Entre Páginas – O Sétimo Filho

Por , 12 de março de 2015 12:05

Posso dizer UAU? UAU!

O setimo filho OK“O Caça-Feitiço treinou muitos, mas pouquíssimos terminaram o aprendizado”, disse minha mãe, “e os que terminaram não se igualam a ele. São medíocres ou fracos ou covardes. Tomaram um caminho equivocado, recebem dinheiro pelo pouco que fazem. Portanto, agora só resta você, filho. Você é a última chance. A última esperança. Alguém tem que fazer esse trabalho. Alguém tem que enfrentar as trevas. E você é o único que pode.”

Thomas Ward é o sétimo filho de um sétimo filho e se tornou aprendiz do Caça-Feitiço. A missão é dura, o Caça-Feitiço é um homem frio e distante, e muitos aprendizes já fracassaram. De alguma forma, Thomas terá de aprender a exorcizar fantasmas, deter feiticeiras e amansar ogros. Quando, porém, é enganado e cai na armadilha de libertar Mãe Malkin, a feiticeira mais malévola do Condado, começa o horror…

Quando peguei esse livro para ler em 2011, não sabia o que esperar.

Realmente estava em branco as minhas expectativas em relação ao livro de Joseph Delaney. Eu já tinha visto algumas pessoas comentando sobre ele, mas nunca tinha pegado para ler uma resenha, e como ninguém me recomendou, não dei muita atenção.

O real motivo de ter pegado esse livro, foi o fato dele estar sendo adaptado para o cinema na época e estar chegando hoje finalmente aos cinemas.

No papel do Caça-Feitiço, está Jeff Bridges, e o papel do Tom, e aí vocês vão entender porque quis ler, foi para Ben Barnes.

Tudo bem, peguei o livro por esse motivo, mas o fato é que AMEI a narrativa e os personagens, tão bem construídos.

“Sozinho? – mamãe gritou, sua voz cheia de raiva em vez de compreensão.

– Como pode estar sozinho? Você tem a si mesmo, não tem? Se algum dia se perder, então estará realmente sozinho.”

A narrativa passa longe de ser clichê ou até mesmo batida. Delaney, encaixa vários fatores na história, que nas mãos de outra pessoa, poderia parecer exagerado, mas no caso dele, é como se cada elemento fizesse sentido. E olha que estou falando de bruxas, fantasmas e ogros!

Aliando cenas de terror, com treinamentos exaustivos, batalhas mortais e uma pitada de romance, o primeiro livro da série As Aventuras do Caça-Feitiço, nos entrega muito mais do que poderia esperar.

No primeiro teste de Tom, eu quase tive um ataque, porque a cena dá arrepios. Eu não sou uma pessoa muito medrosa, mas fiquei com medo de ler e levemente aterroriza, pensando que o livro inteiro fosse assim.

O aviso da contra-capa “ Não dever ser lido a noite!” começava a fazer sentido. Porém, após essa cena assim como Tom aprendemos a lidar com o medo, e fica mais fácil enfrentar o resto.

Se a jornada de do sétimo filho para se tornar um caça-feitiço, está só começando, fico imaginando, como vai ser quando chegar ao último volume. =D

Vale citar Alice, uma sobrinha de feiticeira, que não só colocará Tom em uma situação complicada, como é ainda responsável por vários reveses desse livro.

Sendo Alice bonita, Tom obviamente fica encantado por ela, só não esperem muito romance. Os personagens estão na fase da pré-adolescência, e o autor não quis seguir esse caminho (ainda).

Eu já li os 4 livros seguintes da série, e posso adiantar sem entregar spoiler, que a trama só vai ficando melhor, mais complicada e muito mais perigosa, para todos a cada novo livro.

O livro, é infanto-juvenil, mas Harry Potter também é, e isso não quer dizer, que não são livros feitos para todas as idades.

Se você não lê um bom livro, porque acha que só serve para crianças, eu tenho pena de você.

Como disse, não li o livro antes, porque ninguém me recomendou, então: Leiam!!!

 

Ficha técnica:

Livro: O Sétimo Filho – Primeiro livro da série As Aventuras do Caça- Feitiço

Autor: Joseph Delaney

Editora: Bertrand

Páginas: 512

Classificação: 4,5/5 estrelas

Um comentário para “Entre Páginas – O Sétimo Filho”

  1. Vera disse:

    Comprei esse livro a alguns anos atras para meu filho!Nós dois adoramos histórias com continuidade..Levamos alguns sustos e arrepios.kk.Só o comentário do autor já deixou meus cabelos em pé..foi inspirado por uma casa onde ele morou quando era pequeno.É impossível parar no primeiro! Recomendadíssimo

    [Responder]

Deixe uma resposta