Blá Blá Blá – Lendo em Espanhol

Por , 19 de março de 2016 16:01

IMG_1709

 

Para amantes da literatura, ler em inglês acaba sendo uma evolução natural, pois com a ansiedade de ler mais e mais livros, resolvemos ampliar a lista com livros que são lançados no exterior, e que demoraram muito para chegar no Brasil ou nunca serão traduzidos.

Iniciar a leitura em inglês é extremamente difícil e exige paciência para conseguir avançar, demora para termos um amplo vocabulário, e nunca vamos deixar o dicionário de lado.

Depois que ler em inglês se tornou rotina, e hoje é mais um meio de conseguir ler tudo o que quero, do que propriamente treinar o inglês, senti falta de algo diferente, que exercitasse mais a mente.

Quando terminei meu curso de inglês, iniciei o de espanhol, focada mais na carreira profissional. E com isso foram dois longos anos de aprendizados, de uma língua que na minha opinião, é uma das mais difíceis de se aprender, apesar de as pessoas acharem o contrario.

Em 2015, visitei 3 países da América, Chile, Uruguai e Argentina, e com eles me senti mais atraída pela língua espanhola do que quando estive na Espanha, talvez pelo tempo que passei por lá. Quando visitei o Chile, comprei 3 livros, mas não cheguei a lê-los, mas quando viajei sozinha pelo Uruguai e Argentina, achei que fosse o momento certo para fazer uma imersão na língua, enquanto eu estivesse no país.

Coloquei como meta finalizar uma leitura em espanhol, e finalmente consegui concluí-la.

O primeiro livro que escolhi ler em espanhol, foi Irresistible na Lisa Kleypas. Escolhi ela por ser uma autora que adoro, e também por ser um romance histórico, outro gênero que sou apaixonada.

 

A leitura:

IMG_1710

As pessoas que dizem que espanhol é fácil se enganam, ou talvez nunca tenham estudado propriamente a língua. Depois de dois anos de curso (que aliás era de dois anos mesmo), nunca me senti segura com a língua. O fato de ela ser exatamente muito parecida com o português nos dá a falsa sensação de que estamos falando corretamente, quando na verdade estamos falando o maravilhoso portunhol.  Voces se lembram na escola, quando fazíamos língua portuguesa, e tínhamos aqueles inúmeros verbos irregulares, que os professores em vão tentaram fazer a gente decorar?

Pois em espanhol temos a mesma quantidade de verbos, o que torna falar a língua corretamente uma missão bem difícil.

Ler em espanhol é definitivamente muito mais fácil do que falar, realmente as palavras são bem parecidas, apesar de algumas enganarem com os significados. (Sabia que embaraçada quer dizer grávida?).

Como sempre a primeira leitura em uma língua estrangeira é diferente e leva muito mais tempo do que o normal. Demorei quase um mês para ler o livro, e tentei prestar bastante atenção no que estava lendo, para não deixar nada passar batido, nenhuma palavra, e sempre que possível buscando o auxilio do dicionário.

Ler em espanhol, ainda mais um romance, foi como ver uma novela mexicana. O tom que temos do espanhol na cabeça, ao longo da leitura nos da a sensação de que o livro corre em um outro ritmo, deixando por algumas vezes a leitura estanha, mas ao mesmo tempo rápida.

Enquanto estava imersa em outro país, a leitura correu muito fácil, e acabei tirando um pouco da vergonha e conversando bastante em espanhol, além de tudo consegui ampliar meu vocabulário de uma forma que o curso de nunca conseguiu. Consegui gostar da lingua e aprecia-la de forma que nunca será ensinada em uma sala de aula ou em um livro de gramática;

Conseguir finalizar a leitura em outra língua foi um grande passo, pois me permite treinar o idioma, da maneira que mais gosto. Afinal se não continuamos estudar, da melhor forma que encontrarmos (lendo, ouvindo música, vendo filmes… ) independente da língua, ela cai no esquecimento.

 

0e63c324c0ac7496a51dcacdec807931

Deixe uma resposta