Category: Pipoca Salgada

Stephen King em Hollywood: Todas as adaptações em produção

Por , 28 de setembro de 2017 10:30

Vamos flutuar juntos?

pennywise-2017

Que Stephen King é demais isso a gente já sabia. Que Hollywood tinha uma quedinha por ele, isso também a gente já sabia. Mas parece que agora o amor cresceu e há tantas novas produções/adaptações sendo feitas, que fica difícil acompanhar o que vem pela frente.

Para ajudar o calendário e organizar as suas leituras (ler o livro antes do filme e etc), listamos abaixo todas adaptações que estão em curso.

IT – Capítulo 2

Pennywise dançando

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – Mulher Maravilha é ok

Por , 8 de junho de 2017 19:15

Mulher Maravilha chegou  quebrando recordes e mostrando que super heroínas também podem ter espaço no cinema.

Será um passo que terá um papel positivo para os filmes dirigidos/sobre mulheres, só não é toda essa Coca-Cola que montaram em cima dele.

WONDER WOMAN

Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas.

Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Quando se fala de super heróis, cada uma tem um favorito. Seja pela história, o poder ou até mesmo o background do personagem, é possível se conectar (ou não), com cada um (ou vários) deles.

Eu nunca fui uma pessoa muito ligada na Mulher Maravilha (sempre gostei mais da Super Girl),  e tirando as suas participações no desenho da Liga da Justiça, não conhecia muito sobre a amazona que luta ao lado de Superman e o Batman. Tão pouco, me interessei pelas novas histórias contadas pela DC para os seus personagens.

Então, tinha uma posição mais aberta sobre o filme, não fui ver como uma fã incondicional, mas como uma espectadora.

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – A Luz Entre Oceanos

Por , 31 de março de 2017 8:30

O livro sempre é melhor que o filme, mas no caso da adaptação de A Luz Entre Oceanos, o filme faz um belo trabalho para continuar a altura

587cdcdff672ae3139f19142

Austrália, após a Primeira Guerra Mundial. Tom Sherbourne (Michael Fassbender) é um veterano da guerra contratado para trabalhar em um farol, que orienta os navios exatamente na divisão entre os oceanos Pacífico e Índico. Trata-se de uma vida solitária, já que não há outras casas na ilha. Logo ao chegar Tom é apresentado a Isabel Graysmark (Alicia Vikander), com quem logo se casa.

O jovem casal rapidamente tenta engravidar, mas Isabel enfrenta problemas e perde dois bebês – o que, inevitavelmente, provoca traumas. Até que, um dia, surge na ilha em que vivem um barco à deriva, contendo o corpo de um homem e um bebê. Tom deseja avisar as autoridades do ocorrido, mas é convencido por Isabel para que enterrem o falecido e passem a cuidar da criança como se fosse sua filha, já que ninguém sabia que ela tinha tido um aborto. Mesmo reticente, Tom concorda com a proposta.

Quando o livro foi lançado, A Luz entre Oceanos foi um dos livros mais comentados lá fora e as palavras da Sabrina AQUI, sobre o livro, são as minhas.

O livro é maravilhoso, comovente, um livro recheado de drama, mas com uma narrativa caprichada que torna a leitura incrível.

Adaptar esse livro não era fácil, afinal o diretor precisaria dosar todo o romance entre Tom e Isabel, a chegada do bebê no mar, toda a questão psicológica para que o bebê ficasse com eles, e os eventos consequentes dessa decisão.

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – (Des)encontro Perfeito

Por , 24 de março de 2017 8:30

Depois de muito procurar, encontramos uma comédia romântica de encher o coração.

manup

Nancy (Lake Bell) tem 34 anos de idade e leva uma vida fracassada no amor. Quando ela viaja a Londres para o aniversário de casamento de seus pais, conhece Jack (Simon Pegg), que confunde Nancy com a garota que ele está esperando para um encontro às cegas. Sem desfazer a confusão, Nancy assume a identidade da garota que Jack esperava, e passa uma ótima noite ao lado do pretendente. Mas uma hora a mentira vai ser descoberta…

Alguns anos atrás, falamos AQUI como era difícil encontrar novas comédias românticas. As única novidades era que e tivesse algum filme do final de década de 90 e começo da década de 2000 que ainda não tivéssemos vistos.

 

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – A Bela e Fera é perfeito

Por , 19 de março de 2017 18:42

Revisitar um clássico pode ser perigoso, mas a versão em carne e osso de A Bela e a Fera conseguiu (THANK GOD!!) ser tudo o que deveria ser. a-bela-e-a-fera-critica-760x428

Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.

Há várias coisas que eu tenho MUITA EXPECTATIVA, e por isso, fico MORRENDO DE MEDO.

Quando a Disney, anunciou que faria uma versão de A Bela e a Fera com atores de verdade, eu fiquei muito feliz. Afinal, de todos os contos de fadas da Disney, esse sempre foi o meu favorito de todos.

E eu não estou sozinha nisso. Toda a história de aprender a amar apesar das aparências e ser generoso com as pessoas, encantou a maioria das mulheres da minha geração. 8 a cada 10 mulheres responderam que o seu desenho favorito de princesa é a A Bela e a fera (digo mulheres, porque as meninas de hoje em dia vão ser profundamente afetadas por Frozen).

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – O Inesquecível Oscar de 2017 e o Ganhador do Bolão #CafenoOscar

Por , 2 de março de 2017 23:10

A festa foi pontuada de momentos políticos e quebrou alguns recordes, até os negativos.

Não vamos falar DAQUELE momento. Ele já foi comentado demais.

oscars-2017-5409-234

Continue Lendo!

Blá Blá Blá – A Nova geração de Hollywood

Por , 26 de fevereiro de 2017 10:45

Muito se fala sobre a nova geração. Parece que basta uma boa temporada com rostinhos novos, que o mesmo papo vem à tona.

hollywood-portfolio-2017-no-coverlines54cfc87ad767a59853f68d53_march-2015-hollywood-cover-no-coverlines[3]

Mas há realmente uma nova geração em Hollywood, e a sua transição foi tão suave, e gradativa, que nem percebemos.

Dúvida? Basta olhar a lista de indicados e ganhadores dos últimos três anos e os indicados desse ano, para ter uma pequena prova:

  • Brie Larson
  • Amy Adams
  • Bradley Cooper
  • Jessica Chastain
  • Alicia Valkinder
  • Jennifer Lawrence
  • Michael Fassbender
  • Lupita Nyong’o
  • Benedict Cumberbatch
  • Eddie Redmayne
  • Rosamund Pike
  • Felicity Jones
  • Emma Stone
  • Andrew Garfield
  • Rachel McAdams
  • Tom Hardy

Isso porque listei somente os que foram indicados ao Oscar, há ainda muitos atores fortes e com um futuro muito promissor como Elle Fanning, Idris Elba, Bryce Dallas Howard, Janelle Monoe, entre outros, que estão (ainda) sem indicações ao prêmio.

tumblr_nk7kf356OM1ruu897o1_500

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – Moonlight: Sob a Luz do Luar

Por , 24 de fevereiro de 2017 21:39

Depois de tanta polêmica envolvida no último ano no Oscar, quem diria que esse ano vários filmes com personagens negros teriam uma abertura tão boa, e sendo assim, um desses filmes com a maior aprovação da crítica especializada?

Moonlight_Café_no_oscar_2017_café_com_blablabla

Três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas, este é um poético estudo de personagem.

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – Até o Último Homem #CafenoOscar

Por , 23 de fevereiro de 2017 23:42

Se você me dissesse há um atrás que amaria tanto o novo filme do Mel Gibson, duvidaria muito. Mas o mundo é cheio de surpresas e Até o Último Homem é um filme esplêndido.

457312.jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Durante a Segunda Guerra Mundial, o médico do exército Desmond T. Doss (Abdrew Garfield) se recusa a pegar em uma arma e matar pessoas, porém, durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva mais de 75 homens, sendo condecorado. O que faz de Doss o primeiro Opositor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso.

Em um mundo perfeito, filmes sobre a primeira e segunda guerra mundial deveriam ficar em um lugar distante e sendo analisadas pela a sua parte histórica. Mas quando essas histórias ganham um toque único e pessoal, muda tudo de figura.

Apesar de ter visto somente duas vezes, lembro com detalhes toda a trama e o que senti assistindo O resgate do Soldado Ryan, por exemplo, e tenho a impressão que algo parecido acontecerá com Até o Último Ano.

131341.jpg-r_640_360-f_jpg-q_x-xxyxxDesmond, é interpretado por Andrew Garfield, e fora de Homem Aranha e tive pouca experiência com o trabalho dele, mas não poderia ter um ator melhor para o papel. Ele trás com um poder muito grande toda a doçura, inocência e coragem que o papel precisava.

Você realmente acredita que em tudo o que ele está passando, e vai se emocionando pelo caminho.

Mesmo com a temática de guerra, o filme passa um bom tempo apresentado o seu personagem principal, as suas motivações, a sua vida fora dali, para somente depois situar todo mundo dentro do cenário de guerra no Japão.

Há uma vontade e uma dedicação muito acertada, de primeiro fazer com que o espectador entenda as motivações de Desmond.

E ver o projeto completo e finalizado, dá para entender porque Hollywood decidiu ‘perdoar’ e tirar da geladeira Mel Gibson depois dos incidentes do passado. Pode não ter potencial para ganhar a estatueta no domingo, mas é um filme que tem coração e um propósito bem desenhado.

Novamente, fui pega de surpresa com a história sendo baseado em atos reais (aconteceu com Lion também, como falei AQUI). É uma história tão inacreditável que você praticamente implora para uma pessoa não tenha passado por tudo isso na vida real.

atc3a9-o-c3baltimo-homem-2Claro que exatamente tudo o que torna o filme bom, acaba o prejudicando. A história fica muito piegas em alguns momentos e é difícil até separar a realidade das frases e atitudes tão redondas e certas.

Foi um filme que dividiu críticos e que com certeza deve ter dividido o público da academia. Como Melhor filme e melhor direção, dificilmente o filme consegue levar. E apesar de sofrer a concorrência forte de Casey Affleck, Andrew Garfield não ficaria tão deslocado levando o prêmio para a casa.

De todos os filmes indicados esse ano, acredito que esse vai sobreviver ao teste do tempo, exatamente pela facilidade e identificação com o tema, entre pessoas de várias idades.

Agora, é ver para crer.

Ficha Técnica:

Filme: Até o Último Homem

Direção: Mel Gibson

Elenco: Andrew Garfield, Vince Vaughn e Teresa Palmer

Ano de lançamento: 2016

Nota: 4/5 estrelas

Pipoca Salgada – Lion: Uma Jornada para Casa #CafenoOscar

Por , 22 de fevereiro de 2017 20:46

Lion é um filme emocionante e bonito, que apresenta Nicole Kidman como não víamos há muito tempo.

2423_capa

Quando tinha apenas cinco anos, o indiano Saroo (Dev Patel) se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfrentou grandes desafios para sobreviver sozinho até de ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.

Filmes sobre jornadas inacreditáveis são sempre bem vistos pelo Oscar. Esse é um padrão, que todo ano, há pelo menos um filme que segue a risca.

409904Lion pode ter uma temática um pouco diferente do esperado, mas é o filme que preencheu essa cota durante a temporada 2017 das premiações.

Mas atingir a cota, não é necessariamente ser ruim. Longe disso. O Discurso do Rei é um filme esplêndido, que se encaixa nessa classificação, e que mereceu o Oscar que levou.

Já Lion, apesar de não ter grandes chances na noite de domingo, não fica tão atrás assim.

Continue Lendo!