O Autor e Eu – Judith McNaught

Por , 6 de agosto de 2016 9:00

judithmcnaugth Muitas pessoas me perguntam qual minha autora favorita, ou qual livro eu gosto mais. Eu sempre acabo respondendo Julia Quinn, porque ela é a minha autora do momento. Quando eu olho para trás, entretanto, vejo uma autora que diferente das outras, que iniciou meu caminho pelos romances, sejam eles de época, eróticos, contemporâneos… Judith McNaught marcou minha adolescência por ter me apresentado romances maravilhosos, tratando da vida de mulheres diferentes e nos deixava com historias que nos prendiam no inicio ao fim.

Infelizmente, para nossa tristeza geral, Judith não lança mais nenhum livro desde 2006, mas os 13 livros publicados dela são o suficiente para deixar uma legião de fãs mundo afora, que não se cansam de ler cada um dos livros dela.

Judith é uma escritora das antigas, aliás, se você ler todos os livros dela verá histórias em tempos bem diferentes, e épocas que para a mulher era tudo diferente. Ela sempre lançou livros em dois estilos, o romance contemporâneo e os romances de época. Cada um deles é perfeito de sua maneira. Lógico que sempre temos nossos queridinhos, e ela tem os 3, dos 4 melhores romances que li na vida. Em Busca do Paraíso, Sussurros da Noite e Agora e Sempre.

Em busca do paraiso

Eu sempre tive um grande amor pelos livros da Judith, mas tinha grande dificuldades de encontrar os livros dela disponiveis nas lojas (isso há uns 10 anos atrás). Somente os principais romances de época estavam disponíveis nas livrarias, por isso eu li todos em ebook, e fui tentando comprar ao longo dos anos. Acontece que encontrar esses livros (antes da editora Record lançar a reedição de alguns), não era tarefa fácil. Em alguns sebos encontrei exemplares de Em Busca do Paraíso, Tudo por Amor entre outros, custando cerca de 200 reais.judith mcnaught

Judith sempre viveu no Texas, EUA, e era produtora executiva da rádio CBS no estado. O primeiro romance que escreveu foi Whitney, meu amor, um romance histórico que contava a história da doce Whitney com o possessivo Clayton. Ela teve muitas dificuldades para vender o livro nos EUA, por isso ela escreveu Tender Triumph (Doce Triunfo), que ela conseguiu vender e publicar em 1983.

whitney meu amorDepois deste livro ela conseguiu publicar aquele que seria o seu maior sucesso, Whitney, meu amor em 1985. O livro é uma montanha russa de emoções e conflitos, já revelando o seu estilo característico das históricas cheias de reviravoltas. Tem gente que não gosta muito desde livro, pois ao contrario dos outros romances de época Whitney sofre bastante ao lado de Clayton, o que o deixa sem muita simpatia das leitoras. Uma curiosidade é que os filhos da Judith se chamam justamente Whitney e Clayton.

Os romances de época

São duas séries publicadas, a primeira Westmoreland e Sequels. Como todos os romances, eles são livros independentes, cujo os personagens se interligam em uma ou outra história.

  • Westmoreland

a kingdom of dreams  whitney meu amor  until you a gift of love

Trata-se da história da familia do Duque de Claymore, inicia-se com A Kingdom of Dreams, contando a história de amor do primeiro duque, este livro se passa na era medieval em meio e a história de Clayton e Whitney, depois temos o famoso Whitney, meu amor. Por fim há a história de Stephen, irmão de Clayton em Até Você Chegar. Como bônus há um conto de Natal com um casal mais do que querido que surge em Até Você Chegar.

  • Sequels

something wonderful once and once and always

Esta série, que na verdade são vários livros independentes, tem as melhores histórias da Judith. Não deixem de ler Agora e Sempre, que eu adoro (e voces podem ver o vídeo abaixo minha resenha). Há também Alguém para amar, um livro que amo e odeio ao mesmo tempo, dada as reviravoltas do enredo, e o também excelente Something Wonderful (sem tradução em português)

 

Os romances “contemporâneos”

Na época que foram lançados, no final da década de 90, eles eram romances contemporâneos. Hoje se voce ler alguns títulos como Doce Triunfo, sentira uma clara diferença de realidade. Eu tenho um carinho especial por quase todos esses títulos, e li praticamente 3 vezes cada um deles. Mesmo tendo todos os títulos lançados no Brasil, alguns ainda são bem difíceis de encontrar nas livrarias. Meu favorito é Em Busca do Paraíso, cujo exemplar que possuo é bem dos antigos, voces podem conhecer mais o livro no vídeo abaixo.

 

  • Segundas Oportunidades

em busca do paraiso tudo por amor sussurros na noite todo ar que respiras

Voces já sabem do meu amado Em Busca do Paraíso, essa série conta ainda com os não menos importantes, Sussurros na Noite, Todo Ar que Respiras e Tudo Por Amor. Não consigo contar o número de vezes que já li esses títulos, de tanto que eu gosto deles. De tempos em tempos eu sempre faço aquela revisitada nas minhas histórias favoritas. Infelizmente não é possível encontrar exemplares de Sussurros na Noite e Tudo por amor nas livrarias, e se achar no sebo, prepare-se para gastar uma grana preta.

  • Outros títulos

dois pesos duas medidas lembranças de nós dois  Doce Triunfo someone to watch over me

Existem ainda outros 4 títulos que não pertencem a nenhuma série especifica, o único “fácil” de se encontrar é Dois Pesos, Duas Medidas, um livro curtinho e com a história bem bonitinha, não tão bem trabalhada como as demais. Os demais fazem parte do grupo de livros que só li uma vez, apesar de bons livros não me cativaram tanto quanto os outros mencionados. Someone to watch over me, foi o último livro inédito que eu li dela, e Doce Triunfo é o que menos gostei.

Infelizmente, Judith não dá noticias ao seus fãs há anos. Existe no ar um mistério a cerca do ultimo livro que ela escreveu, chamado Can´t take my eyes of you, cujo o lançamento é postergado ano após ano. A página da autora na internet parou no tempo, e na sua página do Facebook, depois de mais de um ano de inatividade em abril ela postou que estava revisando o novo livro. A nós fãs resta apenas a espera do lançamento, e enquanto isso torcer para que a Bertrand, que ainda detêm os direitos dos livros, comece a relança-los, para não só saciar os fãs antigos, como também para que este novo publico de romance de época conheça esta autora maravilhosa que é Judith McNaught.

Um comentário para “O Autor e Eu – Judith McNaught”

  1. Joana D'arc disse:

    Obrigada pela referência das historias, me apaixonei por Something wonderful

    [Responder]

Deixe uma resposta