Cafelícia – Mania de Paulista

Por , 25 de fevereiro de 2015 10:00

É uma verdade universalmente conhecida, que todo paulista que se preze, deve tomar um café após o almoço.
coffee-cup-steaming-hires

Verdade essa que eu desconhecia até começar a trabalhar.

Tão simples quanto almoçar todos os dias, o paulista precisa de pelo menos uma dose ou mais de café diariamente para sobreviver. É como uma dose de droga injetada na veia, que faz voce sobreviver todos os dias ao expediente de trabalho, que não faz voce dormir depois do almoço, ou que simplesmente te mantêm desperto e são ao longo do dia.

Eu particularmente nunca fui uma apreciadora do café, em toda minha infância e adolescência, sempre fui a favor do bom e velho leite com Nescau porque eu nunca gostei de Todynho, ou Ovomaltine. Mas as pessoas crescem e os gostos mudam, de maneira que sai de um consumo diário de leite com Nescau, para um consumo mais adulto e maduro, também conhecido como café.

Eu nunca liguei muito para o cafézinho que minha mãe fazia nos domingos após o almoço, ou aquela vontade de passar na padaria e tomar um café, parecia uma coisa ilógica para mim, até eu começar a vivenciar isso todos os dias, e passar pelo que apelidei de “Cafases”:

 

1- A relutância

Almoçar todos os dias com o grupo de colegas de trabalho é uma diversão. Logo quando comecei a trabalhar em banco, percebi que todos os dias após o almoço, tínhamos que passar em algum lugar para tomar um cafézinho. Sempre mantida a esquerda, nunca pedia café, roubava um acompanhamento aqui ou ali, um pouco de água com gás… mas nada de tomar o dito cujo.

2- A tentativa

coffee1Após ser “hostilizada”, ameaçada, receber olhares de desdem por não participar do ritual do café, fazemos algumas tentativas. Um dia ali, outro aqui, acabamos tomando uma xícara de café expresso, sim tem que ser expresso senão não funciona. Nada melhor do que um café regado a 2 ou 3 saches de açúcar, para disfarçar o gosto forte.

3- A aceitação

De repente voce começa a tomar café todos os dias, anseia por este momento após o almoço. Começa a reduzir radicalmente as doses de açúcar na bebida e passa a apreciar aquele gostinho de café. Quando voce menos espera, já sabe disfarçar os diferentes gostos de cafés do lugares que voce vai, começa a ter algumas preferencias… Parabéns! Voce foi induzido pelo mundo dos cafés.

 

Não é a toa que a cidade é cheia de cafés, dos mais simples aos mais elaborados, espalhados pela cidade inteira.

 

Deixe uma resposta