Posts com a tag:Os Caminhos Para a Liberdade

Entre Páginas – The Underground Railroad: Os Caminhos para a Liberdade #ManBookerPrize

Por , 10 de outubro de 2017 21:22
Por Fanny Ladeira e Sabrina Inserra

No ano passado, The Underground Railroad: Os Caminhos para a Liberdade foi um dos livros favoritos de muitas personalidades – de Barack Obama à Jojo Moyes -, e quando ganhou o Prêmio Pulitzer, entrou na lista do Man Booker Prize e logo em seguida foi lançado no Brasil, não podíamos mais ignorá-lo.

Mas, mesmo não passando para a short list de um dos prêmios mais prestigiosos da literatura, ainda é uma leitura importante.

 

Underground

 

Cora é uma jovem escrava em uma plantação de algodão na Georgia. A vida é infernal para todos os escravos, mas especialmente terrível para Cora. Uma pária até entre outros africanos, ela está chegando à maturidade, que a tornará vítima de dores ainda maiores. Quando um recém-chegado da Virgínia, Caesar, revela uma rota de fuga chamada, a ferrovia subterrânea, ambos decidem escapar de seus algozes. Mas nada sai como planejado. Cora e Caesar sabem que estão sendo caçados: a qualquer momento podem ser levados de volta a uma existência terrível sem liberdade.

 

Continue Lendo!

Man Booker Prize – A Longlist de 2017

Por , 30 de julho de 2017 9:00

Man-booker-prize

 

Se tem um prêmio literário que tem (assanhado) despertado a minha curiosidade e a da Fanny é o Man Booker Prize.

A nossa curiosidade foi despertada depois que percebemos que alguns dos livros e autores de que mais gostamos no ano passado foram indicados ou vencedores desse prêmio, como Eleanor CattonJulian BarnesKazuo Ishiguro.

Para quem não está familiarizado com essa premiação, vale uma breve contextualização: o Man Booker foi criado em 1969 por uma fundação internacional baseada em Londres e premia, todo ano, os melhores livros de língua inglesa publicados nos últimos 12 meses na Inglaterra por autores vivos (porém, obras de autores de outros países são elegíveis, desde que se encontrem nesses critérios)

O julgamento é feito por um grupo de juízes que muda todos os anos e se dá da seguinte forma: em julho é revelada a lista completa de indicados (chamada de longlist). Em setembro é revelada a shorlist, já com os 06 finalistas que disputarão pelo prêmio final. E, finalmente, em outubro é revelado o grande vencedor.

Esse prêmio se tornou bastante popular, tanto que em 2005 criou-se o Man Booker Prize internacional, que aí sim abarca todos os autores vivos, independente de sua nacionalidade e da língua original da obra. O ganhador desse ano foi o livro O inferno dos outros, do israelense David Grossman, de quem falaremos em breve aqui no blog.

A característica mais bacana, que faz com que os leitores insiders gostem desse prêmio, é que ele sempre seleciona um mix bem variado de obras, e une tanto títulos de autores já aclamados como novas gerações de autores jovens e desconhecidos – o que acaba se tornando um trampolim para que eles ganhem um espaço na mídia e nas TBR’s das pessoas.

Pois bem, apresentações feitas, é hora de divulgar os livros indicados deste ano. Preparados?

 

Continue Lendo!