anunciado até o final da Maratona, no final do dia 27/01.

– O prêmio será enviado pelo Café com Blá Blá Blá em até 30 dias.

– Caso o ganhador não responda ao nosso contato em 3 dias, o segundo colocado será considerado o vencedor.

– É preciso ter um endereço de entrega no Brasil.

Maratona Literária 2.0 – Dia #3

Por , 16 de janeiro de 2014 21:11

Maratona 2.0

Estamos quase entrando na metade da Maratona, e o mundo parece envolver só leitura no mundo da nossa equipe, ou pelo menos é isso que queríamos, mas entre trabalho, vida social e outros, fica difícil (apesar desse ser o desafio), de focar na leitura durante a semana inteira.

A equipe está correndo atrás para bater as suas metas, mas isso será o suficiente para chegarmos lá?

Continue Lendo!!

Entre Páginas – Paixão sem limites

Por , 16 de janeiro de 2014 9:00

Paixão sem limitesBlaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara. Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça. Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa. Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

Quando Paixão sem Limites foi lançado, eu fiquei louca atrás dele, adorei a sinopse e a capa, e por isso tinha certeza de que encontraria um excelente New Adult, recheado de cenas de paixão. Para quem curte um romance sem pretensões, o livro atende ao propósito de uma leitura de tarde de domingo, sem grandes expectativas e principalmente sem esperar muito da história, e foi isso que aconteceu. Sem ficar pensando em todos os defeitos do livro, ele tem aquela dose de romance e de sensualidade que as pessoas andam procurando e que agradam o público jovem e feminino.

Não foi surpresa, que após algumas horas eu já estava finalizando a leitura. Tudo acontece muito rapidamente, a história e a leitura fluem de maneira tão rápida que logo voce já esta ao fim do livro. Para mim, este livro estaria na dose certa para um romance de banca, pois além da trama ser simples, o desenvolvimentos dos personagens e a linguagem utilizada pela autora, é de alguém iniciante.

Infelizmente, apesar de ter curtido a leitura, e curti bastante, li em poucas horas e depois já encarei o segundo livro, não posso deixar de lado os diversos defeitos e furos da história, que devem ser expostos para que voces não se prendam a isso, caso queiram aproveitar a leitura.

A premissa da história era muito boa, Blaire, após perder a mãe se vê sozinha e sem ninguém, e por isso resolve pedir ajuda a única família que restou, o seu pai, que havia abandonado a família anos  atrás. Ao chegar em Rosemary Beach, Blaire descobre que o seu pai à enviou a casa de seu enteado, Rush, um bad boy para lá de sexy. Só que Rush esconde um segredo de Blaire, que não pode ser revelado, o que pode acabar com a relação deles.

Blaire ao começo do livro se mostrou uma menina muito forte, superou a perca da irmã, o abandono do pai, a doença da mãe e finalmente a sua morte. Quando ela chega a Rosemary esta decidida a dar um novo rumo em sua vida e deixar para trás toda a dor e perda, mas a partir do momento que ela começa a se interessar por Rush ela passa de uma quase mulher para um adolescente mimada de 15 anos. Comparar a Blaire do começo de Paixão sem limites, com aquela que se desenvolve do meio para o fim , é como comprar água com vinho, a mudança é tanto que passei a odiar qualquer atitude da protagonista. Senti que a autora, ao colocar romance e desejo no meio desta história, acabou desconstruindo  a personagem, colocando características antes inexistentes, atitudes infantis e prepotentes.

Quanto ao Rush, achei que fosse me apaixonar por ele, mas ele começou a história como um lobo mau e terminou como um gatinho, o que claramente não me conquistou, apesar de amar o protótipo “menino mau reformado pelo amor”. Ocorreu o mesmo problema de nossa protagonista em piores doses, pois a autora não conseguiu deixar Rush como “o homem do livro”, não conseguiu deixa-lo sexy, conquistador ao menos fazer com que eu suspirasse com ele. As cenas de paixão, super dosadas entre eles e Blaire, não me conquistaram e não me envolveram, e cada vez que Rush abria a boca para falar algo “sexy” quebrava todo o clima com um frase que não se encaixava.

Porém duas coisas funcionaram, os coadjuvantes. A nova melhor amiga de Blaire, teve um bom espaço ao longo do livro e o personagem passa por um amadurecimento que não ocorreu com a protagonista. Outro que me conquistou foi Wood, o chefe da Blaire, este sim para mim levou o título de homem do livro, e realmente acho que teria ficado interessante um triangulo amoroso com ele na história. Como isso não aconteceu, vou ter que correr para ler o livro em que o Wood é o protagonista.

Por fim, o grande segredo de Rush, e que ninguém poderia contar para a Blaire (o que para mim soa ridículo), não era uma coisa tão absurda assim e que só me fez ficar decepcionada ao fim da história. algo que em Tentação sem limites (que eu já li) é explicado.

Como conclusão, Paixão sem limites se mostra um bom romance para se ler sem pretensões. Apesar dos diversos furos, a leitura foi o suficiente para me fazer ler os outros dois livros da série e assim saber como termina a história de Rush e Blaire.

Ficha Técnica:

Título: Paixão sem Limites (Fallen too Far)

Autor: Abbi Glines

Editora: Arqueiro

Páginas: 192

Avaliação: 3/5 estrelas