Pipoca Salgada – A Teoria de Tudo #Oscar2015

Por , 28 de janeiro de 2015 10:00

a-teoria-de-tudo_t92819_2_jpg_290x478_upscale_q90
Em A Teoria de Tudo acompanhamos de perto a relação entre o Stephen Hawkins( Eddie Redmayne) e a sua hoje ex-mulher, Jane (Felicity Jones).  O encontro acontece ainda na faculdade, e vai mostrando o crescimento do relacionamento entre os dois, enquanto Hawkins é diagnosticado e começa a sofrer todas as limitações da sua doença.

Não é incrível como por trás de cada pessoa há uma história completamente diferente do que podemos esperar ou concluir só olhando?

E se uma dessas histórias surpreendentes, fosse de um dos maiores físicos da nossa história?

unnamedDesde que vi o trailer desse filme eu fiquei completamente curiosa para ver o resultado. Isso porque tenho um fascínio muito grande em tentar entender como funciona a cabeça de alguém que é um gênio. Pense comigo, a pessoa vive ou viveu no mesmo mundo que nós, mas mesmo assim consegue encher tanta coisa a mais, consegue ver além da nossas limitada visão, e isso me deixa fascinada.

Quando vi que o filme seria sobre o Hawkins fiquei ainda mais curiosa, apesar de saber quem ele é, nunca tive curiosidade para saber o porque ele estava na carreira de rodas, do que ele sofria, e muito menos sabia que ele havia sido casado por tanto tempo.

Mas A Teoria de Tudo trata de contar isso e muito mais, ao abrir a vida de Stephen e Jane de um jeito que não podemos imaginar. Em vários momentos no começo do filme, até esquecemos de como essa história vai acabar, e até impossível pensar que um amor daqueles não vai durar o resto da vida.

O filme toma o seu tempo para abrir os seus personagens principais, e os mostrá-los para os telespectadores de forma clara. Isso acontece de uma forma tão boa, que no restante do filme você entende, compreende e muitas vezes sabe que tomaria a mesma decisão.

O diretor James Marsh não dirigiu muito filmes conhecidos, mas ao lado do roteiro faz um bom trabalho. A trilha sonora está magnifica, mas é o casal de protagonistas, Eddie Redmayne e Felicity Jones que dá um baile no filme inteiro.

a-histc3b3ria-do-cientista-stephen-hawking-portador-de-esclerose-lateral-amiotrc3b3fica-c3a9-interpretada-brilhantementeNão é a toa que ambos foram indicados para o Oscar. Ainda não vi todos os atores indicados, mas enquanto todas as fichas parecem estar em Julianne Moore para Melhor Atriz, é quase triste pensar que Eddie pode não levar a estatueta de Melhor Ator por esse papel.

Eu já havia visto outros filmes dele ( Os miseráveis, por exemplo) mas após esse eu virei fã!

Ele trás uma entrega ao papel que vai além de estar na cadeira de todas mas ao também transparecer principalmente através do olhar e do seu jeito todas as emoções que o papel precisa. Afinal, ele está interpretando uma pessoa que apesar das adversidade nunca deixou de trabalhar e de mostrar ao mundo aquilo que acredita.

Mas do que um filme com uma lição, A teoria de Tudo é um filme sobre superação sob os obstáculos que a vida nos coloca.

Nos lembra que não somos definidos por eles, mas sim como escolhemos enfrenta-los.

 

Ficha Técnica:

Título original:  The Theory Of Everything

Gênero: Drama

Direção: James Marsh

Ano de Produção: 2014

Duração: 2h3min

A Teoria de Tudo estreia hoje nos cinemas de todo o país, veja o trailer completo:

Deixe uma resposta