Café Irlandês – 7 dicas para criar um clube do livro ideal

Por , 19 de julho de 2017 19:08

cafe irlandes

 

Ler é uma atividade solitária, mas é tão bom compartilhar as leituras, impressões e discutir com outras pessoas sobre os seus personagens favoritos, o acertos (e erros) de um autor.

Geralmente, quando uma conversa dessas acontece, você volta para casa, com mais vontade de ler e uma pilha de livros novos na sua TBR, o que é sempre muito bom.

Os clubes dos livros, são uma fonte ideal disso, afinal é um encontro para se fazer o que mais gostamos (depois de batata frita): Falar sobre os livros! Só que é preciso ter alguns cuidados e tomar decisões, para que todos tenham o melhor proveito e que os encontros sejam duradouros.

Por isso, listamos 7 dicas para se iniciar um clube do livro.

 

1 – O Estilo/Tema

sabrina-capa

Assim como em uma festa ou casamento, é preciso você pensar no estilo do clube do livro você quer. Talvez você pretenda reunir o maior número de pessoas possíveis na biblioteca da cidade, ter um encontro mais intimo na casa de um dos integrantes ou até mesmo online.

Com essa escolha do estilo na cabeça, você já consegue delimitar quem serão as pessoas que poderão ser convidadas/terão interesse em participar.

Também é legal pensar em um tema, ou uma linha que o grupo seguirá.

Por exemplo, como o clube comandado pela Livros e Café, que se chama Lendo Mulheres, e eles leem, claro, livros escritos por mulheres. Com isso, mesmo sem falar os livros que serão discutidos, você já consegue fazer com que o seu público alvo vá entendendo o que esperar.

2 – Os leitores certos

bookclub

Se a sua pretensão é ter um grande clube do livro, não tem muito o que escolher, mas mesmo assim é interesse fazer com que todos que participarem do clube, saibam o intuito e os estilos de livros que o clube lerá.

Por exemplo, se você fará um Clube do Livro focado em romances históricos/livros hot, não tem como ter crianças participando.

Agora se for um clube mais intimo, os convites podem ser mais seletos. Isso não quer dizer que a sua turma ficará desse tamanho, que todos continuaram a participar do clube ou que não terá uma rotação entre alguns membros.

Além disso, sugeríamos também fugir do ‘comum’ ou do grupinho de sempre. Quando você se envolve e conhece pessoas de backgrounds diferentes, a conversa fica mais diversificada e produtiva.

A Sabrina e eu participamos de um grupo assim, e é tão revigorante perceber como isso faz uma diferença imensa.

3 – A liberdade (não libertinagem) de expressão

BookClub

Não importa qual grupo você pretenda monta, é preciso conseguir que a liberdade de expressão seja respeitada. Afinal, cada um pode ter uma visão diferente do mesmo livro e a graça do Clube do Livro é justamente fazer com que todos os lados consigam expor a sua opinião.

Se for um clube físico, o formato roda ou mesa redonda ajuda nessa comunicação fácil e faz que com que todos sintam à vontade para participar e dar o seu comentário sobre o tema.

Quando necessário (para um grupo novo ou de desconhecidos, por exemplo) é bom já começar falando isso para evitar confusão.

4 – Os livros

sam_4224

Se você vai montar o clube (seja sozinho ou com outras pessoas auxiliando) é importante já definir pelo menos o primeiro livro, ou fazer uma reunião inaugural para essa escolha.

Lembrando que muita democracia pode gerar bagunça. É necessário que seja dosado essa abertura dos livros que poderão ser sugeridos inicialmente.

Se os encontros acontecerão em uma biblioteca/livraria, a sugestão é que primeiro seja conversado com eles sobre as limitações. Afinal, o espaço poderá fazer algumas concessões e sugerir que, seja incluso livros que possam ser emprestados ou comprados no espaço.

Se for um grupo mais íntimo ou online (com oportunidade de votação antecipada), dá para apresentar as opções dentro do estilo/intuito do clube criado e a partir daí ser escolhidos as primeiras obras.

5 – Os Livros 2

classics3

Esse é um quesito essencial para a sobrevivência do clube, já que precisa ser uma leitura que interesse a maioria dos participantes.

Perceba que falei ‘interesse a maioria dos participantes’, um livro interessante, não necessariamente, virará uma leitura motivadora. Fulano já leu, Sicrano não gosta do autor, da temática e etc. Nesse momento, o coletivo deverá prevalecer, sem gerar atritos.

O seu grupo pode começar com uma lista pré-determinada e a segui-la, mas é bom ter uma flexibilidade sempre que possível. Afinal, quando a conversa sobre algum livro/autor/estilo literário surgir quente, aparecerão vontades e curiosidades de ler sobre o assunto discutido ou sobre algo complementar.

Se o objetivo é aumentar e incentivar a leitura, não tem como fechar a porta para os conhecimentos que surgirão pelo caminho.

6 – Respeitar o Ritmo de cada um

bookclub1

Algumas pessoas podem ler muitos livros e conseguem facilmente ler o livro proposto em poucos dias, mas isso não é uma realidade para todos.

Mesmo quem AMA ler, pode ter dificuldade em ler um livro de 120 páginas em uma semana. Às vezes a vida é complicada, corrida e completamente amarrada.

Se você pensar em fazer um clube menor, é bom conversar com todos sobre qual será a média de encontros.

Alguns clubes têm encontros mensais, mas pode não ser uma possibilidade (e nem deve ser uma regra) para todos, ainda assim é possível que você reúna uma turma que consiga se reencontrar toda semana.

De qualquer forma, é importante ficar atenta para essa questão, para que ninguém fique para trás, desmotivado ou se sinta pressionado em cumprir a meta de leitura.

7 – Ler, aprender e se divertir.

join-a-book-club

Ler é algo prazeroso, e mesmo que a leitura de um livro do clube não tenha sido tão proveitosa, em 99% das vezes é possível tirar algum aprendizado/conhecimento/visão diferente do que você leu.

E é nesse momento do papo que o que você reparou vem a tona, porque é uma pessoa com outro olhar sobre o mesmo assunto, por isso, o clube tem que ter uma vibe gostosa e prazerosa.

Assim todos os participantes (lendo ou não o livro), conseguiram acordar nos dias dos encontros e pensa: Oba! Hoje é dia de Clube do Livro!

Deixe uma resposta