O Noveleiro – A Regra do Jogo [FINAL]

Por , 11 de março de 2016 23:57

A_REGRA_DO_JOGO_REDE_GLOBO_JOAO_AMANUEL_CARNEIRO_CAFE_COM_BLA_BLA_BLA

Chegou ao fim hoje a novela “A Regra do Jogo” que não foi o sucesso que a Rede Globo esperava, mas que podemos considerar sim um sucesso por conta do público, ainda mais com a audiência comentando todas as noites na internet, principalmente no Twitter.

O jogo do bem e do mal, a brincadeira de driblar o telespectador com todas as artimanhas. João Emanuel Carneiro sabe bem como fazer um bom suspense e personagens carismáticos. Se ele coloca Carminha ela vira rainha do Brasil, aqui jogou Atena no meio do bolo e ela foi sucesso desde o primeiro capítulo. A dubiedade permeou a trama durante todos os capítulos, mas isso para as próprias personagens da história, porque nós público já sabíamos quem era quem nesse jogo, salvo algumas exceções.

ATENA_E_ROMERO_A_REGRA_DO_JOGO_REDE_GLOBO_JOAO_AMANUEL_CARNEIRO_CAFE_COM_BLA_BLA_BLA

O folhetim começou mal das pernas com o sucesso da concorrência de Os Dez Mandamentos e o fracasso de Babilônia, e isso fez com que a alta cúpula da Rede Globo mandasse um alerta para toda a equipe. Claro que não podemos culpar o autor, ou até mesmo diretores e atores, mas sim a própria emissora que vem ano após ano repetindo a mesma fórmula de novela muito urbana, também não podemos considerar isso um grande problema assim, a verdade é que o próprio público tem migrado para outras mídias que podem assistir o programa mais tarde, a própria rede Globo lançou o ótimo GLOBO PLAY, seu serviço a la NETFLIX e que comigo tem funcionado bem, principalmente para quem tem um tempo escasso, mas não quer deixar de perder as emoções de seus programas favoritos da emissora.

A novela e geral, se você olhar só sob a ótica da história da Ficção que abalou as estruturas durante toda a trama, foi um dos maiores acertos. Não só a história em si, mas os atores que conseguiram realizar muito bem o que foi proposto no roteiro. Não seria sucesso se não tivemos Giovanna Antonelli com sua poderosa, engraçada, sarcástica e desequilibrada Atena, Alexandre Nero e seu mau-caráter Romero Rômulo, que dividiu muitas opiniões, Tony Ramos com seu Zé Maria que subiu e desceu muito na opinião do público e finalmente José de Abreu e o seu Gibson que descobrimos ser o grande vilão da trama. A trama foi tão bem amarrada que por mais furos que tenha tido, mesmo assim não conseguiu desmerecer toda a história que poderia facilmente ser uma série.

Já nos outros núcleos da novela, vamos combinar que não precisavam mesmo. Óbvio que sabemos que uma novela não se sustenta apenas com um núcleo, a não ser que seja uma novela curta como Verdades Secretas e que tem que ser mais direta. Tramas como a da família de Feliciano (Marcos Caruso) me tiravam do sério, porque tudo o que ficava evidente nas cenas eram a gritaria e baixaria que sairia daquele núcleo, me fazendo lembrar de longe da família de Tufão de Avenida Brasil. Outro núcleo que patinou foi o do morro da Macaca, encabeçado por Adisabeba (Susana Vieira) e de seu filho Mc Merlô (Juliano Cazzaré) e todas as outras personagens que entravam e saiam em cena.

ROMERO_E_ATENA_A_REGRA_DO_JOGO_REDE_GLOBO_JOAO_AMANUEL_CARNEIRO_CAFE_COM_BLA_BLA_BLA

O último capítulo começou no esquema já, todo movimentado e com o gancho do último capítulo. Finalmente descobrimos os segredos que estavam guardados há um bom tempo. Por exemplo, a morte de Djanira, as falsas respostas e finalmente o segredo de quem matou o Gibson, que no fim das contas não causou tanta curiosidade assim, mas foi descoberto que foi Kiki que o matou no auge de seu ódio e por tudo o que sofreu nos 20 anos em cárcere.

Romero Rômulo acabou se regerando no fim, levando um tiro no lugar de Juliano, ao mesmo tempo em que Zé Maria levava um tiro de Atena. Atena chorou a morte de seu amor e fugiu com Ascânio com o dinheiro da recompensa do jovem Stewart e acabou fugindo sem deixar rastros para os policiais brasileiros.

Juliano e Tóia terminaram como começaram, se encontrando na cadeia onde no começo ele era solto e agora ela no seu lugar, com a prisão de Zé Maria todos os crimes que ela não fez foram perdoados. E montou o seu hospital e maternidade no morro da Macaca, o Hospital e Maternidade Romero Rômulo.

As cenas cômicas foram chatas, como já imaginávamos.

E o fim foi maravilhoso, Atena sendo Atena a mesma do começo ao fim e mesmo assim não se regenerando, dando calotes milionários na Itália junto com o Ascânio e nos segundos finais mostrando seu lado frágil indo de encontro ao seu filho chamado Romero e assim abraçando e finalizando a novela com um belo FIM.

ATENNA_E_ASCANIO_A_REGRA_DO_JOGO_REDE_GLOBO_JOAO_AMANUEL_CARNEIRO_CAFE_COM_BLA_BLA_BLA

Graças as artimanhas do autor, sua novela que estava caindo e caindo mas que no fim se tornou um sucesso. Não foi a novela perfeita como todos estávamos esperando, mas serviu para dar uma lição para todos. Sem querer o autor ainda deu um cutucão no sociedade brasileira dizendo que os políticos e todo o mundo que faz as coisas ruins quase sempre acabam livres, mas que em breve isso vai mudar!

A Regra do Jogo deixou o caminho aberto e migrou do eixo Rio/São Paulo para abrir alas para o Nordeste brasileiro e juntos vamos poder explorar toda as belezas e peculiaridades dessa região considerada a mais alegre e colorida desse Brasil gigante, que venha Velho Chico.

Deixe uma resposta