Nota Musical – Review Thank You, da Meghan Trainor

Por , 18 de maio de 2016 11:30

Meghan Trainor volta para mostrar que ela realmente merece o seu lugar.

Thank-You

Em 2014 parecia que ninguém do pop conseguiria disputar com o 1989 da Taylor Swift, ma a novata Meghan Trainor apareceu com a sua música All About That Bass e diferente do que todos pensaram, ela não parou por aí.

Uma música emendou com a outra, e de repente, parecia que só tinha música dela. Dois anos depois, ela volta com o seu segundo CD, mostrando que definitivamente não é um one hit wonder.

Se falta pouco espaço para mais uma diva do pop, Meghan aproveita o seu status ainda como ‘inofensiva’, para trabalhar com as músicas e assim vai indo longe.

O primeiro CD, Title, podia ter mais músicas chicletes, porém, Trainor se cercou de uma produção potente para esse segundo trabalho e Thank you demonstra isso.

Apesar de músicas como  Watch me Do, Dance Like Yo Daddy e Me too serem chatinhas, elas ainda dão sustentação para um som diferente no CD. Se no anterior houve um abuso dos ritmos anos 60, criando um toque retrô para o trabalho, aqui Meghan parece mais perto de uma praia.

Não gostei de NO nas primeiras vezes que ouvi, porém a música está começando a crescer em mim e assim como em All About That Bass, a música trás uma mensagem importante. Woman up também parece que está ficando boa a cada dia.

Hopeless romantics é uma balada bonita e gostosa assim como Kindly calm me down, Friends e Just a Friend to You. Se no disco anterior tinha muitas músicas para sacudir, nesse Trainor tenta dosar bem esse aspecto, talvez animada com o bom retorno que Like I’m gonna Lose You teve.

I Love me com a participação de Lunchmoney Lewis e I Wont Let You Down tem ritmos e capacidades para se tornarem singles. Assim como em Title, esse disco deve ter uns 6 singles para trabalhar facilmente o CD.

Mom é fofissima, mas a melhor música do álbum é que o batizou.

Thank You com a participação de R. City tem um clima de praia e uma batida que não lhe faz ficar parado, dá para entender porque ela ganhou o nome do álbum e será um single forte para trabalhar também.

Meghan fugiu de várias maldições (do segundo CD, de one hit wonder), mas com Thank You ela se firma no pop de vez, e a qualidade do trabalho faz valer a pena aquele Grammy que ela ganhou no  começo do ano, como revelação do ano passado.

Ela soube trabalhar com o novo material e agradou um público que poderiam facilmente a tornar mais uma na multidão, mas é ao tentar se manter verdadeira com o que a deixou famosa, que ela consegue se consolidar mais uma vez.

Ficha Técnica:

Thank-You

Cantora: Meghan Trainor

Álbum: Thank you

Gravadora: Sony

Nota: 3,5/5 estrelas

 

Um comentário para “Nota Musical – Review Thank You, da Meghan Trainor”

  1. Bella disse:

    No foi a que eu mais gostei! Rsrsrs.

    [Responder]

Deixe uma resposta