Blá Blá Blá – A Nova geração de Hollywood

Por , 26 de fevereiro de 2017 10:45

Muito se fala sobre a nova geração. Parece que basta uma boa temporada com rostinhos novos, que o mesmo papo vem à tona.

hollywood-portfolio-2017-no-coverlines54cfc87ad767a59853f68d53_march-2015-hollywood-cover-no-coverlines[3]

Mas há realmente uma nova geração em Hollywood, e a sua transição foi tão suave, e gradativa, que nem percebemos.

Dúvida? Basta olhar a lista de indicados e ganhadores dos últimos três anos e os indicados desse ano, para ter uma pequena prova:

  • Brie Larson
  • Amy Adams
  • Bradley Cooper
  • Jessica Chastain
  • Alicia Valkinder
  • Jennifer Lawrence
  • Michael Fassbender
  • Lupita Nyong’o
  • Benedict Cumberbatch
  • Eddie Redmayne
  • Rosamund Pike
  • Felicity Jones
  • Emma Stone
  • Andrew Garfield
  • Rachel McAdams
  • Tom Hardy

Isso porque listei somente os que foram indicados ao Oscar, há ainda muitos atores fortes e com um futuro muito promissor como Elle Fanning, Idris Elba, Bryce Dallas Howard, Janelle Monoe, entre outros, que estão (ainda) sem indicações ao prêmio.

tumblr_nk7kf356OM1ruu897o1_500

Aí você pode me falar, mas a Emma Stone, Rosamund Pike e tantos outros da lista já estão no showbizz há um tempão, eles não fazem parte da ‘nova geração’.

Só que de certa forma, sim eles fazem parte dessa nova leva. Depois de anos ralando muito em filmes que poderiam resultar em completos desastres, eles finalmente chegaram no status de terem mais liberdade para escolherem projetos desafiantes, e alguns com um cheirinho de indicação desde o inicio.

Dois casos clássicos dessa lista é Benedict Cumberbatch e Jessica Chastain, que se você procurasse há 6 anos atrás, não seriam nem lembrados em nenhuma lista, mas hoje fazem parte dos A lists de Hollywood.

O mesmo pode ser falado de Redmayne que só conseguiu o status de astro depois de A Teoria de Tudo, e logo no ano seguinte emplacou outra indicação por A Garota Dinamarquesa.

Pode não ter levado o segundo (cof, cof, apesar de ter merecido), mas nada mudou no seu status.

São novas caras e pessoas que ainda não conhecemos toda a extensão do trabalho, e isso é um pouco refrescante.

tumblr_o3bk0u0lnu1rcaalvo2_r1_540Meryl Streep é rainha, mas tudo que você põe na mão dela, ela consegue fazer. Só que ela é uma exceção. Outras atrizes, como Nicole Kidman e Naomi Watts, já possuem algumas inconsistências entre trabalhos.

E é isso o que precisamos. Se surgisse só uma que conseguisse fazer tudo, cansaríamos da cara dela muito rápido.

O melhor é saber que temos uma geração versátil que pode mostrar os seus talentos de formas distintas. Adoro, por exemplo, como Jennifer Lawrence consegue navegar entre gêneros diferentes de uma forma tão natural.

Assim como sei que Chastain consegue interpretar personagens ambíguas e que precisam manter um certo nível de frieza, como nenhuma das suas colegas consegue.

E nesse meio do caminho, todos eles se encontram.

Sim, há ainda a geração ‘antiga’ e a presença deles é forte e muito poderosa, mas até Natalie Portman, Anne Hathway, Reese Witherspoon e Marion Cotillard que são mulheres novas, pertencem a essa geração anterior de talentos.

Assim como Christian Bale, Leonardo Di Caprio e Matthew McConaughey e Mark Ruffalo estão no mesmo barco, ainda buscando e trabalhando em produções desafiadoras, mas que já estavam por aqui antes.

Sim, ainda queremos todos eles presentes e sempre merecendo uma indicação ao maio prêmio do cinema. Mas também queremos sempre nos surpreender com um rostinho novo, com uma nova faceta.

E apesar de La La Land mostrar as dificuldades da indústria, ele também mostra que quando uma pessoa tem talento, e uma dose de sorte, ela pode conseguir o seu lugar.

Então, não se surpreenda se hoje Emma Stones levantar para pegar a estatueta de Melhor Atriz.

tumblr_ok7gsceCPc1qcxtm5o2_400

 

Deixe uma resposta