Entre Páginas – Spotlight: Segredos Revelados

Por , 12 de janeiro de 2017 12:30

Eu já tinha visto o filme, mas ainda assim, ler sobre a reportagem do The Boston Globe que denunciou os abusos sexuais dos padres da igreja católica, foi uma experiência completamente diferente.

spotlightSpotlight – Segredos Revelados conta as descobertas da real investigação feita por um grupo de corajosos jornalistas, ganhadores do Prêmio Pulitzer em 2003, que denunciaram uma sucessão de abusos sexuais, obrigando a Igreja Católica a prestar contas.

Em janeiro de 2002, o jornal The Boston Globe publicou uma série de reportagens que chocou o mundo. Centenas de crianças em Boston foram molestadas sexualmente por padres – certos de sua impunidade, eles agiam com o aval das autoridades religiosas, que acobertaram seus crimes por décadas. As reportagens revelaram a obscena quantia gasta pela Igreja Católica com acordos para comprar o silêncio das vítimas cujas vidas foram devastadas por pedófilos que vestiam hábito e tinham o Pai Nosso na ponta da língua.

A denúncia abalou as estruturas da Igreja Católica e deixou milhões de fiéis no mundo inteiro estarrecidos, furiosos e indignados: a instituição que deveria servir e proteger a comunidade usou sua poderosa influência para se resguardar do escândalo.

Em um mundo cheio de incertezas e mudanças algumas são mais fáceis, e outras, são um pouco difíceis de digerir.

São as mudanças que cabem na segunda categoria, são as mais importantes para o crescimento, amadurecimento e discernimento da humanidade. Quando a reportagem do The Boston Globe foi publicada, eu tinha 13 anos, e me lembro vagamente de vários comentários sobre isso.

Tendo sido criada e ainda frequentar a igreja católica é difícil ler os detalhes levantados durante a investigação do Boston Globe. Difícil porque como você nasceu dentro daquela instituição, você sabe tudo o que pode e não pode fazer, tudo o que você acredita e que é pregado.

E ler como alguém com tanto poder e referencia dentro de uma comunidade pode ter coragem de realizar atos inimagináveis.

É ainda pior ler como a Igreja escondeu e  foi a responsável por fazer com que outras crianças tenham sido abusadas ao colocar padres com históricos de abuso novamente próximos das crianças.

A investigação do Boston Globe foi completa, e se no filme, que falamos AQUI, você acompanha com mais detalhes como foi a rotina dos jornalistas para conseguirem as informações, no livro eles se concentram em contar sobre as histórias que eles descobriram durante os meses de pesquisa.

Eles entram em detalhes sobre os crimes de alguns padres específicos, e você quase não consegue acreditar como ninguém nunca fez nada para parar aquilo. Em todos os aspectos, é uma situação que não há defesa, nem para o Padre abusador nem para quem escondeu esse fato.

Uma das coisas que a investigação traz bem para o centro é como as crianças e adolescentes (na sua maioria meninos), demoraram muito tempo para contar o que tinha acontecido. Talvez se você não cresceu com um figura religiosa tão próxima (seja um Padre, pastor ou Rabino) pode ser difícil de entender, mas a cada explicação daqueles homens que haviam sido abusados há muito tempo, eu entendia quando eles explicam que: ali estavam uma figura de poder, e se ele estava fazendo aquilo então deveria ser permitido.

Você tem aquela referência e se uma situação tão absurda acontece quando você ainda não tem consciência ou forma de reagir, realmente você pode optar por não contar para ninguém.

Apesar das suas 284 de um material com um apelo bem jornalístico, eu li esse livro em ‘duas sentadas’.A escrita flui muito bem e você simplesmente quer ler até o fim.

No mesmo dia que terminei, fui ver Spotlight novamente, e fiquei satisfeita de ver como um complementa o outro muito bem.

Um não substitui o outro, e os dois são essenciais.

Ficha Técnica:

Livro: Spotlight: Segredos Revelados

Autores: The Boston Globe

Editora: Gutenberg

Páginas: 288 páginas

Nota: 5/5 estrelas

Deixe uma resposta