Chá das Cinco – Desafio Shakespeare: No ar! #WillShake

Por , 22 de agosto de 2015 17:00

Header post

Um dia eu acordei e decidi que iria ler toda a obra de Shakespeare em 30 dias.

Desculpe se soar estranho ‘Ela simplesmente acordou e decidiu ler Shakespeare?’, mas é bem longe disso.

Conforme já falamos por aqui, a Sabrina e eu estamos fazendo um #Projetopravida que inclui ler (ao seu tempo) os maiores e mais desafiantes livros. São aqueles autores e livros que ficam no fundo da lista de prioridade, porque sempre estiveram ali.

A melhor definição da minha relação com  William Shakespeare pré-desafio, seria indiferença.

E já havia lido algumas peças dele e conhecia um pouco (depois descobri que era muito pouco) da sua vida.

Então um dia, depois de uma nossas reuniões do Café, a Sabrina tinha me falado que não queria ler Shakespeare porque tinha uma pouco de ‘preguiça’ de peças.

Até aí nenhuma problema porque eu também tenho, mas voltei para casa e passei a semana seguinte com uma essa fala na cabeça: Ler todas as peças de Shakespeare em 30 dias.

E assim do nada, me bateu uma vontade não de ler a sua obra para poder falar que li Shakespeare, mas em um momento de “Quero já tirar ele do caminho.”

Sem delongas e não esperando para contar para ninguém (nem mesmo para a equipe), eu comecei a minha aventura sozinha.

Adoraria ter tido a companhia nas leituras, mas sabia que se falasse dos meus planos iria acontecer duas coisas:

1° A Thaís e o Will iam falar que eu estava ficando louca. =P

2° A Sabrina iria concordar em ler, mas daqui um tempo e iria me convencer a esperar para lermos juntas.

Poderia ter esperado. Poderia ter contado, mas eu sentia que se eu esperasse que se fizesse disso um projeto que durasse 2 anos ou mais, eu nunca iria sair dele. Eu tinha um prazo curto e com isso conseguiria trabalhar para tirar Shakespeare da minha lista ‘para ler’.

Para evitar me contaminar por informações exteriores, eu comecei o desafio com o mínimo de informações possíveis da sua vida e peça. Sabia tanto, que o desafio que começou como 30, passou para 40 e durou efetivamente 66 dias.

Entre 42 trabalhos e algumas paradas estratégicas pelo caminho, terminei o desafio.

E assim como o nosso Projeto pra Vida, esse também nasceu sendo um desafio bem pessoal, porém percebi que é para isso que temos o nosso blog para incentivar vocês a lerem cada vez mais.

Maratonas Literárias, projetos ambiciosos e resenhas apaixonadas e livros que amamos. Nosso objetivo é sempre fazer com que você leia e tenha mais força para cumprir as suas metas literárias ao longo do ano, e porque não ao longo da vida.

Pensando nisso e incentivada pela equipe, eu abro nesse momento, o Chá das Cinco – Desafio Shakespeare!

Chá das Cinco – Desafio Shakespeare

Banner Divulgação 2

E agora eu jogo esse desafio para vocês!

Que tal ler toda a obra de Shakespeare, não um por dia como tentei fazer, mais um a cada dois dias?

Ao pensar numa maneira de tornar esse desafio divertido e bacana pensei em várias formas de adaptar o desafio que mesmo realizei. Porém, eu sei que nem todos tem a possibilidade de parar todos os dias para ler um peça.

E se tiramos uma por semana o desafio iria se estender por quase um ano.

Entre o a loucura total e a tranquilidade excessiva, venho propor um desafio igualmente bacana :

Ler uma peça a cada dois dias.

Eu sei, não melhorei muito de um dia para dois. Entretanto, a graça de um desafio é realmente ~nos desafiarmos~ e não confio muito em número ímpar, por isso, ficou assim.

Ao longo do caminho e das leituras, anotei todas as minhas impressões com as peças, as referências e as dificuldades do desafio em si e agora chegou o momento de dividir com vocês.

Seria muito mais interessante que eu estivesse lendo pela primeira vez com vocês? Com certeza!

Pode perder até um pouco da graça, mas não poderia ter o meu sonho esmagado em não conseguir terminar o que propus e isso afetaria quem estivesse no desafio comigo.

A língua

Para tornar esse desafio mais interessante, topei ler a obra do maior escritor da língua inglesa, em inglês.

Infelizmente muito se perde na tradução, mas já aviso que ler em inglês na linguagem original de 1500 pode ser um outro desafio para quem não tem tanto costume, mas fica aqui o aviso que as minhas referências da leitura pode focar na linguagem e por isso, já peço desculpas para quem estiver lendo em português.

 

E como vai funcionar?

Na prática, você somente deve se inscrever abaixo, ler junto e acompanhar no blog.

Mas como sei que você pode estar lendo esse post daqui um mês, um ano ou até várias décadas, e se interessar, esse é um desafio que vai ficar aberto. Pra sempre.

Afinal, você pode querer mas não agora, como a Sabrina ler Shakespeare, e não há problema nenhum.

Talvez você gostou da proposta mas vai fazer diferente, lendo uma peça por semana, por mês, por ano.

O melhor é que apesar da sequência que vamos seguir aqui, você pode o fazer a qualquer tempo.

Não importa o seu tempo e sim o seu comprometimento.

E para quem for fazer o desafio ou somente acompanhar as minhas loucuras, poderá contar com posts diários.

Um dia é com a minha resenha da peça e outro dia com posts sobre a vida, carreira, curiosidades e como esse homem que nasceu em Stratford-upon-Avon, chamado William Shakespeare iria mudar e inspirar com o seus trabalhos, mesmo depois de tanto tempo.

Os Livros

Todas as obras de Shakespeare tem tradução no Brasil.

O desafio será em cima da obra original,por isso, você pode ler adaptação ao invés da obra original, mas aviso que pode perder um pouco a essência do que a obra quer passar.

Para quem não pode gastar dinheiro, vale a pena consultar a biblioteca da sua cidade/escola por que geralmente eles tem bastante obras de Shakespeare que ficam lá sem muita disputa para o empréstimo.

Os livros em inglês são patrimônios da humanidade e por isso tem os seu direitos abertos.

Nesse link, vocês encontram todas as obras em EPUB e MOBI em inglês, para download gratuito.

Você também pode ouvir a peça (ainda em inglês), gratuitamente no Librivox, um projeto que é parecido com o Gutenberg, mas que produz audiobooks.

A Programação – #WillShake

Para quem já topou o desafio, você encontrar nesse link  uma planilha para acompanhar os dias e as peças que iremos ler em cada período

Neles, vocês encontram todas as datas, inclusive da publicação das resenhas, representando quando deve ser a leitura desse livro.

Nosso primeiro encontro é em 30/08/2015, com a resenha de Tudo está bem quando termina bem (All’s Well That Ends Well).

Isso quer dizer que você tem uma semana para começar ou talvez até se adiantar no desafio.

E se você quer participar do desafio, preencha o formulário abaixo.

Assim todos poderão acompanhar como está sendo (ou foi) suas leituras!

Se Inscreva! Formulário de Inscrição

3 comentários para “Chá das Cinco – Desafio Shakespeare: No ar! #WillShake”

  1. sonia carmo disse:

    Estou participando, só que farei ao meu tempo.

    [Responder]

  2. sandra disse:

    estou curiosa para conhecer a obra de shakespeare, por causa dos vídeos de Leandro karnal. Vou tentar ler.

    [Responder]

    Hubhens disse:

    Eu também. Leandro Karnal aguçou minha curiosidade pelas obras de Shakespeare.
    Também vou tentar ler.

    [Responder]

Deixe uma resposta