#CafénoLolla – GP da Diversão no Lollapalooza

Por , 11 de março de 2016 12:29

lollamkt-post

Pode não aparecer, mas o Lolla já se tornou lei nas vidas de muitos (a minha principalmente) por trazer todos os anos artistas que queremos ver e puvir, um lugar bacana e dois dias de descanso mental. Dá para quase considerar uma mini-férias das preocupações do dia-a-dia. Ali dentro é só preocupar com horário de shows, em cantar a música junto, e claro, com os Lolla Mangos.

Sabemos que tem alguns site maiores que divulgam as suas dicas, mas nós também temos as nossas e não podíamos começar um novo Lolla sem elas.

Como o evento é hospedado em Interlagos (A.K.A. o melhor lugar possível), batizamos essas dicas lá em 2014 de GP da Diversão e esperamos que continue assim por muitos anos.

tumblr_my85x8RRRp1smydszo3_500

 

Treinos

Deixa eu falar uma coisa sobre Interlagos: o lugar é gigantesco.

Isso é bom porque tem espaço para montar um festival bacana, com estacionamento e bons espaços entre palcos grandes que podem acomodar até as 60/70 mil pessoas que aparecem para ver um show específico.

Porém, esse benefício tem um preço que são as distâncias entre os palcos. Nada muito fora do normal, mas que entre a massa que anda de um show para o outro pode sim prejudicar a chegada entre um show no Palco Ônix (o melhor palco de todos) e o palco Axe.

Então quem vai curtir, por exemplo, a Halsey no palco Axe ou o Tame Impala no palco Skol, pode pegar um pouco de ‘transito’ até o palco Ônix para curtir o show do Mumford and Sons já que os horários são muito próximos.

Mas vale a pena conhecer todos os espaços, inclusive a Tenda Perry, de música eletrônica.

Para aproveitar o dia inteiro, melhor evitar também consumir muito álcool já que a maratona de todos os shows pode levar até 12 horas e ninguém que ir para casa sem ter aproveitado tudo.

 

Preparando a Escuderia

Todos os anos a previsão para o festival é de chuva forte (que nunca se concretizou), com poucos momentos de chuva fraca. PORÉM, esse ano tem tudo para ser bem diferente.

Mesmo se não chover o dia inteiro como aconteceu nessa semana em São Paulo e região, é quase impossível não cair aquela pancadona no final da tarde/noite.

Com isso, esse ano é bom sim levar a chuva em consideração.

Capa de chuva, galocha e protetor solar são itens importantes e se você optar por usar tênis e bota, se prepare psicologicamente para a lama e a chuva.

Sabe aquelas super dicas que vários sites deram sobre como ir estilosa para o festival? Jogue-as fora!

É legal ir estilosa sim, mas evite maxi-colares, roupas que podem incomodar e outros itens que vão servir só para tirar foto. Salto alto? Jamais!

Você pode entrar com uma quantidade limitada de comida (barra de cereal é indicado), mas eu e a Thais que já somos velhas de festival e que não gostamos de ficar carregando comida para todo lado, temos uma boa estratégia.

Comemos bem no café da manhã, nos alimentamos com pequenos lanches durante o festival e deixamos para matar o resto da fome no caminho de volta, mas não vamos ficar na grade emnenhum show, então essa é uma opção nossa. Mas fique atento se essa for a sua situação, porque você pode se encontrar em um momento sem ter onde e como comprar água (nós já passamos por isso e é horrível).

Para quem não bebe refrigerente como eu, se prepare para ficar só na água/energético ou pagar 10 reais em um copo de suco nos food trucks.

 

 Grid de Largada

Se você é grande fã de uma das bandas e pretende acompanhar o show na grade, a recomendação é sempre chegar cedo. Isso porque, assim como você, há outros tantos fãs que também querem ter a mesma experiência.

Acredite: muita gente pensou a mesma coisa que você. Por exemplo, os públicos de Of Monster and Men e Mumford and Sons são parecidos e muita gente (tipo nós), já pretende garantir um bom lugar para a dobradinha.

Já em 2013, a Thais e eu, chegamos às 7:00 horas da manhã para conseguir curtir o The Killers na grade e, apesar de ser um desafio chegar cedo, é sempre recomendado para não se arrepender depois.

Também fique atento para os portões e opte por aquele que vai ficar o mais perto do palco onde o artista vai tocar.

O portão mais próximo do trem é o 09, e o do estacionamento é o G, os mesmos do ano passado.

 

A Prova

O primeiro show do festival acontece às 12:20 e o último show deve acabar por volta das 23:00 (no sábado) e 22:00 (no domingo). Ou seja, vão ser quase 12 horas de festival.

Portanto se mantenha hidratado, alimentado e evite exagerar no álcool. Não adianta tentar a todo custo ficar em uma posição para ver o seu artista melhor e quando começar o empurra do show você passar mal.

Para quem vai curtir os dois dias e trabalhar normalmente na segunda (assim como toda a equipe do Café), a orientação é seguir à risca tudo isso para não ficar doente depois do festival.

Vai rolar muitas comidas legais e diferentes no Chef Stage, mas se você como eu tem que ficar atento com o que come para não passar mal, não se arrisque tanto, ok?

 

 Companheiro de Equipe

Para quem vai acompanhado, aproveite para dividir os itens para levar e assim não pesar para ninguém. Vale ficar atento para não levar muita coisa, mas dá para variar entre todos, assim não corre o risco de vocês dois levarem itens como protetor solar, por exemplo.

Se vão curtir shows diferentes e depois voltam a se encontrar, marque um ponto de encontro, e fique esperando lá. Interlagos tem um espaço de 600 mil quadrados, ou seja, vai perder show procurando a pessoa.

A companhia é sempre legal, mas pese bem qual show você quer ver e não deixe de perder a oportunidade de ver um show que você gosta com medo de se dividir da turma naquele horário.

 

 

Última volta

Se for voltar de trem, já se prepare para a multidão que também opta por ir desta forma. Cuidado com o horário limite de integração para não ficar pelo caminho.

Já compre o bilhete na ida e fique atento na fila correta. Muita gente se amontoa, mas está querendo comprar bilhete impedindo quem já tem de entrar na estação.

Não é bom contar com a organização da CPTM para esse tipo de movimento. No ano passado voltamos de ônibus e foi muito mais tranquilo do que voltar de trem. Analise essa opção também.

Ainda a melhor opção é ir de carro pela comodidade, mas volte para o carro sem presa porque a saída demora.

 

Patrocínio

A moeda oficial do festival será o Lolla Mangos e compensa já comprar antes e lhe dá aquela sensação de que você está ‘economizando’, mas faça as contas certinho para não ficar no prejuízo.

Para quem vai nos dois dias, tome cuidado com a quantidade. Ano passado comprei R$ 50,00 em Lolla Mangos para o sábado e mais r$ 50,00 no domingo, e às 19:30 do domingo eu ainda tinha metade mangos na mão e tive que queimar para não ‘morrer’ com aquilo no bolso.

Não temos grandes problemas com fila, mas para quem precisa comprar ou retirar alimentação durante o festival a dica é o Palco Perry, que pelo menos no começo do dia está bem menos cheio.

 

  Pódio

Aproveite muito, porque a experiência do Lolla é incrível.

Deixe uma resposta