Entre Páginas – A Entrevista

Por , 2 de fevereiro de 2017 6:30

IMG_0372

Linda, inteligentíssima e extremamente sensual, Tess Canyon é uma jovem determinada a se vingar de um dos maiores grupos dos EUA, as Empresas Diamond. Seu pai, um alto executivo, foi acusado de desviar fundos da empresa para gastar com uma suposta amante e teve sua carreira destruída. E isso o levou à morte…

A oportunidade de candidatar-se à vaga de Assistente Executiva do poderoso Mr. King parece ser a maneira ideal de infiltrar-se na empresa para limpar o nome de seu falecido pai.

Mas o processo seletivo não é o que ela espera. Chegando à sede da empresa, ela é escoltada até um helicóptero e, com os olhos vendados, é levada para um local secreto. Lá, Tess conhece Mr. King e descobre que a vaga na verdade é para o novo CEO das Empresas Diamond. Seu desafio será passar por sete testes durante uma semana.

Tess será avaliada por sete misteriosos executivos — deliciosamente bonitos —, um para a tarefa de cada dia. Agora ela precisará usar toda a sua habilidade e competência se quiser ter sucesso e resistir ao magnetismo poderoso dos homens irresistíveis enviados para ajudá-la — ou distraí-la. Um desafio que poderá levá-la ao topo, ou arruiná-la para sempre.

A publicação online de A Entrevista, de Shana Gray, foi diferente: na semana passada, a cada novo dia tínhamos disponível uma nova parte do processo seletivo da Tess Canyon para ler.

Ao longo da semana ela vai conhecendo pessoas e homens irresistíveis do Grupo Diamond e, a cada dia, ela tem que enfrentar os desafios do novo trabalho para o qual estava se candidatando, além de resistir aos homens bonitos que aparecem a cada nova jornada.

 

Não pensei que seria possível, mas Shana Gray conseguiu descrever cada um dos personagens de forma bem diferente dos outros – utilizando toda as referências que ela tinha em mãos para isso (com uma quedinha pelos homens grandes e altos). Então, enquanto Tess tem que ralar com as suas tarefas, nós continuamos a imaginar como ela consegue se concentrar com alguém tão bonito por perto.

Apesar disso, o livro se concentra bem na vingança e na vontade de Tess de vencer todas as etapas desse desafio. Sendo assim, a sua aproximação desse homens vai acontecendo gradativamente, com o Mr Monday (sim, ela não sabe os nomes deles e cada um ganha o nome do dia da semana) correndo na frente e ganhando mais vantagens que os outros.

Esse foi o primeiro livro que li da autora e a experiência de conferir a história aos poucos foi bacana… mas, ao mesmo tempo, senti que se tivesse a obra completa em mãos teria terminado-a em menos de 2 dias, uma vez que a velocidade e o ritmo colaboram para uma leitura rápida. Exatamente por isso, todo o envolvimento dela com os homens se dá de forma bem acelerada. Talvez se ela mesma tivesse mais tempo com eles, poderíamos nos apaixonar mais profundamente por cada um deles.

A única coisa ruim de se trabalhar no mundo dos negócios é saber que no ~mundo real~ as coisas não acontecem exatamente daquele jeito – e você tem que se lembrar de que é uma história escrita por alguém que não está inserido neste universo (será que é assim que um médica se sente vendo Grey’s Anatomy?).

No final da narrativa você tem a explicação para tudo o que acontece, mas o desfecho se dá de forma muito rápida. Você termina o livro esperando ter um pouco mais de tempo com Tess para saber o que acontece depois.

O resultado? Uma leitura rápida e divertida para conhecer o trabalho de Gray.

Ficha técnica:

Livro: A Entrevista

Autora: Shana Gray

Editora: Gutenberg

Páginas: 229

Nota: 3/5 estrelas

Deixe uma resposta