Posts com a tag:Paris

Entre páginas – Onde Deixarei meu Coração

Por , 26 de setembro de 2017 9:30

Comprar um livro pela capa pode lhe levar em lugares maravilhosos e outros…nem tanto.

IMG_3427Simples, careta e sem graça. É assim que Bea se vê. Então quando a super descolada Ruby e seu bando de populares passam a se interessar por sua opinião, isso só pode ser uma pegadinha. Certo? Pelo menos é assim que sempre acontece nos filmes… Mas o convite para passarem as férias em Málaga parece pra valer. E com um bônus: Bea pode se afastar da mãe irritante e controladora.

No entanto, depois de apenas 48 horas na Espanha, Bea se flagra mudando o itinerário. A menina decide visitar Paris para encontrar o pai que nunca conheceu. Afinal, a cidade luz pode emprestar um pouco de clareza a um período nebuloso de sua vida familiar. No caminho, ela conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa.

Enquanto procuram pelo pai dela nos cafés e boulevards de Paris, ela perde a cabeça em vez disso. Será que Bea é a garota de Toph ou a boa menina que sua mãe espera que ela seja? Ou será esse o verão mágico em que Bea finalmente torna-se dona do próprio nariz?

Eu sei que o conselho “não compre um livro pela capa” é bem viável é necessário para vários aspectos da vida, mas quando falamos de livros, esse é um conselho que podemos ignorar de vez em quando.

Afinal, em muitas vezes uma capa bonita e bem feita, reserva um livro fantástico (A lei deveria ser livro fantástico = capa fantástica, mas essa ainda não foi assinada).

Já tive grandes sucessos no passado e quando vi a capa e o título de Onde Deixarei Meu Coração, eu resolvi cair de cabeça, porque a combinação YA + Paris, não deveria ter erro.

Não deveria, mas infelizmente ainda não é a regra.

Continue Lendo!

Vamos Explorar! – Livros e Lugares

Por , 2 de agosto de 2015 21:15

Olá pessoal!

Tem vídeo novo no canal, na nossa coluna Vamos Explorar!.

Hoje a Thaís fala de alguns lugares que inspiraram viagens ou que ela se lembrou ao conhecer.

Nada melhor do que ler um livro e ler a descrição exata de um lugar que você conhece ou encontrar exatamente que o escritor descreveu?

Entre outros lugares a Thaís comenta sobre Londres, Paris e Brighton.

 

Além disso, estamos participando do VEDA! Durante 30 dias vamos dar indicações de livros, filmes e séries que falam sobre um tópico preferido da equipe: o amor.

 

E se você ainda não segue o nosso canal, aproveite a oportunidade para ficar acompanhando os nossos vídeos ( Se inscreva AQUI).

E não fiquem preocupados, nossa programação e posts por aqui não vão mudar e reduzir, só estamos trazendo mais uma programação variada em outras plataformas.

Vamos Fugir?! – Hostel ou Hotel?

Por , 20 de outubro de 2013 16:00

Hostel ou HotelUma das coisas mais importantes para se decidir quando viajar, é onde você vai ficar.
É um detalhe bobo que algumas pessaos não dão importância, já que em alguns tipos de viagens, é o lugar que você vai só para ‘dormir’.
Entretanto, mesmo nesses casos, você deve escolher muito bem. Afinal como será os dias da sua viagem, se o lugar que você vai para descansar, não cumpri a função?

Continue lendo 'Vamos Fugir?! – Hostel ou Hotel?'»

Entre Páginas – Travessuras da Menina Má

Por , 4 de maio de 2012 20:40

Há tempos eu estava ansiando por ler alguma obra de Mário Vargas Llosa. Sempre “esbarrei” em um livro ou outro do autor peruano pelos corredores da livraria, mas acabava mudando de ideia. Porém, minha história com Travessuras da Menina Má é um tanto quanto… conturbada. Foi preciso pegá-lo emprestado duas vezes para eu finalmente dar uma chance a ele – não me perguntem! Nem eu mesma entendo o porquê!

 

O peruano vê realizado, ainda jovem, o sonho que sempre alimentou: o de viver em Paris. O reencontro com um amor da adolescência o trará de volta à realidade. Lily – inconformista, aventureira e pragmática – o arrastará para fora do pequeno mundo de suas ambições. Ricardo e Lily – ela sempre mudando de nome e de marido – se reencontram várias vezes ao longo da vida, em diferentes cidades do mundo que foram cenário de momentos emblemáticos da história contemporânea. Na Paris revolucionária dos anos 60; na Londres das drogas, da cultura hippie e do amor livre dos anos 70; na Tóquio dos grandes mafiosos; e na Madri em transição política dos anos 80.

 

Continue Lendo!

Entre Páginas – Anna e o Beijo Francês

Por , 22 de agosto de 2011 12:00

Já estava namorando este livro desde a primeira vez que vi a capa da versão americana. Então já viram como eu fiquei feliz quando descobri que Anna e o Beijo Francês, da Stephenie Perkins, ia ser lançado por aqui, não é mesmo? Mas ele acabou ficando um pouquinho lado até que, convencida pelos milhões de comentários positivos da Lica, do Bookeando e da Ily, do Por Essas Páginas, acabei passando o livro na frente da minha pilha de leitura. E não me arrependi!!!

“Isto é tudo o que sei sobre a França: Madeline, Amélie e Moulin Rouge. A Torre Eiffel e o Arco do Triunfo também, embora eu não saiba qual a verdadeira função de nenhum dos dois. Napoleão, Maria Antonieta e vários reis chamados Louis. Também não estou certa do que eles fizeram, mas acho que tem alguma coisa a ver com a Revolução Francesa, que tem algo a ver com o Dia da Bastilha. O museu de arte chama-se Louvre, tem o formato de uma pirâmide, e a Mona Lisa vive lá junto com a estátua da mulher sem braços. E tem cafés e bistrôs — ou qualquer nome que eles dão a estes — em cada esquina… Não é que eu seja ingrata, quero dizer, é Paris. A Cidade Luz! A cidade mais romântica do mundo.”

Anna Oliphant não está nada entusiasmada com a ideia de se mudar para Paris, já que seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu enviá-la para um colégio interno na Cidade Luz. Anna prefere ficar em Atlanta, onde tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer.Mas, ao chegar a Paris, Anna conhece Étienne St. Clair, um rapaz inteligente, charmoso e bonito. Só que Etiénne, além de tudo, tem uma namorada… Anna e Etiénne se aproximam e as coisas ficam mais complicadas. Será que um ano inteiro de desencontros em Paris terminará com o esperado beijo francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?

Sabe quando você está estressado e cansado da correria do dia a dia e só quer uma história alegre, divertida e romântica para relaxar? Anna e o Beijo Francês é a aposta certa!! Primeiro, porque o livro já começa com o cenário perfeito: Paris!!! Quem não gostaria de viver uma história emocionante às margens do Sena, com a Torre Eiffel como plano de fundo?

Segundo porque os personagens são cativantes e porque as situações pelas quais Anna passa poderiam perfeitamente acontecer com você! Por exemplo, quem nunca se sentiu completamente perdido em um país estrangeiro (pelo menos quem já foi para um)? Ainda mais se você não fala uma palavra daquela língua! – Aliás, uma das partes mais divertidas é justamente a personagem tentando se adaptar ao cardápio da cantina sem saber nada de francês!

E, para os corações mais apaixonados, a história também conta com uma boa pitada de romance! Haja suspiros para o mocinho mais sensível de todos os tempos: Étienne St. Clair! O mais engraçado é que, ao contrário dos diversos protagonistas onipotentes que invadem o universo da literatura jovem afora, St. Clair é cheio de defeitos. Mas nem mesmo a altura reduzida ou o pavor de altura são suficientes para tirar o charme do rapaz. Pelo contrário, acabam dando uns pontinhos a mais no quesito humanidade!

Já Anna encanta a todos com sua paixão pelo cinema! Achei super legal as citações de filmes antigos e consagrados e o fato de ela querer fugir do senso comum e se tornar a maior crítica dos últimos tempos! Ela é uma mocinha um tanto quanto diferente das outras e sua força equilibra perfeitamente com as fraquezas de Étienne (e vice-versa!!).

A narrativa da Stephenie flui deliciosamente e acaba antes mesmo de você se dar conta. Ela é repleta de humor e alfinetas – Nicholas Sparks que o diga! Logo no primeiro capítulo já temos uma passagem que vale toda a leitura!

Meu pai não é culto. Mas é rico.
Nem sempre foi assim. Quando meus pais ainda eram casados, éramos estritamente classe média baixa. Quando ocorreu o divórcio, todos os vestígios de decência desapareceram, e o seu sonho de ser o próximo grande escritor do Sul foi trocado pelo de ser o próximo autor publicado. Então ele começou a escrever esses romances que acontecem em Small Town Georgia sobre “pessoas com bons valores americanos que se apaixonam e então contraem doenças que ameaçam a vida e morrem”.
Fala sério.

E essa é apenas uma amostra do humor sarcástico que permeia a escrita!

Anna e o Beijo Francês é um livro sobre amor, amizade, família, falta de comunicação…! E a vida como ela é – ou, como ela seria, em uma versão (bem!!!) romantizada… Em Paris, é claro!

Ficha Técnica:

Título: Anna e o Beijo Francês (Anna and the French Kiss)

Autor: Stephenie Perkins

Editora: Novo Conceito

Páginas: 286

Avaliação: 5/5 estrelas