Blá blá blá – Os terraços

Por , 19 de julho de 2015 14:05

rooftop-edinburgh_67932_990x742

Em um momento de descoberta, de desafio, para superar a tristeza do dia, aliviar o pensamento ou somente olhar para a paisagem linda de uma cidade nova, ou até mesmo uma velha conhecida.

Terraços nos fazem imaginar um mundo distante e longe da realidade. E tudo isso, eu apenas sei em livros, por que na realidade subir em terraços, não é tão fácil assim.

Não é de hoje (nem vai acabar amanhã) que filmes nos passam uma incorreta precisão de como coisas simples acontecem no nosso dia-a-dia e subir em terraços, seja em um novo prédio ou não, principalmente no Brasil é praticamente impossível.

Franklin D. Roosevelt uma vez disse que “Nós sempre seguramos a esperança, a crença e a convicção de que há uma dia melhor, um mundo melhor, além do horizonte”.

Será que esse desejo de uma vida melhor, é o que faz com que terraços sejam lugares comuns? Que eles fascinam e atraem as pessoas, porque ele representa uma vida melhor?

Nem adianta falar que não são tantas pessoas assim que gostam de olhar do cima uma cidade ou uma paisagem. Atrações como o Empire State Bulding, atraem 4 milhões de visitantes por ano, o Cristo Redentor é o ponto turístico mais famoso do Rio (e do Brasil), isso sem contar lugares como a Torre Eiffel e a London Eye. Até São Paulo tem a sua dose de fascínio com muitos querendo enfrentar o exorbitante valor do Terraço Itália, porque a vista é magnífica.

Mas não só a vista da cidade, terraços nos dá uma liberdade que a cidade ‘grande’ nos tira.

Talvez ao estar ali em cima, podemos esquecer por um instante que estamos preso em uma selva de pedra e nossa mente nos remeter a um tempo muito distante, onde nossa mente assim como nosso corpo tinha mais liberdade.

Mas isso também não justifica o cinema, livros nos vendendo uma ilusão a mais, porém pensando melhor, eles que estão certos.

Pode não ser a nossa realidade (como 99% das coisas que acontece ali também não é), entanto tenho certeza que a cada terraço que você conhecer a imagem desses filmes vai vir a tona e o seu desejo vai ser sentar ali e chorar, ou admirar a paisagem, ou ser pedida em casamento surpreendida com um jantar romântico, ou até mesmo observar a cidade em busca do próximo crime que você vai combater.

Se essa fascinação por terraços começou por causa de Hollywood, não há nada que possamos fazer, mas já espere um guarda e vários pessoas lhe perguntando aonde você está indo. A realidade é um pouco diferente, mas espero que pelo menos a vista compense tudo.

 

 

 

 

Deixe uma resposta