Entre Páginas – A Lista de Brett

Por , 16 de fevereiro de 2017 8:00

Recentemente troquei meu Kindle básico (ainda com botões), pelo Kindle Paperwhite, com luz (e uma maravilhosa capa roxa). Com isso, resolvi também assinar o Kindle Unlimitted (saiba mais aqui), e encontrei essa maravilhosa história que me encantou no último dia de 2016.

Atualmente, é tão difícil encontrar livros espirituosos que tratam a vida de maneira tão simples, sem a necessidade de se utilizar de clichês tão comuns nos dias de hoje. Encontrei na lsita de Brett uma história tão gostosa e com tantas lições que o tornou um dos livros favoritos de 2016.

 

IMG_3224

Brett Bohlinger parece ter tudo na vida – um ótimo emprego como executiva de publicidade, um namorado lindo e um loft moderno e espaçoso. Até que sua adorada mãe morre e deixa no testamento uma ordem: para receber sua parte na gorda herança, Brett precisa completar a lista de sonhos que escreveu quando era uma ingênua adolescente.

Deprimida e de luto, Brett não consegue entender a decisão de sua mãe. Seus desejos adolescentes não têm nada a ver com suas ambições de agora, aos trinta e quatro anos. Alguns itens da lista exigiriam que ela reinventasse sua vida inteira. Outros parecem mesmo impossíveis. Com relutância, Brett embarca numa jornada emocionante em busca de seus sonhos de adolescência.

 

Este podia ser apenas mais um chick-lit, que trata do amadurecimento de uma mulher perante as dificuldades na vida. Não se engane porque o livro é isto, e também muito mais, trata da vida e das escolhas que realizamos. Mostra-nos que parecer feliz, não quer dizer estar feliz.

O início do livro pode ser bem clichê, “como assim uma lista?”, essa banalidade de pontapé inicial é um excelente argumento para iniciar a vida de Brett. Início, por que tudo o que a mãe de Brett pede é que ela siga seus sonhos, mesmo que sejam aqueles de uma infância distante. O processo de aprendizagem de Brett é maravilhoso, crescemos com ela ao longo do livro, ao mesmo tempo em que rimos, choramos, nos emocionamos.

Lori, em sua primeira história consegue despertar no leitor todos os sentimentos humanos, mostrando uma personagem que aparentemente tinha uma vida perfeita, até ela descobrir que perfeição não existe, e que mudar e arriscar pode ser melhor do que manter-se na zona de conforto.

Muitas vezes estamos tão acostumados com a situação que nos rodeia, que nos esquecemos do que queríamos e de quais eram os nossos objetivos de vida. Achamos que nos encontramos, quando na verdade guardamos todos os nossos sonhos para viver a vida que esperam de nós.

Cada item da lista foi marcado de maneira completamente distinta do que havia imaginado, ao mesmo tempo, de maneira surpreendente. O romance que imaginei ao começo do livro, foi susbtituído por coisas diferentes. A maneira como Brett lida com tudo é gratificante, o seu jeito simples de ajudar as pessoas, como ela encanta a todos que estão a sua volta tornou essa leitura surpreendente do começo ao fim. E ao terminar a leitura, senti que foi ao mesmo tempo triste e feliz, percebendo que aquele era o encerramento de uma parte da vida de Brett e o início de outra. Foi uma daquelas leituras que me fizeram voltar para o livro várias e várias vezes, para reviver a história.

Ficha técnica:

Livro: A Listra de Brett

Autora: Lori Nelson Spelman

Editora: Verus

Páginas: 364

Nota: 5/5 estrelas

Deixe uma resposta