Autor e Eu – Rowling is Our Queen

Por , 31 de julho de 2015 9:00

 “Mr. and Mrs. Dursley of number four, Privet Drive, were proud to say that they were perfectly normal, thank you very much. “

Long-Live-Queen-Rowling-jkrowling-25453269-500-238

Geralmente nessa coluna, falamos sobre um autor específico listando a sua obra, e contando um pouco sobre os livros.

É desnecessário a apresentação de J.K. Rowling, que faz aniversário hoje junto com um personagem mais querido do mundo, Harry Potter.

Na terça-feira listei alguns momento em que Harry Potter salvou a minha vida, e quando digo que um menino inglês de 11 anos, magrelo, de óculos, com uma cicatriz na cabeça e imaginário salvou a minha vida não estou sendo exagerada, ele literalmente, a salvou.

Em 2000 (ano que li A Pedra Filosofal), eu já tinha lido alguns livros, já conhecia alguns autores, mas não era apaixonada pela leitura, ainda não conseguia entender como aquelas páginas me podiam me levar para um lugar tão longe e diferente, com uma vida diferente de tudo que poderia imaginar.

largeCom a sua narrativa perfeita ( tentei encontrar outra palavra que não fosse perfeita, mas nenhuma foi tão adequada como essa), antes mesmo de acabar o primeiro capítulo já estava apaixonada e acabei o livro querendo mais.

É incrível como algumas coisas podem mudar o rumo da nossa vida, sem nem ao menos percebermos. Não vem uma plaquinha avisando, não começa a tocar uma música como nos filmes. Aquele pequeno fato acontece e anos depois, você percebe como aquilo mudou na sua trajetória.

Apesar de conhecer e entender a força de Harry, às vezes me pergunto como um livro de quase 300 páginas pode ter feito exatamente o que eu precisava.

Com uma coleção de personagens diferentes, que foram me ensinado algumas coisas sobre a história do livro e sobre a vida, é fácil linkar tudo isso com a criadora desse mesmo universo, e é onde que entra Joanne.

i1aswz6r-sto1Ela pode não ter sido a voz de uma geração, já que a as aventuras de Harry acontecem no passado, mas ela criou e entregou para uma geração inteira (e tantas outras) livros inesquecíveis.

Acho que vou estar com 80 anos e acordar balbuciando “Wesley é o nosso rei“, e sendo aquela mãe chata que fica “mas esse livro é tão bom! Mamãe amava quando tinha a sua idade”.

E sei que não estou sozinha. Sei que até mesmo dentro dessa equipe, Harry Potter teve um impacto muito grande não só comigo.

Então, esse Autor e Eu saiu um pouco do escopo, mas por uma boa razão.

Porque assim como no primeiro parágrafo, do primeiro capitulo, do primeiro livro, não poderia prever tudo o que iria acontecer pela frente, Joanne decidiu colocar na última sentença do último capitulo, do último livro, o que iria acontecer não só com o seu personagem, mas com todos os seus leitores:

All was well.

 

url

2 comentários para “Autor e Eu – Rowling is Our Queen”

  1. Kamila disse:

    Harry Potter salvou minha infância, quando eu não tinha ninguém ele estava ali comigo.

    [Responder]

    Fanny Ladeira disse:

    #tamojunto Harry Potter foi um porto tão grande em uma época tão difícil, que nada vai conseguir superar

    [Responder]

Deixe uma resposta