Entre páginas – O dono do morro: Um homem e a batalha pelo Rio

Por , 13 de outubro de 2017 9:00

Há pouco tempo, em uma sexta-feira tumultuada no trabalho, ouvi falar pela primeira vez nos conflitos violentos que estavam acontecendo na Rocinha, uma das principais favelas do Rio de Janeiro e a maior da América Latina.

Admito que, antes desse episódio, o mais próximo que já chegara de conhecer a realidade do tráfico nos morros cariocas havia sido pelo noticiário comum – e pela leitura de Abusado, do jornalista Caco Barcellos.

Pois bem. Lá estava eu, naquela sexta-feira, fascinada e curiosa a respeito dos elementos que haviam deflagrado a guerra entre facções na Rocinha. E foi justamente pesquisando sobre o assunto que me deparei com uma entrevista com o jornalista americano Misha Gleeny acerca de seu livro, O dono do morro: Um homem e a batalha pelo Rio, publicado pela Companhia das Letras no ano passado.

Interessada pelo tema, corri no mesmo momento para a Amazon, onde me deparei com o e-book da obra com um descontão, e iniciei a leitura no mesmo dia.

 

O donoO dono do morro é a história impressionante de um homem comum forçado a tomar uma decisão que transformaria sua vida. Como Antonio Francisco Bonfim Lopes, um jovem pai trabalhador, se transformou em Nem, o líder do tráfico de drogas na Rocinha? A partir de uma série de entrevistas na prisão de segurança máxima onde o criminoso cumpre sentença, Misha Glenny narra a ascensão e a queda do traficante, assim como a tragédia de uma cidade.

Da inundação do Rio de Janeiro pela cocaína nos anos 1980 à situação atual que embaralha voto, armas, política, polícia e bandidagem, a apuração impecável de Misha Glenny revela cada peça de um complicado quebra-cabeças.

 

Continue lendo!

Nota Musical – Jaymes Young

Por , 11 de outubro de 2017 9:00

James Young

 

Tem alguns artistas que são amor à primeira “ouvida”. Você não sabia que eles existiam até eles aparecerem em uma das playlists que você segue no Spotify e… boom: fica viciada!

Esse foi o caso do meu amor recente pelo cantor e compositor americano Jaymes Young.

Nascido em 1991 com o nome de Jaymes McFarland, o artista gravou seu primeiro EP em 2013, Dark Star e, no mesmo ano, participou de uma turnê com London Grammar. Já no ano seguinte, com um segundo EP lançado, Habits of My Heart, abriu alguns shows para Vance Joy e participou do hit I’ll keep loving you, do David Guetta.

Porém, seu álbum de estreia, Feel Something, foi lançado apenas este ano e reúne uma série de músicas marcantes… e viciantes!

 

Continue lendo!

Entre Páginas – The Underground Railroad: Os Caminhos para a Liberdade #ManBookerPrize

Por , 10 de outubro de 2017 21:22
Por Fanny Ladeira e Sabrina Inserra

No ano passado, The Underground Railroad: Os Caminhos para a Liberdade foi um dos livros favoritos de muitas personalidades – de Barack Obama à Jojo Moyes -, e quando ganhou o Prêmio Pulitzer, entrou na lista do Man Booker Prize e logo em seguida foi lançado no Brasil, não podíamos mais ignorá-lo.

Mas, mesmo não passando para a short list de um dos prêmios mais prestigiosos da literatura, ainda é uma leitura importante.

 

Underground

 

Cora é uma jovem escrava em uma plantação de algodão na Georgia. A vida é infernal para todos os escravos, mas especialmente terrível para Cora. Uma pária até entre outros africanos, ela está chegando à maturidade, que a tornará vítima de dores ainda maiores. Quando um recém-chegado da Virgínia, Caesar, revela uma rota de fuga chamada, a ferrovia subterrânea, ambos decidem escapar de seus algozes. Mas nada sai como planejado. Cora e Caesar sabem que estão sendo caçados: a qualquer momento podem ser levados de volta a uma existência terrível sem liberdade.

 

Continue Lendo!