Retrospectiva 2017 – O Melhor do Café: Séries

Por , 26 de dezembro de 2017 14:40

Seria impossível para qualquer um de nós mais ‘velhos’, pensar lá no final de 2017 que teríamos tantas séries à nossa disposição.

A cada semana uma nova série quente, retorno de temporada ou outra sugestão imperdível aparece, e se você marcar bobeira não conseguirá acompanhar todas elas.

Nesse ano comemos bola, e por isso, algumas já vão entrar em 2018 super atrasadas (como a segunda temporada de The Crown e Dark), mas 2017 foi campeão em nos trazer séries diferentes e desafiantes, e ficamos satisfeitas de termos parado para assistir aquelas irresistíveis.

 

 

The Good Place

Good Place

– Pela Sabrina

Se tem uma série que nos conquistou esse ano foi The Good Place!

Com um humor afiadíssimo e um plot line divertidíssimo, The Good Place é a sitcom que não sabíamos que estávamos precisando. Ela é vibrante, refrescante… e viciante!

(Sem falar nas ótimas atuações de um elenco pra lá de afiado!)

 

The Handmaid’s Tale

the-handmaids-tale

– Pela Fanny

Essa trama de distopia (mas muito atual)  criada pela Margaret Atwood, e levada para as telinhas pela Hulu (uma das concorrentes da Netflix lá fora), fez a junção de um roteiro caprichado, atuações impecáveis e uma fotográfica maravilhosa para criar a melhor série de 2017

Quem já leu o livro, O Conto da Aia, sabe o quanto a história tem um tom mais obscuro e pesado e em 10 episódios a série conseguiu explorar no tempo certo os pequenos momentos que o livro não teve tempo.

A série foi um sucesso de público e critica e retornará para uma segunda temporada, com o aval de Atwood.

 

Stranger Things

Stranger things

– Pela Sabrina

Quando uma série se transforma em um hit em sua primeira temporada, sempre ficamos apreensivos, achando que os próximos anos não conseguirão cumprir as expectativas. Mas Stranger Things conseguiu… Ou melhor, as superou!

Essa segunda temporada está ainda mais tensa e aterrorizante, repleta de cenas de impacto que ajudam a firmar o universo fantástico criado por seus idealizadores. Sem falar na dinâmica deliciosa entre os personagens, que dá ainda mais carisma à produção.

 

Game of Thrones: 7º Temporada

GOT

– Pela Fanny

Seria quase um crime eu fazer a minha lista de melhores séries do ano, sem mencionar essa temporada, que deixou todos os fãs e espectadores grudados na cadeira durante dos seus 10 domingos.

Com cenas incríveis, mortes mais que esperadas (e imensamente comemoradas) e mudanças que levam ao clímax final da trama de Westeros a série agora caminha sem os livros como referencia, e com somente mais uma temporada para acabar, os fãs continuam a fazer diversas conjunturas e a esperar pelo final dessa história.

 

Fuller House

Fuller House

– Pela Fanny

Quando Fuller House estreou há dois anos, eu tinha os dois pés atrás com a série, por tentar se alimentar do sucesso do passado.

Mas, ainda bem que não sabemos de tudo nessa vida e foi exatamente ao se libertarem do farde de tentar acompanhar Full House, que Fuller se tornou única e um dos poucos sitcons (junto com Good Place) que dá para assistir com a família inteira na sala.

 

O Tempo Entre Costuras

O Tempo Entre Costuras

– Pela Sabrina

Quem é um leitor “das antiga” do blog pode não estranhar ao ler o título dessa série. Isso é porque a produção estrelada por Adriana Uegarte é uma adaptação do ótimo livro de mesmo nome escrito por Maria Dueñas (e resenhado por aqui nos idos de 2010).

Com uma belíssima produção em 16 capítulos, a série conta a história de Sira Quiroga, uma costureira que vê sua vida se transformar ao mudar para o Marrocos durante a Guerra Civil Espanhola e, posteriormente, se torna uma espiã durante a Segunda Guerra Mundial.

Cenários incríveis, roupas maravilhosas, romances e intrigas históricas. Tem como não amar?

 

Decepções do Ano

Os Defensores (1º Temporada)

Um comentário para “Retrospectiva 2017 – O Melhor do Café: Séries”

  1. Nanda disse:

    Game of Thrones foram 7 ep a 7 temporada. Tempo entre costuras tem 17 ep na Netflix.

    São tantas séries novas q fico com uma lista enorme no estou assistindo do Netflix. Atualmente estou assistindo Jenni Rivera – a Marapiso do Bairro. Estou curtindo, fica a dica. Conteúdo autobiográficos são sempre interessantes de assistir.

    [Responder]

Deixe uma resposta