Entre Páginas – Relendo Harry Potter em inglês: A Câmara Secreta

Por , 8 de agosto de 2016 0:33

Chamber of Secrets, também conhecido como A Câmara Secreta sempre teve a fama de ser o livro mais fraco da série, e os anos que se passaram não melhorou isso.

harry potterOs Dursley estavam tão anti-sociais naquele verão, que tudo o que Harry queria era voltar às aulas da Escola de Bruxarias de Hogwarts.

No entanto, quando já terminava de fazer suas malas, Harry recebe um aviso de um estranho chamado Dobby, que diz que um desastre acontecerá caso Potter decida voltar à Hogwarts. Harry não liga para aquela mensagem e o desastre realmente acontece.

Naquele segundo ano estudando em Hogwarts, novos horrores surgem para atormentar Harry, incluindo o novo professor Gilderoy Lockhart e um espírito chamado a Murta Que Geme, que assombra o banheiro feminino, além de olhares indesejados da irmã mais nova de Ron Weasley, Ginny. Todos esses problemas, no entanto, parecem menores quando o verdadeiro problema começa e algo transforma os alunos de Hogwarts em pedra.

Dentre os suspeitos: o próprio Harry.

Se Harry Potter fosse uma banda, a maldição do segundo CD teria pegado eles de jeito. A Pedra Filosofal (Leia sobre a nossa releitura AQUI) tem elementos novos, emocionantes e muitas novidades enchendo as páginas a cada momento.

A Câmara Secreta, tem muito disso. Conhecemos lugares que se tornaram icônicos como A Toca, a Borgin & Burkes, e claro, a própria Câmara Secreta. E assim como em A Pedra Filosofal, a graça é ver como coisas, fatos e pessoas que conhecemos tão bem em outros livros da série aparecerem pincelados por aqui.

Eu tinha um amigo que afirmava lá pelo 5° livro, que a Rowling havia construído um muro, mas que elas não seria descer. Quem esperou para ver, viu que ela não só sabia exatamente como seria a descida, como ainda deixou muitas pistas pelo caminho.

Desse, saímos sabendo que Harry tem uma parte de Voldemort, e que o próprio deixou uma parte da alma dele em um objeto aleatório. =D

O que mais gostei de rever é toda a relação dos Wesley, especialmente como todos tratam o Harry muito bem, realmente uma família postiça que o acolheu de braços abertos.

Outro personagem incrível que aparece nesse livro é Dobby, que ao longo dos próximos livros vamos aprender a amar com todas as forças, mas pelo bem ou pelo mal, toda a briguinha entre Harry e Malfoy nesse é o que dá o tom e deixa o livro mais ralo que os outros, mas ainda assim muito melhor do que a maioria.

Muita água ainda vai rolar, mas são dois personagens que tem um nível máximo de tempo juntos sem se tornarem chatos, principalmente quando as conversas ainda envolvem coisas bobas como nesse livro. E em vários momentos, esse é um daqueles livros que o Harry poderia ter encurtado o caminho 1 milhão de vezes se tivessem simplesmente perguntado a Dumbledore ou pesquisado sobre a vida do bruxo que matou os seus pais.

Agora, aguardo ansiosamente O Prisioneiro de Azkaban, pronta para ler a minha ( e a de muitos outros fãs) história favorita.

Ficha Técnica:

Livro: Harry Potter e a Câmara Secreta

Autora: J.K. Rowling

Editora: Scholastic

Páginas: 341 páginas

Nota: 5/5 estrelas

Deixe uma resposta