Oscar 2015

Por , 23 de fevereiro de 2015 20:30

oscars-2015Porque as coisas boas não duram para sempre?
Sério, parece que é só nós gostarmos de alguma coisa, e realmente esperar com vontade que PUF! Ela vai embora.

Ano passado, tivemos uma incrível edição. Previsível, embora estivesse recheada de boas chances para todos os lados (lembra como o DiCaprio tinha até chance?) e com uma boa apresentação de Ellen Degeneres.
Mas lembra que falei que as coisas boas tem um fim? Então, o Oscar desse ano foi assim.

O RedCarpet

Já está virando moda as atrizes tomarem muito cuidado com os seus vestidos porque o look errado prejudica muito a imagem, principalmente em um evento tão importante. Então elas sempre vão pelo mais seguro e tranquilo, do que simplesmente arriscar.
Nesse ano não foi diferente. Nenhuma grande atriz ousou, mas claro que isso não quer dizer que nenhuma errou feio.
No caso, foi uma das grandes vencedoras da noite, Juliane Moore, que veio vestida assim:

Julianne_Morre_Oscars_2015

Já entre as mais bem vestidas, gostamos bastante de Anna Kendrick e Dakota Johnson, que dentro dos seus modelitos escolhidos, se deram bem.

Dakota-Anna-Kendrick-Oscar-2015-Café-Blábláblá

O Apresentador: Neil Patrick Harris

neil-patrick-harris-oscars-café-com-blábláblá

Tinha tudo para ser lange….*wait for it* dary!
Mas não foi isso que aconteceu. Ele abriu com uma grande piada sobre o granqueza do Oscar, uma referência à falta de diversidade entre os indicados da noite, para emendar com um número musical, junto com Anna Kendrick e Jack Black.
Até aí foi bacana. Há quem não goste tanto de números assim, mas pelo enos não foi vergonhoso e a noite prometia. Mas ele não chegou lá.
Na verdade, retrocedeu vários passos e começou a apresentar todos os apresentadores da noite com as PIORES piadas da face.
E quando digo piores, digo nível de ‘É pavê ou pacomê?”.
Houve poucos momentos legais durante a noite, e essa hora os produtores devem estar prometendo todo o dinheiro no mundo para a Ellen voltar.

As apresentações

lady-gaga-oscar-2015
John Legend, The Lonely Island, Rita Ora, Maroon 5, Jennifer Hudson e Lady Gaga se apresentaram durante a sequência de premiações, o Oscar é conhecido pelos shows realizados de músicas que estão concorrendo por melhor música, e também para homenagear alguém ou algum filme, esse ano o grande homenageado foi “A Noviça Rebelde” pela voz de Gaga, e foi um show lindo e emocionante. E  mesmo todas as atrações serem incríveis, todos eles (menos Gaga) desafinaram.

Os Ganhadores

J.K. Simmons , Patricia Arquette, Julianne Moore and Eddie Redmayne pose with their Oscars backstage at the 87th Academy Awards in Hollywood, CaliforniaPor mais que quisessemos uma grande surpresa, e reviravoltas, elas não vieram. Quer dizer, como todo os anos os vencedores já sabiam que iam ser vencedores e só faltava os apresentadores chegarem lá e jogar os prêmios nas mãos dos atores/ produtores/ diretores/ maquiadores/ cenegrafistas e tudo o mais. Além disse, houveram discursos ótimos como o de Patricia Arquette sobre o direito e igualismo de salários compatíveis entre os homens e mulheres. E também o discurso sobre igualdade de pensamentos de Graham Moore vencedor do Oscar pelo Melhor Roteiro Adaptado por “O Jogo da Imitação” que focou no peso que os homossexuais (o filme fala também disso, mas não é o foco) carregaram e carregam ainda hoje.

Todos os grandes filmes foram premiados, o que deixa evidente que se estão lá, é por que são bons. “O Grande Hotal Budapeste” saiu para casa com 4 estatuetas, “Birdman” que era um dos maiores favoritos, foi o grande vencedor da noite e voltou para casa também com 4 estatuetas, “Whiplash” que veio apagado, mas acabou sambando e levou para casa 3 estatuetas, mostrando que merecia ser indicado para mais categorias. A maioria dos filmes que estavam concorrendo por Melhor Filme saiu do teatro com 1 Oscar para chamar de seu.

Vamos a lista completa:

Melhor filme
Birdman

Melhor ator
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo)

Melhor atriz
Julianne Moore (Para Sempre Alice)

Melhor ator coadjuvante
J.K Simmons (Whiplash)

Melhor atriz coadjuvante
Patricia Arquette (Boyhood)

Melhor diretor
Alejandro González Iñárritu (Birdman)

Melhor roteiro original
Birdman

Roteiro adaptado
O Jogo da Imitação

Melhor filme estrangeiro
IDA (Polônia)

Melhor animação
Operação Big Hero

Melhor documentário
Citizenfour

Melhor documentário de curta-metragem
Crisis hotline: Veterans Press 1

Melhor curta-metragem
The Phone Call

Melhor curta-metragem de animação
O Banquete

Fotografia
Birdman

Melhor edição
Whiplash

Melhor Trilha Sonora
O Grande Hotel Budapeste

Melhor canção original
Glory (Selma)

Melhor design de produção
O Grande Hotel Budapeste

Figurino
O Grande Hotel Budapeste

Edição de som
Sniper Americano

Mixagem de som
Whiplash

Efeitos visuais
Interestelar

Melhor maquiagem e penteado
O Grande Hotel Budapeste

Deixe uma resposta