O Noveleiro – Boogie Oogie

Por , 4 de agosto de 2014 9:00

Boogie-Oogie-Rede-Globo-Novela

Anos 70. Disco Music. Brasil. Troca de Bebês. Essa é uma das tramas centrais da nova novela Boogie Oogie, que estreia hoje no horário da 18h. Será que a novela vai conseguir se manter bem com uma história tão propícia para outro horário? Com um quê de Dancin’ Days, estaria a Rede Globo tentando trazer telespectadores antigos e novos para frente da TV?

Para muitas pessoas os anos de 1970 foram eternos e até hoje ele perdura na memória de muita gente. 70 foi a década que mais mudou e transfigurou o mundo, a libertação sexual das pessoas, as experiências com as drogas ou a imponência dos direitos das mulheres, ou a época de Woodstock foram uns dos temas mais abordados.

Tudo começa em 1956. Susana (Alessandra Negrini) é amante de Fernando (Marco Ricca), e sonha com o dia em que ele se separará da esposa, Carlota (Giulia Gam), para ficar com ela. Mas os planos dela vão por água abaixo quando ele descobre que a mulher está grávida e desiste de abandoná-la. Jogada para escanteio, Susana só pensa em se vingar. No dia em que a rival dá à luz, ela contrata uma enfermeira para trocar a filha recém-nascida do casal por outra criança. Só pelo prazer de saber que eles passarão a vida longe da verdadeira herdeira.

20 e poucos anos depois, Sandra (Isis Valverde), verdadeira filha de Fernando e Carlota, é criada pela dona de casa Beatriz (Heloísa Périssé) e pelo militar Elísio (Daniel Dantas) que levam uma vida simples. No dia do casamento de Sandra e Alex (Fernando Belo), uma tragédia acontece e muda a vida dela para sempre: o noivo sofre um grave acidente de carro e morre. O culpado pelo crime é Rafael (Marco Pigossi), noivo da patricinha Vitória (Bianca Bin). Inconformada, Sandra culpa o rapaz pela morte do amado. Apesar do esforço para odiá-lo, ela acaba se apaixonando por ele e os dois, então, vivem uma linda história de amor. Mas nem tudo são flores, e no meio do caminho muitas pedras vão atrapalhar os dois. E mesmo amando o mesmo homem, Sandra e Vitória descobrem que foram trocadas na maternidade. E a rivalidade entre as duas que já era grande, agora só aumenta.

Para os fãs de produções televisivas essa sinopse já é um grande plot para dar cartas na mangas do autor, e fazer com que o público suspire e ame acompanhar essa novela que é mais como uma festa todos os dias. Com cenas belas e uma fotografia incrível, muitas das tramas vão se passar ao ar livre e fazer com que as belezas naturais do Rio sejam parte da história.

Se vier com o que está prometendo, a primeira novela do moçambiquenho Rui Vilhena, no Brasil não vai deixar nada a desejar as dos autores já renomados na casa. Rui inclusive já afirmou que sua novela não vai ter barriga (termo usado para quando a história não evolui e que fica enrolando o público) e que a cada 50 capítulos e público pode esperar por surpresas e reviravoltas. Com colaboração de Maria Elisa Berredo, Joana Jorge, João Avelino, Letícia Mey, Ana Cristina Massa, Vinícius Marques e Alice de Andrade, tendo supervisão de texto de Aguinaldo Silva. Conta com direção geral de Gustavo Fernandez e núcleo de Ricardo Waddington.

Com Isis Valverde no papel principal, a novela traz uma coleção de atores e atrizes que o público ama como: Deborah Secco, Alessandra Negrini, Giulia Gam, Betty Faria, Guilherme Fontes, Rodrigo Simas, Caco Ciocler, Letícia Spiller e grande elenco. Boogie Oogie é a nova aposta para levantar a faixa das 18h, e tendo em vista as últimas estreias como O Rebu e Império, pode fazer bonito e trazer a tão sonhada audiência para as novelas novamente.

Deixe uma resposta