Desafios Literários: O que fizemos em 2016 e o que nos espera em 2017

Por , 13 de janeiro de 2017 19:50

capa

Se você perguntar para a Thais e para o Will, eles nos caracterizam como duas loucas. “Malucas” é um adjetivo que ouvimos muito deles.

Apesar de não concordarmos com a colocação, até entendemos (um pouquinho) essa posição deles. Somos 4 pessoas que se dão muito bem, com gostos similares, mas também bem diversos. Nossas listas de retrospectiva como a de 2017 (Veja AQUI) que o diga!

Então tem algumas coisas em que você sabe que pode contar ou não com um companheiro da equipe e, quando se trata de desafios literários, nós duas sabemos que temos com quem contar e nos apoiar para executar o desafio.

Tudo começou quando um piano caiu na nossa cabeça (figurativamente, claro) quando percebemos que, se lêssemos 1 livro por mês da nossa TBR (pilha dos to be read, ou seja, de leituras pendentes) levaríamos 42 anos para completá-la.

Vou repetir: Nossa TBR completa tem 42 ANOS!!!

tumblr_ojoj81H3aV1s1rwswo1_540

Isso foi no começo de 2015 e, para dar conta dessa meta longínqua, inauguramos na época o #Projetopravida. O propósito era exatamente listarmos essas obras é iniciarmos a leitura delas imediatamente.

Mas isso foi em 2015… De lá para cá, descobrimos novos autores, novas vertentes, novos gêneros e, assim, novas ramificações de desafios precisaram ser criadas.

Temos uma planilha compartilhada no Google Docs para mapearmos essas metas e cada vez que uma nova aba aparece por lá, o nosso coração dá um pulinho. Cada aba significa um novo desafio ou listagem para nos lembrar do que ainda falta (e dos nossos avanços).

Sabemos que ainda vamos levar muuuuuito tempo para fazermos avanços significativos em todos esses desafios, mas a diversão está justamente no caminho que percorreremos até lá. O mais divertido é encontrar algumas pérolas nessa jornada, que por vezes se revelam em novos autores que começamos a amar (oi Hardy!) ou em um novo gênero que até então permanecia inexplorado por nós (literatura brasileira contemporânea, alguém?).

Nossa lista atual de desafios é:

  • #Projetopravida

Lista inicial com 130 livros ‘essenciais’ e que queremos ler um dia na vida. Contém livros que lemos ano passado como Guerra e Paz e Mulherzinhas.

  • #LendoKing

Leitura da obra completa de Stephen King (incluindo todos os seus pseudônimos), revezando entre os livros súnicos e a série A Torre Negra.

Contamos sobre esse desafio, AQUI!

Torre negra

  • Tijolões

Livros gigantes, que nunca são prioridade, mas que precisamos enfrentar. Dessa lista, em 2016 lemos Os Luminares, que foi uma grata surpresa!

  • Rory Gilmore Challenge

O desafio mais popular entre os leitores, que envolve todos os livros citados/lidos durante todas as temporadas de Gilmore Gilrs.

  • Yale – Romances americanos de 1945 para cá

Um projeto super bacana que a Sabrina encontrou navegando por aí. Lemos um livro, e depois assistimos a aula de Yale referente a aquele livro. Nos sentimos praticamente como a Rory. Leia sobre ele AQUI.

  • From Dickens to Hardy

Outro achado da Sabrina, baseado em no livro de Julian Wolfreys.

Amamos Dickens, Hardy e todos os escritores levantados durante o caminho, como Wilkie Collins e Elizabeth Gaskell, então foi um desafio que simplesmente não podíamos deixar passar!

Dickens

 

Apesar de termos lido muitos livros diferentes, ainda precisamos focar mais em 2017.

No ano passado, nossa programação para nenhum dos desafios funcionou direito, mas ainda assim aproveitamos o caminho da forma certa e respeitando o ritmo de cada uma.

A Fanny teve um mal começo com o desafio do King e hoje a Sabrina está dois livros na frente… Mas em compensação, a Fanny está na frente no desafio de Yale, e assim por diante.

Sabemos que listar 6 desafios complexos e grandes pode realmente nos fazer soar como doidas, mas além de nos ajudar a lembrar de todos aqueles livros esquecidos no fundo da estante, ainda nos dá um ânimo a mais.

Além disso, algumas dessas metas possuem coincidências. Ou seja, um título que aparece em uma lista pode se repetir em outra, dependendo da natureza do desafio. Portanto, em muitas vezes, ao lermos um livro conseguimos dar baixa em até 3 desafios! Então o número total de livros que precisamos ler ainda nos é desconhecido e assim deve permanecer até adiantarmos um pouco mais as leituras.

Fazer esses avanços com uma companhia é muito bom, mas o melhor é quando a companhia entende as suas limitações, necessidades de parar ou pausar um desafio e até mesmo não esperar mais a outra para dar andamento. Então, se estiver procurando um parceiro para seus desafios, pense bastante nisso. Procure alguém que realmente seja uma companhia e uma ajuda.

Para 2017, já sabemos que o desafio do King continuará de vento em polpa, com IT – A Coisa e a série A Torre Negra se tornando prioridades por causa de suas novas adaptações que chegarão ao cinema neste ano. Na nossa lista ainda está Virginia Woolf, pelos menos dois Dickens e Gaskell para cada, além de Drácula, O Conde de Monte Cristo, Lima Barreto e uma pá de ganhadores e concorrentes do Man Brooker’s Prize.

man-booker-prize-trophy-2

Aliás, esse último é um que está quase ganhando um desafio próprio. Começamos a perceber que os autores ganhadores e indicados do prêmio literário mais importante do Reino Unido geralmente escrevem livros que são maravilhosos e, agora, olhamos com outros olhos para eles.

Mas vale ressaltar que nunca se sabe qual escritor que hoje é desconhecido para nós se tornará prioridade amanhã. Vamos deixando a porta aberta para todos! Nesse meio tempo, vamos aproveitando todos os outros que estão no caminho…

Deixe uma resposta