Man Booker Prize – A Longlist de 2017

Por , 30 de julho de 2017 9:00

Man-booker-prize

 

Se tem um prêmio literário que tem (assanhado) despertado a minha curiosidade e a da Fanny é o Man Booker Prize.

A nossa curiosidade foi despertada depois que percebemos que alguns dos livros e autores de que mais gostamos no ano passado foram indicados ou vencedores desse prêmio, como Eleanor CattonJulian BarnesKazuo Ishiguro.

Para quem não está familiarizado com essa premiação, vale uma breve contextualização: o Man Booker foi criado em 1969 por uma fundação internacional baseada em Londres e premia, todo ano, os melhores livros de língua inglesa publicados nos últimos 12 meses na Inglaterra por autores vivos (porém, obras de autores de outros países são elegíveis, desde que se encontrem nesses critérios)

O julgamento é feito por um grupo de juízes que muda todos os anos e se dá da seguinte forma: em julho é revelada a lista completa de indicados (chamada de longlist). Em setembro é revelada a shorlist, já com os 06 finalistas que disputarão pelo prêmio final. E, finalmente, em outubro é revelado o grande vencedor.

Esse prêmio se tornou bastante popular, tanto que em 2005 criou-se o Man Booker Prize internacional, que aí sim abarca todos os autores vivos, independente de sua nacionalidade e da língua original da obra. O ganhador desse ano foi o livro O inferno dos outros, do israelense David Grossman, de quem falaremos em breve aqui no blog.

A característica mais bacana, que faz com que os leitores insiders gostem desse prêmio, é que ele sempre seleciona um mix bem variado de obras, e une tanto títulos de autores já aclamados como novas gerações de autores jovens e desconhecidos – o que acaba se tornando um trampolim para que eles ganhem um espaço na mídia e nas TBR’s das pessoas.

Pois bem, apresentações feitas, é hora de divulgar os livros indicados deste ano. Preparados?

 

 

 

4 3 2 1, de Paul Auster (US) (Faber & Faber)
Days Without End, de Sebastian Barry (Ireland) (Faber & Faber)
History of Wolves,de Emily Fridlund (US) (Weidenfeld & Nicolson)
Exit West, de Mohsin Hamid (Pakistan-UK) (Hamish Hamilton)
Solar Bones, de Mike McCormack (Ireland) (Canongate)
Reservoir 13, de Jon McGregor (UK) (4th Estate)
Elmet,de Fiona Mozley (UK) (JM Originals)
O Ministério da Felicidade Absoluta, de Arundhati Roy (India) – publicado no Brasil pela Companhia das Letras
Lincoln in the Bardo, de George Saunders (US) (Bloomsbury Publishing)
Home Fire, de Kamila Shamsie (UK-Pakistan) (Bloomsbury Circus)
Autumn, de Ali Smith (UK) (Hamish Hamilton)
Swing Time, de Zadie Smith (UK) (Hamish Hamilton)
The Underground Railroad – Os Caminhos Para a Liberdade, de Colson Whitehead (US) – publicado no Brasil pela Harper Collins

 

Não iremos tão longe a ponto de dizer que leremos todas essas obras, mas sem dúvida algumas delas figurarão na nossa lista de leituras em algum momento em breve.

Quem nos acompanha? o/

E você? Tem algum prêmio literário que gosta de acompanhar? Conte para a gente!

2 comentários para “Man Booker Prize – A Longlist de 2017”

  1. Nanda disse:

    Eu sempre curto esses tipos de posts. Mas, não sou conhecedora das diferentes premiações que existem. Eu presto mais atenção nessa Man Booker e gosto da PEN/Hemingway pelo reconhecimento de novos talentos. Eu comprei O caminho de casa escrito por Yaa Gyasi (PEN 2017) Li comentários positivos sobre essa obra. Ainda não peguei para ler, mas vou. Acabei super envolvida pelos livros de Jenny Han Para todos os garotos que eu já ame, muito fofa a série.

    Eu sempre tenho vários livros não lidos. Não consigo evitar os meus olhos brilham em uma livraria.
    Essas premiações também abrem os meus olhos para ser apresentada a livros escritos de pessoas de culturas diferentes. Por isso acho essas publicações legais.

    [Responder]

    Sabrina Inserra disse:

    Oi Nanda, tudo bem?
    Que bacana que você também curte essas premiações!
    Sabemos que elas são bem parciais, mas gosto principalmente pelo fato de que nos apresentam obras que de outra forma permaneceriam desconhecidas para nós.
    Espero que você curta as leituras! 😀
    Beijos

    [Responder]

Deixe uma resposta