Entre Páginas – Pyongyang

Por , 3 de outubro de 2016 11:54

Guy Delisle, conta em quadrinhos uma divertida (e muitas vezes aterrorizante) realidade da Coreia do Norte.

pyongyang-guy-delisleObra em quadrinhos sobre a viagem do autor Guy Delisle à Coreia do Norte.

Durante sua estadia em Pyongyang trabalhando na produção de desenhos animados, Delisle fez um detalhado relato da situação do país – um raro documento sobre uma nação fechada a jornalistas e aos olhos do ocidente.

O povo, seu comportamento, o governo e a estrutura urbana… tudo é perfeitamente transportado para o papel pelo lápis de Delisle.

Estamos acostumados a lermos e sabermos sempre sobre os mesmo países e culturas.

Confesso que antes de pegar essa HQ para ler, eu conhecia bem pouco da ‘real’ realidade do país hoje governado pelo Kim Jong-un.

O que sei são as poucas coisas divulgadas na mídia sobre esse país tão fechado. Mas ao mesmo tempo, saber que esse país é fechado, dá ainda mais vontade de conhece-lo. Um fascínio que podemos ver que não só meu, já que só foi os EUA autorizar e Cuba entrou na moda.

Como um estrangeiro, e não só qualquer estrangeiro, mas um francês que cresceu com as perspectivas de Liberté, Egalité, Fraternité, deve ser difícil navegar em um país onde tudo funciona ao contrário das ideias do seu país.

Mesmo assim, é pontuando os pontos bons e fazendo um pouco de piada com os ruins, que Guy apresenta uma ideia tão bem feita da sua viagem.

Trabalhando para o governo e tendo ‘guardas’ para todo lado as suas andanças são curtas. Ele não descobre organizações secretas ou consegue extrair qualquer descontentamento da população contra a sua realidade, e muito menos contra o seu líder.

Guy até presenteai um guia com o seu exemplar de 1964 de George Orwell, mas eles estão além desse ponto de perceber que a sua realidade é muito parecida.

No final, o que parece é que aquelas pessoas abraçaram o seu destino e que qualquer tentativa de o mudar é tola e pode, literalmente, lhe matar.

A medida que as notícias de Kim vão ficando mais cabulosas (como assassinar líderes por dormirem nas suas reuniões), parece que nada vai mudar tão cedo.

Eu achei os desenhos do HQ estupendos, mas entendo muito pouco. De qualquer maneira, são muito atraentes mesmo, para leigos como eu.

O artista tem outros livros de lugares diferentes e espero conhecer no futuro mais sobre a sua visão.

Ficha Técnica:

Livro: Pyongyang

Autor: Guy Delisle

Editora: Zarabatana Books

Páginas: 176 páginas

Nota: 4,5/5 estrelas

3 comentários para “Entre Páginas – Pyongyang”

  1. Nanda disse:

    É outro mundo e o povo passa por umas situações…
    Se você quiser ter uma visão melhor recomendo que leia Nada a Invejar de Barbara Demick. Ela é uma jornalista que entrevistou norte-coreanos. Então tem a história de diferentes pessoas. Fala tb do pai do atual líder.

    Já o Para Poder Viver de Yeon-Mi Park é somente a sua trajetória. Como ela é novinha ela não comenta sobre o líder anterior como faz o Nada Invejar. Mas, a trajetória dela vale a pena ler para saber os obstáculos difíceis que teve de lidar.

    E por último o Querido Líder Jang Ji-sung dá uma noção como existe classes diferentes nesse mundo. Como o povo é privado. É contado por uma pessoa que trabalhava no governo. Você lê absurdos. Esses que trabalham no governo tem uma realidade bem diferente, com privilégios.

    São recomendações caso queira ler mais sobre o assunto 😉

    [Responder]

    Fanny Ladeira disse:

    Já coloquei todas as recomendações na lista! Ficamos lendo uma coisa aqui e ou ali, mas realmente é uma situação que merece uma análise e conhecimento muito maior.

    Muito Obrigada pelas dicas.

    [Responder]

  2. Nanda disse:

    Complementando pq esqueci de dizer q apesar dos oficiais do governo terem privilégios eles são forçados a concordar e a adorar o querido líder. Como já tinha lido os outros 2 acima a sua leitura foi completativa. Eu gostei de umas observações que ele o autor escreveu no livro. Espero que o que escrevi ajude ^^

    Foram leituras bem interessantes, eu recomendo a leitura 😀

    [Responder]

Deixe uma resposta