2015 – O ano em que (quase) não iremos comprar livros

Por , 3 de janeiro de 2015 11:00

Books Books

 

Nós somos bookaholics.

E, como todo bookaholic, nós somos acumuladores de livros.

Afinal, aquele novo lançamento é simplesmente irresistível. E aquela oferta do Submarino, então? Não dá para perder!

Somado a isso, temos aqueles passeios na livraria (nosso habitat natural), que coloca em nossas mãos livros que precisamos ler naquele momento. Só que aquele momento parece nunca vir.

O livro acaba indo parar na estante e passa a fazer aniversário na prateleira – sem que o tenhamos lido. Até o dia em que você começa a contar quantas obras estão paradas ali, sem ao menos terem sido abertas… E o número te surpreende. São tantos!

 

Books Books2Se identificou? Pois é. Nós também!

Aproveitando a virada do ano, resolvemos tomar uma atitude drástica: a de interromper (ou diminuir ao máximo) a nossa compra de livros – principalmente aquelas feitas por impulsos. Tudo com o objetivo de diminuir a “famosa” TBR, ou seja, pilha de leituras pendentes.

E para vencer a pilha gigantesca de leituras nos esperando, fomos drásticas:

Em 2015, só podemos comprar 1 livro por mês!

Pode parecer demais, porém se você visse a pilha de livros não lidos de alguns membros dessa equipe, ficaria abismado!

Mas não podemos ser tão duros assim, e com o intuito de nos ajudar a cumprir de fato esse compromisso e deixá-lo mais próximo da “realidade”, estabelecemos algumas exceções de antemão. Agora, tudo o que fugir disso já é considerado uma “quebra de protocolo”, ou seja, uma “roubada no jogo” e está sujeito a punições.

Sendo assim, além de 1 livro por mês, é permitido que a pessoa adquira mais outros livros, desde que esteja dentro das seguintes regras:

  1. Continuação de séries – desde que seja o número imediatamente após o último que já lemos. (Exemplo: só podemos comprar o 2º se já tivermos lido o 1º. O 4º apenas se já tivermos lido o 3º e assim por diante);
  2. Livros para autógrafos – se formos a uma sessão de autógrafos podemos comprar o livro daquele autor(a) para assinar;
  3. Clube do Livro – se não o tivermos, podemos comprar o livro que será debatido no Clube do Livro do qual fazemos parte;
  4. Compra de E-books estão permitidas, mas no seguinte esquema: só podemos ler um e-book a cada dois livros lidos da TBR;
  5. Grandes eventos literários – Bienal, Flip e demais eventos puramente literários são considerados terrenos neutros. Como eles acontecem com uma periodicidade grande, nos permitimos abrir uma exceção para eles
  6. Autores da “Wish list” – todo mundo tem aquele autor “queridinho do coração”, do qual devora tudo e qualquer coisa. Pois bem, pensando nisso, elaboramos, cada uma, uma lista com 10 autores dos quais ainda podemos comprar livros.

 

Como a Thais e a Sabrina possuem muitos livros não lidos, elas estarão fazendo uma TBR mensal para impulsionar essas leituras paradas. Já a Fanny, tem uma pilha de leituras pendentes bem menor que elas e os estará lendo de forma aleatória.

O que ganhamos com esse desafio? Além de diminuir a nossa lista de leituras e efetivamente ler os livros que temos na nossa estante, ainda poderemos comprar com mais sabedoria. Afinal, quando você sabe que só vai poder comprar um a impulsividade pode ficar de lado.

O Melhor? Quem zerar a estante pode voltar a comprar normalmente!

Vamos atualizar o progresso desse desafio mensalmente aqui no blog e vocês também podem acompanhar  pelas redes sociais.

Agora veja abaixo os 10 autores da nossa Wish List:

 

Sabrina

 

  1. Maggie Stiefvater
  2. Charles Dickens
  3. Rachel Gibson
  4. Sarah MacLean
  5. Carina Rissi
  6. Kristin Hannah
  7. Marina Carvalho
  8. Sarah Dessen
  9. Stephen King
  10. Jojo Moyes

 

Fanny

 

  1. Gayle Forman
  2. John Boyne
  3. Maya Banks
  4. Sarah MacLean
  5. Carina Rissi
  6. Stephanie Perkins
  7. Julia Quinn
  8. Lisa Kleypas
  9. Jennifer E. Smith
  10. Jojo Moyes

Thais

  1. Julia Quinn
  2. Meg Cabot
  3. Rachel Gibson
  4. Sarah MacLean
  5. Carina Rissi
  6. Paula Pimenta
  7. Julia Quinn
  8. Lisa Kleypas
  9. Nora Roberts
  10. Marina Carvalho

2 comentários para “2015 – O ano em que (quase) não iremos comprar livros”

  1. ilmara disse:

    Aceito o desafio… realmente estava precisando tomar essa decisão, tenho 6 caixas de livros embaixo da minha cama e não tenho ideia de quantos já li :O

    [Responder]

  2. Flávia disse:

    Adorei o post e desafio aceito!Tenho muitos livros pra ler e não consigo parar de comprar rsrsrsrs……

    [Responder]

Deixe uma resposta