Posts com a tag:filme

Café Irlandês – 6 Livros para ler (JÁ) antes do filme estrear

Por , 9 de agosto de 2017 20:09

 cafe irlandes

Nada melhor que pegar um cineminha e curtir uma história envolvente.

Muitas dessas histórias são inspiradas/adaptadas à partir dos livros, e a maioria dos leitores gosta de ler SEMPRE o livro antes de ver o filme.

Para ajudar a programar as suas próximas leituras, listamos 6 livros para ler antes do filme estrear.

 

1 – Os Meninos que Enganaram os Nazistas

Os meninos que engavam os nazistas

 

Paris, 1941. O país é ocupado pelo exército nazista, e o medo invade as casas e as ruas francesas. O poder de Hitler se mostra absoluto e brutal… É durante um dos períodos mais turbulentos da História que a emocionante narrativa de Joseph e Maurice se desenrola. Irmãos judeus de 10 e 12 anos de idade, perambulam sozinhos pelas estradas, vivendo experiências surpreendentes, tentando escapar da morte e em busca da zona livre para ganhar a liberdade.

O filme já está em cartaz, mas o livro publicado pela Editora Vestígio, tem somente 288 páginas e dá tempo de ler e conferir antes nos cinemas.

 

 

2 – O Castelo de Vidro

castelo de vidro

Com ninguém menos que Brie Larson como protagonista, o filme baseado no livro de Jeannete Walls, retrata a infância da própria Walls, criada com os irmãos no seio de uma família desequilibrada, bastante pobre e nômade.

No Brasil, o livro foi lançado pela Editora Nova Fronteira. Já o filme, conta Woody Harrelson e Naomi Watts, além de Brie.

Com estreia programada para 24 de agosto, esse é um dos livros que precisam ser ‘passados na frente’, para terminar a leitura antes da estreia.

3 – A Torre Negra

O Pistoleiro

Leia nossa resenha AQUI

Continue Lendo!

Cidades de Papel – Uma análise sem filme e sem livro

Por , 10 de julho de 2015 16:49
* O post representa uma opinião pessoal desta autora e não da equipe, e todos tem o direito de não gostar de um livro/filme/autor.

Fazem exatamente dois anos que meu exemplar de Cidades de Papel está na minha estante. Dois anos em que eu peguei o livro duas vezes e não consegui passar da página 13. Dois anos que por mais que eu tenta-se ler a sinopse, não consegui encarar o livro.

Cidades de Papel

Quando anunciaram que o livro viraria filme, pensei “eis a sua oportunidade de ler o livro”, mas o tempo passou e nada. Não tenho vontade de recomeçar a história e sempre que penso, qual será o próximo livro, não me vem a cabeça Cidades de Papel. Mas qual será o problema?

Vejam bem, eu li A Culpa é das Estrelas, e achei um livro bom, até vi o filme.  Chorei como muitos (menos a minha mãe),  mas não achei nada fantástico como muitos exaltaram por aí, ou a melhor leitura da minha vida, mas uma boa leitura. Um livro bem construido com uma história cativante. Foi o suficiente para eu comprar Cidades de Papel, tendo a certeza de encontraria uma excelente leitura.

Mas então veio a popularização de John Green, o fanatismo em torno da sua pessoa, dos seus atos, das suas histórias. O mundo foi invadido por John Green. A Culpa é das Estrelas fez tanto sucesso, que levou a história para outro patamar, a dos clássicos juvenis (Ao lado de Meu Primeiro Amor?).

A internet foi invadida pelos Nerdfighters (nada contra também), e eu fiquei enjoada de tanto estardalhaço em torno de sua pessoa e de sua obra. Conforme iam divulgando as primeiras informações de Cidades de Papel, a vontade de assistir o filme foi diminuindo.

Tudo que é muito “over”, acaba mais atrapalhando do que nos fazendo gostar, vejam o excesso de divulgação de cenas de Cinquenta Tons de Cinza antes do filme, as pessoas cansam antes mesmo de começar. E foi isso que aconteceu comigo.

Cansei de John Green, cansei de A Culpa é das Estrelas e cansei desse negócio de o autor se tornar mais importante que sua obra.FullSizeRender (2)

Li uma crítica ao filme,  que achei bastante interessante, a afirmação é que Cidades de Papel mistura os clássicos Conta Comigo e O Clube dos Cinco, talvez um pouco exagerado, mas não posso afirmar nada sem ter lido (ou visto) algo. Com certeza o filme, a história e seus atores tem os méritos.

Se não irei ler Cidades de Papel, não posso afirmar. Pode ser que amanha, finalmente decida pegar o livro e finalizar esta leitura. Mas tenha certeza que não encararei outros títulos do autor. A fase já passou.

 

Pipoca Salgada – Golpe Duplo

Por , 13 de março de 2015 10:00

Quando vi o trailer deste filme, foi na sessão de estréia de Cinquenta Tons de Cinza, sessão essa na qual houveram aproximadamente 10 trailers antes do o filme começar, então resolvi falar um pouco desta estréia para voces.

golpe duplo

Continue lendo 'Pipoca Salgada – Golpe Duplo'»

Sessão Pipoca – Homens, Mulheres e Filhos

Por , 4 de dezembro de 2014 17:45

men-women-and-children-poster

“Homens, Mulheres e Filhos” é o novo filme protagonizado por Ansel Elgort, e é a nossa indicação para o final de semana de estreias.

Continue Lendo!

Café Irlandês – 5 Filmes que nunca foram lançados

Por , 2 de dezembro de 2014 12:58

Irish-coffee-logo-color

Quem assistia muitos desenhos na infância desejou por muito tempo que eles fossem produzidos para o cinema, mas sabe como é Hollywood, e quando eles batem o pé para não é não, e pronto. Fiz a lista de 5 desenhos ou séries que espero até hoje o lançamento de um longa-metragem. Será que algum dia vão lançar?

 A_Caverna_Do_Dragão_Filme_Cartaz

  1. A Caverna do Dragão

Qualquer garoto da minha geração conhece e ama esse desenho, Caverna do Dragão foi um dos desenhos mais emblemáticos da minha geração. Mesmo não tendo um final na TV, queremos até hoje o filme.

 Doug_Filme_Cartaz

  1. Doug

Doug Funnie, Skeeter e Paty Maionese faz muita gente parar na frente da TV para assistir os divertidos episódios.  Eu amava o desenho (amo até hoje) e adorava ver o Doug entrar nas maiores enrascadas.

 Pink_e_Cerebro_Filme_Cartaz

  1. Pink e o Cérebro

O que eu mais gostava no desenho era que toda a vez o Cérebro sempre era vencido e nunca conseguia dominar o mundo. Gente, tão divertido o ver fazer o Pink sofrer. Já quero ver mais!

 Punky_Filme_Cartaz

  1. Punk – A Levada da Breca

Essa é uma das séries que mais me marcaram quando era criança, a história da menina órfã era incrível. Já chorei varias vezes assistindo, nem sabia que aquando crescesse iria chorar ainda mais com série mais dramáticas e adultas. Hahaha

 Capitão_Planeta_Filme_Cartaz

  1. Capitão Planeta

Porque ele é sustentável, é legal e tendência mesmo sendo um desenho que foi feito só para conscientizar os telespectadores sobre a importância de salvar o planeta dos males causados pelos seres-humanos. Eu amava quando o capitão chegava com seu lema “Pela união de seus poderes, eu sou o Capitão Planeta!”.

Pipoca Salgada – What If

Por , 13 de novembro de 2014 9:00

What_If_banner

Filmes feitos para jovens adulto estão em alta, mas poucos conseguem transmitir tão bem uma história forte e profunda sem se perder pelo caminho. Fico tão feliz quando assisto a um filme que consegue fazer com que sua missão seja concluída e chegue redondo para os telespectadores.

Daniel Radcliffe vem se consolidando na sua carreira de ator, e até agora tem se mostrado um arista versátil. Está enfrentando todos os projetos que acredita serem positivos, já passou por musicais, peças de teatro, filmes de horror (leia aqui a nossa crítica a Horns) e agora chega em um filme indie de comédia romântica jovem.

Continue Lendo!

Especial Halloween – Horns

Por , 30 de outubro de 2014 10:05

Horns-poster-junto

Desde que Harry Potter acabou, todos sempre ficam pensando no que os atores vão aprontar depois de terem passado tanto tempo em um único projeto (mesmo que seja divido em 8 filmes). O fato é que apesar de tentar sair da imagem de jovem bruxo, Daniel Radcliffe sempre vai ser o Harry Potter, e encaixá-lo em trabalhos no cinema é um tanto arriscado para não passar a imagem errada. Mas se você ainda não conhece outros trabalhos do ator desde o término do final da saga épica, precisa ver a sua atuação em Horns, uma das melhores até hoje.

Um jovem de 26 anos de idade descobre um dia, quando acorda, que sua namorada foi estuprada e assassinada. Ele é imediatamente apontado como principal suspeito, o que o obriga a partir em busca do verdadeiro responsável. Sua arma será o par de chifres que crescem em sua cabeça, e forçam as pessoas que lhe encontram a revelarem seus segredos.

Se eu gostei de Horns? Sim, eu gostei. Mas não foi sensacional. Deixe-me explicar melhor. O filme segue o jovem Ig Perrish que foi acusado de matar a namorada, então a cidade toda se revolta contra ele e ele mesmo tenta buscar o culpado pelo crime para julgar seu amor com as próprias mãos. A premissa do filme é muito boa, e ele segue por um caminho muito bom, não fosse pelas auto-explicações sobre o bem e o mal o tempo todo.

Horns_Gif_Filme_3

E mesmo que o filme seja auto-explicado, ele não fica chato ou parado. E é nessas horas que você presta atenção nas atuações. Daniel Radcliffe está sensacional, sarcástico e muito a vontade no papel de Ig, com todos os seus demônios. A mídia americana elogiou bastante a atriz Juno Temple, por seu papel, mas eu em momento algum vi o brilhantismo que tantos exultaram, a menina não tem nem meia dúzia de falas. Já o ator Max Minghella, brilhou com seu Lee e surpreendeu nas cenas finais.

Horns_Gif_Filme_6

Se você está preocupado se esse é um filme de terror, não se abale. Vou bater na tecla que esse é um filme de Romance de Horror. Não tem aqueles sustinhos chatos do nada, e as cenas fortes são só as das transformações, mas nada com o que morrer de medo.

Gostei do filme, Horns se mostrou com um bom fôlego e narrativa. Não li o filme, mas pelo que ouvi, dizem que é excelente. Quem sabe um dia eu dê chance? Até lá, o filme estará aí para isso.

Horns_Gif_Filme_2

Sessão Pipoca – Garota Exemplar

Por , 3 de outubro de 2014 9:00

GE

 

Amy Dunne (Rosamund Pike) desaparece no dia do seu aniversário de casamento, deixando o marido Nick (Ben Affleck) em apuros. Ele começa a agir descontroladamente, abusando das mentiras, e se torna o suspeito número um da polícia. Com o apoio da sua irmã gêmea, Margo (Carrie Coon), Nick tenta provar a sua inocência e, ao mesmo tempo, procura descobrir o que aconteceu com Amy.

Esse final de semana estreia nos cinemas o filme Garota Exemplar, inspirado no livro homônimo da Gillian Flynn… E que eu mal posso esperar para assistir!

Fiquei com o livro um bom tempo parado na minha estante, mas quando vi a notícia de que o filme ganharia as telonas – estrelado por Ben Batman Affleck e Rosamund Jane Pike – acabei cedendo à leitura.

Sei que ainda não falei sobre o livro por aqui (shame on me!), mas confesso que gostei bastante da obra e acho que pode resultar em um ótimo filme! Tenho impressão de que a escolha do Affleck para dar vida ao Nick foi muito boa e estou ansiosa para conferir a performance do ator.

E pelo visto eu não sou a única pessoa com altas expectativas… “Rolam boatos” de que a película pode figurar entre os indicados do Oscar 2015. Será?

O meu único porém é que eu espero que o filme consiga manter o suspense até o final. O livro deixa tantas pistas, que lá pela metade você já sacou qual é o grande mistério – #oremos para que no longa metragem seja diferente!

E aí? Alguém mais está ansioso para conferir essa adaptação cinematográfica?

 

Sessão Pipoca – The Maze Runner

Por , 18 de setembro de 2014 12:17

maze-runner-banner

Com essa onda de distopias e livros com futuros pós-apocalipticos sendo adaptados para o cinemas, chega mais uma história e que promete muito. Maze Runner é aquela história que te prende desde o começo por ser eletrizante e muito instigante. Analisando o trailer você sente a tensão e toda a tortura piscológica que os personagens estão sentido presos na clareira e em volta do GIGANTE e EXTENSO labirinto. A expectativa é tao alta que a FOX já encomendou o segundo filme da franquia e tem expectativa de lançamento para o ano que vem.

Continue Lendo!

Pipoca Salgada – Godzilla

Por , 24 de maio de 2014 20:24

BR-Pub Poster Main - GZA

Não sei se vocês conhecem o monstro aquático sessentão Godzilla, lembro que desde criança assistia o desenho e também o filme de 1998, com todos aqueles defeitos especiais e destruição em massa que tantos amamos em todos aqueles filmes dos anos 90. Esse ano, resolveram trazer para as telonas o temido monstro Japonês. Então, vamos a minha opinião? Continue Lendo!