Category: Retrospectiva

Retrospectiva 2016 – Lista de Leituras

Por , 30 de dezembro de 2016 13:00

sam_4224

Quando o ano começa, podemos até tentar planejar algumas leituras em conjunto que costumam acontecer, mas a medida que o ano vai ficando mais complicado e corrida para uns, é difícil entrar em um consenso do que um quer/consegue ler em determinado momento.

Com isso, as leituras da equipe são diversificadas e olhando para lista de cada um dá para perceber uma diferença de leituras e ritmo de cada uma. Thais e Sabrina conseguiram passar as suas metas estipuladas enquanto a Fanny ficou alguns números atrás e sabe que precisa diminuir o seu número para o próximo ano.

Veja Também:

Os Melhores Livros do Ano

Só que e as nossas rotinas deixam as nossas listas diversas, há algumas similaridades, como uma queda gigantesca por romances históricos e contemporâneos e clássicos da literatura pipocando aqui e ali.

Entre os Romances e os Clássicos: O ano da Sabrina

Continue Lendo!

Retrospectiva 2016 – O Melhor do Café: Livros

Por , 30 de dezembro de 2016 12:30

E finalmente….os livros!

paraty

Temos muito interesses e sabemos da importância de sair e viver a vida, mas ainda há poucas experiências que se comparam com a de sentar e ler um livro, que ainda não encontramos nada pode substituir.

Quando abrimos as páginas de uma nova história, podemos ler em ‘uma sentada’, demorar alguns meses, ter que colocar metas diárias para vencer ou até mesmo abandonar por alguns meses para depois retomar.

Acontece que mesmo quando um livro nos é recomendado nunca sabemos como aquela história vai nos encantar, fascinar ou nos impressionar.

O ano de 2016 foi importante porque juntas vencemos um grande desafio, Guerra e Paz, e mesmo com todas as colocações que faremos em breve aqui no blog, o livro ainda entra como um dos melhores livros do ano.

Sim, é gigante, mas vale a pena.

E junto com Tolstói, descobrimos grandes escritores que passavam batido nas livrarias/biblioteca e agora são queridos, romances que nos fizeram suspirar e antigos e novos gêneros que vieram bater na nossa porta e entrar novamente nas nossas listas de prioridades.

Veja Também:

Lista de Leitura de 2016

Fechamos o ano com a nossa lista de TBR maior do que quando começamos, mas com a certeza de que estamos fazendo boas escolhas pelo caminho.

Nossos livros favoritos (sem nenhuma ordem especifica) são:

Sabrina

sabrina

 

 

Guerra e Paz de Liev Tolstói

David Copperfield de Charles Dickens

A Luz entre os Oceanos de M.L. Stedman

Os Luminares de Eleanor Catton

 

 

 

Thais

thais

 

 

Guerra e Paz de Liev Tolstói

A redenção de Lisa Kleypas

Champion de Marie Lu (Série Legend)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fanny

fannyAltos Voos e Quedas Livres de Julian Barnes (Favorito de todos!)

O Filho Eterno de Cristovão Tezza

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada de JK Rowling

Meio sol amarelo de Chimamanda Ngozi Adichie

O Quarto Dia de Sarah Lotz

A dama da Meia-Noite de Tessa Dare

A Metamorfose de Franz Kafka

Os Luminares de Eleanor Catton

 

 

 

 

Retrospectiva 2016: Nossa Playlist

Por , 29 de dezembro de 2016 12:31

playlist

Para encerrar esse ano, mas carregar as coisas que tiverem de boas, montamos uma playlist com as músicas favoritas do ano da nossa equipe.

Tem música nova, música lançada em 2015, mas que só começamos a amar esse ano, algumas da Rihanna, Twenty One Pilots e 3 (TRÊS) do Justin Bieber.

Sim, somos descoladas nesse nível e se a música é boa, ela é boa, não importa de quem seja.

Veja Também:

Melhores do Ano: Música

A playlist está disponível no Spotify e abaixo deixamos que as próprias músicas explicarem porque foram as nossas favoritas:

Same Ol’ Mistakes – Rihanna

“E eu sei que parece errado aceitar, Mas você tem que fazer isto, e ela tem seus arrependimentos

Not Today – Imagine Dragons (Trilha sonora de Como eu era Antes de Você)

E algo não acaba enquanto não tiver acabado, Eu não quero esperar por isso”

Colors – Halsey

“Você era vermelho e gostava de mim porque eu era azul, Você me tocou e de repente eu era um céu lilás, Então você decidiu que roxo apenas não era para você”

One Dance – Drake feat Kyla

“As ruas não são seguras, Mas eu nunca fujo, Mesmo quando estou longe, Fora da cidade, fora da cidade, nunca tem muito amor quando saímos da cidade”

Work – Rihanna feat Drake

“Você tirou meu coração da manga para por na decoração, Você confundiu meu amor, eu te trouxe para o que eu sou de verdade”

Pillowtalk – Zayn

“Então vamos deixar os vizinhos bravos, No lugar que sentimos as lágrimas, No lugar para se perder os medos”

Ophelia – The Lumineers

“Oh, Ophelia, Céu ajuda o tolo que se apaixona.”

tumblr_o2z8l7fi5y1rjhh5ho1_500

Continue Lendo!

Retrospectiva 2016 – O Melhor do Café: Música

Por , 29 de dezembro de 2016 12:30

Somos muito iguais e ao mesmo tempo bem diferentes e ecléticos, e a nossa retrospectiva de hoje mostra bem isso.

photo rihanna

Quando começa o ano, apesar de ter algumas possibilidades nunca dá para prever o que você mais vai ouvir nos próximos 365 dias.

Nas lista de músicas mais escutas da Sabrina tem as previsíveis Snake Eyes do Mumford e Avalanche do Walk The Moon, mas tem também Ariana Grande, DNCE e Shawn Mendes, que devagar se tornou um novo “favoritinho” de todas.

Se você passar pela lista da Thais, vai ver que ouviu Amei te Ver do Tiago Iorc e suas bandas favoritas: Green Day e Oasis. E por aí vai…

Com uma equipe tão diferente e com gosto diferentes ( e às vezes conflitantes), a nossa lista de melhores do ano fica sempre bem diversificada e amamos isso.

Veja Também:

Nossa Playlist de 2016

Os campeões

Continue Lendo!

Retrospectiva 2016 – O Melhor do Café: Filmes

Por , 28 de dezembro de 2016 12:30

arrival-movie-explained

Entre filmes de super herói, seguido por filme de super heróis com um pouco de filme de super heróis, parece que 2016 só teve isso no cinema.

Tanto que pela primeira vez em muito tempo, os filmes que vimos para o Oscar no começo do ano, foram os que se destacaram e foram facilmente lembrados como os melhores do ano.

Continue Lendo!

Retrospectiva 2016 – O Melhor do Café : Séries

Por , 27 de dezembro de 2016 20:40

O temido 2016 está ficando para trás. Entre tantas coisas ruins, trágicas e tristes que aconteceram nesses quase 365 dias que passaram, o ano trouxe alguns alentos que serviram para que ainda fosse possível sobreviver.

Filmes, séries, músicas e os nossos tão amados livros, que foram pontos de luz entre tantas trevas, e serão sobre esses grandes nomes (e algumas decepções) que falaremos durante a nossa retrospectiva nos próximos dias.

Hoje começamos falando das séries!

o-melhor-de-2016-series

Assistir séries hoje em dia não é o mesmo tormento de sempre.

Quando uma ótima séries não estreia no Netflix e Amazon com todos os seus capítulos devidamente disponibilizados para você ver tudo naquele momento a TV a cabo dá um jeitinho para que o mundo assista junto. Afinal, em tempos de twitter e Facebook dificilmente um spoiler não aparece na sua TL em 24 horas.

Seguindo uma tendência dos outros anos, em 2016 as produções para TV colocaram no bolso o cinema. Com fantásticos e cotados atores, diretores de peso, roteiros fantásticos e sem economizar nenhum dinheiro, as séries estão se tornando a referência para a qualidade e diversidade.

E é essa mesma diversidade que faz com que nossa equipe goste de coisas diferentes e diversas dentro do ano. Sabrina amou Stranger Things, a Fanny maratonou The Crown e ficou dividida com Jessica Jones e The OA, enquanto o Will e a Thais tiveram um ano corrido em que nenhuma produção que eles tiveram tempo de ver se destacou.

Na verdade, com a correria desse ano e tantos outros interesses, ainda não deu tempo de ver tudo o que gostaríamos de ver.

Séries elogiadas como This is Us e Victoria, ficarão para serem conferidas em 2017, e até mesmo Guerra e Paz de 2015 ainda não conseguimos baixar da nossa lista.

Abaixo vocês conferem a nossa lista de séries favoritas do ano, sem nenhuma ordem especifica e somente quando chegamos na lista fechada que reparamos que todas são do Netflix ¯\_(ツ)_/¯.

Stranger Things

–   Pela Sabrina

stranger-things-netflix
Na minha opinião, esta foi a maior surpresa do ano no quesito séries.

A produção original da Netflix começou agradando os fãs de Cultura geek e terminou arrebatando milhares de pessoas pelo mundo todo – independentemente do sexo ou da idade dos espectadores.

Para mim, o maior exemplo disso é o que aconteceu na minha casa: eu comecei a assistir sozinha e a resgatar meu lado nerd, que jogava RPG nas férias com os amigos e lia “O Senhor dos Anéis” aos 13 anos. Porém, aos poucos a família toda foi sendo fisgada pelo suspense em torno do desaparecimento de Will, os poderes de Eleven e o Mundo Inverso.

Com muitas referências aos anos 80, a série mistura elementos de fantasia, ficção científica e teorias da conspiração que nunca (?) se comprovaram. O resultado desse mix é uma obra por vezes divertida e por vezes assustadora… e viciante!

Continue Lendo!

Café Retrô 2015 – Leituras do ano

Por , 30 de dezembro de 2015 9:00

 

Retrospetiva 1

Como vocês puderam observar no nosso post sobre as melhores e piores leituras de 2015, neste ano reduzimos bastante a quantidade de livros lidos, mas também avançamos bastante em desafios como o de comprar menos livros e de ler mais clássicos.

A Fanny quebrou a banca com a leitura completa das peças do Shakespeare, a Sabrina dobrou o número de clássicos lidos, a Thais caprichou nos romances e o Will desbravou novos gêneros.

 

Confira a nossa lista completa com as leituras de 2015!

Café Retrô 2015 – Os melhores e as decepções da literatura

Por , 29 de dezembro de 2015 12:05

Retrospetiva 1

 

Depois de anos com metas literárias mirabolantes, queríamos deixar este ano um pouco mais leve. Somado ao desafio que limitava a nossa compra de livros, foram poucos os lançamentos que acompanhamos.

Isso também nos permitiu uma liberdade maior na escolha de leituras, afinal, somos bem ecléticos. Com isso, desencalhamos clássicos e mais clássicos das nossas estantes, demos preferências aos e-books e acompanhamos a continuação de diversas séries.

Nem por isso deixamos de acompanhar completamente os lançamentos e o que aparecia de novo por aí. Para o blog, este ano não foi tão positivo para o mercado literário, pois não houve a introdução de novos conteúdos significativos e não tivemos grandes best-sellers como em outros anos (Cinquenta tons de Cinza e John Green).

Fomos invadidos, literalmente, pelos livros de colorir. Em todos os lugares, lojas, bancas de revista, mercados… Os livros de colorir dominaram o mundo e figuraram absolutos na maioria da lista dos mais vendidos (pelo menos naquelas que os computaram…).

Este foi um ano de continuação de séries de grande apelo para o público juvenil, como A Herdeira, da Kiera Cass, e Minha Vida Fora de Série – 3a temporada, da Paula Pimenta.

Também tivemos, finalmente, a consagração dos romances históricos, que conseguiram um público fiel e foram largamente publicados neste ano. Autoras nacionais também tiveram sua vez e grandes sucessos nacionais como Carina Rissi, o quarteto de Um Ano Inesquecível, Bianca Briones e Isabela Freitas com os seus livros de autoajuda. Também não podemos esquecer os blogueiros/vlogueiros como Kéfera e Cristian Figueiredo, que levaram milhares de fãs à loucura em eventos pelo Brasil.

E entre tudo isso, os melhores e algumas decepções apareceram no nosso ano e listamos cada uma deles abaixo:

Continue Lendo!

Café Retrô 2015 – O ano em que (quase) não compramos livros

Por , 28 de dezembro de 2015 12:31

Retrospetiva 1

 

No final de 2014 decidimos que neste ano diminuiríamos o número de livros comprados e focaríamos naqueles que estavam em nossas estantes (e que são muitos!). Para isso criamos um desafio, que comentamos por aqui.

Por muitas vezes, as inúmeras promoções de livros nos faziam acumular mais e mais exemplares, que dificilmente teríamos tempo de ler em um futuro próximo. Para mudar isso, criamos algumas regras para podermos comprar livros novos, e com isso conseguimos aproveitar melhor nossas leituras, nos desprendermos um pouco das metas de livros por ano e aproveitar um pouco mais os clássicos.

Continue Lendo!

Café Retrô – Cinema e TV: O ano em que a Netflix reinou em nossas vidas

Por , 27 de dezembro de 2015 19:26

Retrospetiva 1

 

2015 foi o ano em que a Netflix se consolidou como o grande gerador e distribuidor de filmes e séries.

Antes disponibilizando somente conteúdo de outras emissoras, neste ano a Netflix alcançou o sucesso com a produção de conteúdo próprio, original e de qualidade como Sense 8, Narcos, Séries da Marvel, House of Cards e Unbreakable Kimmy Schmidt.

As séries da Netflix dominaram de longe a lista de melhores do ano. A televisão americana voltou-se mais para a continuação de séries de sucesso consolidado, com destaque para How to get away with a murder, que continua impecável.

Para a tristeza dos fãs, séries de grande sucesso como Mad Men e Downtown Abbey chegaram ao final, com últimas temporadas de grande repercussão.

Já no âmbito do cinema, este não foi um ano de grandes lançamentos… com a exceção de um blockbuster que vamos citar logo mais!

Tivemos a finalização da trilogia (de quatro filmes) de Jogos Vorazes, que foi de certa forma decepcionante; a esperada adaptação de Cinquenta tons de cinza, que pode não ter agradado a todos mas foi muito bem de bilheteria; Velozes e Furiosos 7, da franquia de grande sucesso, que acabou sendo um filme homenagem a Paul Walker – talvez o sucesso do longa tenha ocorrido mais pela movimentação dos fãs do que pelo conteúdo do filme; a continuação de Mad Max, sucesso nos anos 80, voltou com tudo para agradar aos fãs antigos e corre o risco até de concorrer ao Oscar; por fim, não podemos deixar de citar o grande destaque do ano: Star Wars – O Despertar da Força, que acabou de chegar nas telas e já é um sucesso consolidado. Ele tem tudo para conquistar mais fãs para a franquia!

No Brasil, continuamos focados em filmes de comédia “água com açúcar”, que buscam mais bilheteria do que conteúdo, exceto pelo excelente Que horas ela volta?.

Na televisão, enquanto os canais abertos patinam no conteúdo e no Ibope, poucas novelas se sobressaem, como Verdades Secretas e Além do Tempo.

 

Continue Lendo!