Entre Páginas – Um Perfeito Cavalheiro

Por , 8 de março de 2014 12:34

Eu sei que quando finalmente termos terminado a série com todos os filhos da família Bridgerton teremos vários favoritos, mas na minha opinião, aqui está um grande concorrente para um dos livros mais inesquecíveis, Um Perfeito Cavalheiro que conta a estória do casal,  Benedict e Sophie.

Um perfeito cavalheiro capa_WEBSophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse parece um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, ela é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, porém, ela consegue entrar às escondidas no aguardado baile de máscaras de Lady Bridgerton.

Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres.     O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois. Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. 

Já falamos dos dois primeiros livros da série, O Duque e Eu  e o O Visconde que me amava, e apesar de ter me apaixonado pelos dois primeiros, foi a estória sofrida de Sophie, recheada de muitos baixos, inclusive uma extensa fase como criada não só da sua madrasta mas também de outros senhores, que faz com que esse livro seja da Sophie. Sim, a série é focada nessa pequena grande família, mas esse livro vem mostrar que não só de debutantes e bailes todos os anos, que se faz uma boa mocinha de romance histórico.

E não bastasse tudo isso, ainda tem que aguentar ainda mais! Quando Sophie se reúne com Benedict sua sorte começa a mudar, só que ao contrário da cinderella, ela ainda vai ter que sofrer um pouco para o príncipe a identificar.

Fazendo com que a auto estima e coragem já tão pouca da nossa heroína acabe diminuindo ainda mais! Afinal como não ficar chateada com o amor da sua vida, que a não a reconhece  simplesmente porque você não tem uma mascara no rosto, me fez chorar mais do que eu imaginei.

Sophie é aquele tipo de personagem que você torce, porque ela é boa mas não tem as oportunidades que merece e você só quer que alguém lhe ajude. E porque não poderia ter família melhor que para acolher-lá do que a Bridgerton, as cenas com os outros membros da família, inclusive com a Lady Bridgerton fará o seu coração inchar.

E se prepare para a grande revelação da sua identidade… ahhh não posso contar como é, porque seria um spoiler desnecessário, mas prepare o coração! <3

Chorei muito, muito, e porque a estória me encantou acabei destronando Anthony, de O Visconde, e colocando Benedict com a estoria mais linda. 

Nós que amamos romances históricos, podemos afirmar que os finais são previsíveis, mas o que destaca uma boa autoria das outras, é o jeito que cada estória é contada, e Júlia Quinn está entre as melhores.

Ficha Técnica:

Título:  Um Perfeito Cavalheiro (An Offer from a Gentleman)

Autor: Julia Quinn

Editora: Arqueiro

Páginas: 304

Avaliação: 5/5 estrelas

2 comentários para “Entre Páginas – Um Perfeito Cavalheiro”

  1. Cristiane disse:

    A série toda dos Bridgertons é adorável, mas a Quinn conseguiu um resultado brilhante nesse. Quando fiquei sabendo que a história seria baseada no conto da Cinderela fiquei receosa de encontrar uma narração clichê. Doce engano, Sophie me conquistou, torci por ela o livro inteiro, cheguei até ficar com raiva do mocinho.

    [Responder]

    Fanny Ladeira disse:

    Cris,

    Adoramos esse série também! Eu particularmente AMO esse livro e chorei como uma boba com a Sophie. Gostei mas dela do qe do benedict tbem e acho q essa foi a intenção da Julia. Conhece a série hathaways da Lisa Kleypas? É tão boa quanto essa série!
    Beijos,
    Fanny

    [Responder]

Deixe uma resposta