Pipoca Salgada – Tarde Demais para Esquecer

Por , 15 de julho de 2016 12:05

Eu adoro descobrir novas coisas. Pequenas joias escondidas, que nunca nos aproximamos, não por falta de interesse, mas porque não chegou o tempo ou a oportunidade. Tarde Demais para Esquecer, é uma dessas joias.

51GY9JHCVVL
O Playboy Nicky Ferrante (Cary Grant) e a linda cantora Terry McKay (Deborah Kerr) se conhecem e começam uma amizade, enquanto estão em um cruzeiro entre a Europa e Nova York. Apesar dos dois estarem noivos de outras pessoas, eles concordam em se reencontrar novamente dali 6 meses, no topo de Empire State Building, se ainda sentirem a mesma coisa.

O destino será capaz de reunir esses dois amores?

Tarde Demais para Esquecer, An Affair to Remember no original, era um dos filmes que estava na minha lista, mas nunca em uma posição que o fizesse ser prioridade. Até que o dia chegou!

Teria várias palavras para de descrever esse filme, a mais correta seria: Honesto.

affair-booths_thumb[2]Nos filmes antigos, é fácil encontrar personagens com profissões e honras duvidosas, como em Bonequinha de Luxo e Gigi. Porém, ambos os filmes ‘escondem’ isso muito bem. Já em Tarde Demais, que foi lançado em 1957, não há isso.

Apesar de tratarem o assunto com delicadeza, os protagonistas já deixam claro o que querem, e o que sabem o que o outro deseja. Nem posso imaginar, quantos olhares de reprovação o filme deve ter levado de alguns espectadores dentro das salas de cinema. Ou quem sabe, aplausos internos por terem a coragem de abordar um assunto tão delicado para a época.

E os dois personagens são bem fortes e característicos, Terry não tem papas na língua e responde Nicky a altura.

Outro ponto, que se alinha com a honestidade desse filme, é que ele tem coração e cérebro.

Coração que leva o romance para o caminho previsível, porém, adorável. Já o cérebro, que faz a jornada parecer completamente plausível, assim como interessante. Há vários diálogos maravilhosos, e momentos awww.

Como o primeiro beijo do casal. Você não vê, mas tem uma experiência completamente única.

Bravo para o diretor, que poderia ter feito um momento como qualquer outro filme de romance. Mas ao ignorar o que o público queria, ele criou uma cena memorável.

Outro ponto alto do filme são os figurinos, todos são muito bonitos, mas quero falar de um em particular.

tumblr_lx5fk85lZj1qfrltqo1_500_thumb[2]Na primeira cena, Terry aparece com um casaco laranja, mas quando ela tira o casaco WOWWWW. Que vestido lindo! Nunca fiquei tão impressionada assim.

Na foto ao lado dá para ver ele, mas o impacto da cena é gigantesco.

A direção ficou a cargo de Leo McCarey, que dirigiu outros filmes, mas esse foi o de maior sucesso.

A única coisa que não me agradou muito no filme foi o final. Achei um pouco corrido demais. Se você sair da sala nesse instante, pode nem entender o que aconteceu. Apesar desse pequeno detalhe, é possível entender porque esse filme é considerado um dos filmes mais românticos de todos os tempos.

Por um razão muito óbvia: Porque ele é um dos filmes mais românticos de todos os tempos!

Deixe uma resposta