Fala Série – E em duas temporadas…Fuller House se consolidou

Por , 17 de janeiro de 2017 11:10

Quando Fuller House foi anunciado, o saudosismo bateu forte, mas depois da segunda temporada, a série ganhou (merecidas) asas próprias.

30698

No primeiro episódio da primeira temporada de Fuller House, encontramos Danny, Joey, Jesse e Rebeca se despedindo de São Francisco. Reencontramos todas as meninas, que agora são mulheres crescidas com filhos (exceto a Stephanie que é solteira) e ficamos com um gosto de deja vu na boca.

Afinal, mais de 20 anos depois, DJ se encontra na mesma situação que o pai: viúva, com 3 crianças para cuidar e conta com a ajuda das amigas para vencer esse desafio.

Com tudo isso, a primeira temporada apesar de divertir, ficou muito focada em reviver o passado. Em vários momento tem flashback de Full House, e vira e meche o pessoal mais velho aparece para alegria do público. Mas enquanto tudo isso acontecia, atrás havia histórias e personagens mais interessantes sendo explorados.

Na segunda temporada, a turma antiga até aparece ( e ainda são muito bem recebidos), mas dá para perceber claramente que a série funciona perfeitamente mesmo sem eles.

DJ começa a acertar a sua vida amorosa (em partes), os meninos estão passando por desafios diferentes a cada episódio, Kimmy e Fernando (hilários!) continuam com o seu jeitinho maluco, entretanto, ao contrário da primeira temporada, nesses os roteiristas deixaram o drama da separação deles para trás, e ficamos somente com as coisas boas! Até mesmo Stephanie ganha um namorado novo, que não poderia ser mais perfeito.

Fuller-House-2x09Com somente 13 episódios e tantos personagens, deu para perceber que houve uma decisão em sobre quem teria grandes dramas durante a temporada, e com isso,sobra mais tempo para as crianças, Jackson, Max e Ramona terem algumas tramas próprias.

O melhor episódio (o de ano novo), só brilha por causa deles.

Não há mais tantas séries hoje que você pode ver com toda a família, sentar na frente da TV e rir com uma criança de 8 anos e um avó de 70, mas mesmo tendo que beber do passado, Fuller House veio exatamente pra preencher essa lacuna.

Uma diversão (muito boa) para todas as idades.

Deixe uma resposta