Entre Páginas – Tartarugas até lá embaixo de John Green

Por , 4 de dezembro de 2017 7:00

Depois de 6 anos, John Green retorna com o primeiro livro desde o grande sucesso de A Culpa é das Estrelas, para nos apresentar o seu melhor trabalho.

IMG_3673A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC).

Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância -, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

Quando A Culpa é das Estrelas foi publicado, John Green já era um escritor conceituado e conhecido dos círculos da literatura Jovem Adulta (YA). Com o estrondoso sucesso de ACEDE e consequentemente, ele se tornou John Green. Um nome fácil de ser reconhecido nas livrarias e até mesmo para quem não é fã dos livros.

Assim, seu próximo livro tinha que atingir o nível de expectativa que agora, ele era esperado. E havia vários caminhos mais fáceis e certeiros em sentido de sucesso comercial, que ele poderia ter seguido, mas fico feliz por John ter escolhido um caminho diferente.

Turtles all the Way Down, tem um nome esquisito e diferente, mas que faz tanto sentido ao longo da história, que foi impossível segurar as lágrimas quando é finalmente explicado.

Quem conhece o estilo de Green, encontrará diálogos inteligentes, interações engraçadas e amigos ainda mais cômicos. Há algumas combinações e fórmulas fáceis de encontrar em suas histórias, mas que de alguma forma, ele consegue sempre as apresentar em um âmbito diferente, de acordo com o que ele quer contar.

Para quem conheceu ou só leu A Culpa é das Estrelas, pode estranhar um pouco a falta de alguns elementos nesse (como a falta de um grande romance). Só que essa não foi a história que Green quis contar e é reconfortante ele não forçar nada pelo bem das vendas

Aza é uma personagem cativante, mas são os seus defeitos e as suas fraquezas que a trazem para mais perto do leitor, já que compartilhamos e vemos tudo o que ela sofre ao tentar lutar (e perder) contra as armadilhas do seu corpo.

Quem já sofreu pelo menos 1% com ansiedade, entenderá e se sentirá sufocado em alguns momentos, já que o autor colocou um pouco da sua própria experiência, o que torna tudo muito mais poderoso e real.

Eu realmente amo o gênero Young Adult, mas me afastei nos últimos anos. Hoje leio no máximo uns 5 livros por ano. Alguns são gostosinhos, outras são oportunidades perdidas.

Tartarugas até lá embaixo, é um que me fez lembrar porque eu amo tanto esse gênero.

No final, é um livro mais para os adultos. As últimas páginas mostram bem isso.

Vivemos nossa adolescência com medo de nós mesmos e como o mundo nos aceitará. Temos vergonha do que estamos fazendo, do que estamos passando, sem perceber que tudo aquilo será importante (ou não) quando crescermos.

Mas ainda assim, aquilo é uma parte de nós, que nunca será esquecida ou ignorada.

E assim, John entregou o melhor trabalho da sua carreira.

Até o momento, pelo menos.

Ficha Técnica:

Livro: Tartarugas Até Lá Embaixo

Autor: John Green

Editora: Intrínseca

Páginas: 269

Nota: 5/5

Deixe uma resposta