Posts com a tag:Sophie Kinsella

Blá Blá Blá: Os Amores de Papel #DiadosNamorados

Por , 11 de junho de 2017 20:30

post - amores

Há uma linha bem marcada que atravessamos quando nos tornamos leitores. Não é errado afirmar que deixamos um mundo cinzento para trás e começamos um percursos com várias estradas, desvios e opções.

Quando entramos nesse delicioso labirinto da leitura, dificilmente passaremos pelas mesmas experiências, gostos e desgostos de outras pessoas. Cada um carrega a sua experiência pessoal para dentro dele, e até mesmo qualquer pequena diferença dos passos (como alguns livros diferentes), podem acarretar nessas diferenças.

Por isso, ler um livro é embarcar em uma viagem, e isso vale para as coisas ruins e para as boas. Para os momentos de mistério, e da tranquilidade dos epílogos. E isso também significa, que se o personagem é encantador, temos grandes chances de nos apaixonarmos por eles.

Às vezes, é uma paixonite que termina no momento em que você fecha o livro e segue em frente para o próximo, mas há alguns personagens que nos cativam tanto,  que não queremos terminar o livro.

Ou melhor, o livro nunca termina para nós. É alguém falar o nome, que já damos aquela pequena suspirada e uma leve inclinação de cabeça, lembrando exatamente de como ele nos fez sentir.

A saudade pode ser tão grande, que em muitos momentos você relerá o livro, para se reencontrar com esse sentimento.

Se apaixonar por um personagem, é bem parecido com encontrar um desconhecido no metro, no ônibus ou até no elevador. Uma pessoa que você olha e já se sente atraído de cara. E nem sempre é só por conta do tipo físico (às vezes é, né?), mas o jeito da pessoa. Você olha e pensa: Meu número.

E aí, o ponto chega, o vagão para na estação ou o elevador para no seu andar, e você vai embora continuando a sua vida. Mas certamente, contará para alguém sobre o seu encontro, porque ele tem toques de mistérios.

tumblr_mtbympRFAX1rxqag1o1_500

Continue Lendo!

O Autor e Eu – Sophie Kinsella

Por , 5 de setembro de 2015 16:37

Em minha humilde opinião, existem poucas autoras que podem ser consideradas”Rainhas” de um determinado gênero, mas Sophie Kinsella consegue ser a melhor autora de chick-lit da atualidade.

Sophie Kinsella todos os livros

Não sabe o que é chick-lit? Um breve resumo para voces da Julianna Steffens do Lost In Chick-lit:

Chick lit é um gênero ficção dentro da ficção feminina, que aborda as questões das mulheres modernas. Chick-Lits são romances leves, divertidos e charmosos, que são o retrato da mulher moderna, independente, culta e audaciosa”

Algumas pessoas podem discordar, mas os livros de Sophie Kinsella são aqueles que melhor representam o gênero que conquistou milhares de fãs no mundo inteiro. Começando pelo livro Os delírios de consumo de Becky Bloom.

A Autora

sophie kinsella

Sophie Kinsella é nasceu em Londres em 1969 como Madeleine Wickham, cujo o nome ela também tem outros livros publicados. Atualmente ela vive na Inglaterra com o marido e os cinco filhos.

Madeleine atuou alguns anos como jornalista financeira (coincidência com nossa amada Beck Bloom?), e neste meio tempo ela escreveu seu primeiro título The Tennis Party. O livro teve uma boa recepção entre a crítica o que rendeu a ela o contrato para outros 6 livros, dois desses publicados recentemente no Brasil.

Títulos como Madeleine Wickham

  • The Tennis Party
  • A Desirable Residence
  • Swimming Pool Sunday
  • The Gatecrasher
  • Louca para Casar
  • Drinques para Três
  • Quem vai dormir com quem?

Mesmo com relativo sucesso, em 2000 Madeleine resolveu publicar um novo livro anonimamente, o que seria Os delírios de consumo de Becky Bloom. Com o pseudônimo de Sophie Kinsella, ela procurou os agentes e conseguiu a publicação do livro.

Somente quando foi lançado O Segredo de Emma Corrigan é que Sophie/Madeleine revelou a sua verdadeira identidade para o público.

O primeiro sucesso:

série delirios de consumo

Como Sophie Kinsella, o grande sucesso foi Os delírios de consumo de Becky Bloom. O livro conta a história de Rebecca, uma jornalista de finanças, que é compulsiva por compras e vive fugindo do gerente do seu banco. Inicialmente o livro era para ser uma trilogia, mas acabou se estendendo por muitos livros…

Este foi o primeiro contato que tive com a autora, e simplesmente amei o livro. É divertido, intrigante e motivador, tudo aquilo que um chick-lit deve ser. Eu particularmente li só o 3 primeiros livros, porque cansei um pouco da série e o comportamento repetitivo de Becky. Conversei com quem continuou a série, e eles não se arrependeram. Eu gosto muito dos dois primeiros livros, e amo odiar o Luke, o parzinho de Beck na série.

O livro teve uma adaptação para o cinema, com uma história bem diferente do livro, mas igualmente divertido.

Demais sucessos

O segredo de emma corriganO que mais me anima em ler qualquer livro da Sophie, é que tirando a série da Becky Bloom, todos os demais livros são história únicas e maravilhosamente inusitadas.

Tenho uma paixão muito grande pelo livro O Segredo de Emma Corrigan, e divide hoje o pódio de melhores chick-lit que já li. Umas da histórias mais criativas que pude ler, e cada vez que pego o livro me divirto horrores.

Outro livro que eu sempre indico para todos lerem é Fiquei com Seu Número, eu falo deste livro lá no vlog, é simplesmente o livro que melhor retrata a nossa realidade conectada e ao mesmo tempo é uma fofura.fiquei com seu número

Possuo apenas dois históricos negativos coma Sophie, o primeiro é não ter continuado a série Becky Bloom, e depois é nunca ter chegado ao fim da leitura de Lembra de Mim? O restante é felicidade na certa!

Querido leitor, principalmente voce mulher, se puder caia de cabeça em todos os livros da Sophie, é boa leitura sempre!

– Outros títulos:

-Samantha Sweet, Executiva do lar. <3

– Menina de Vinte

– A Lua de Mel

– A Procura de Audrey

 

 



 

 

Café Irlandês – Sensações de Leitura

Por , 23 de setembro de 2014 12:29

Irish-coffee-logo-color

Todo leitor viciado em livros é ansioso, não podemos lutar contra isso, é algo intrínseco e louco que nos consome e nos faz pensar nos assuntos viciantes por horas a fio. Seja pesquisando, lendo sobre ou apenas criando teorias da conspiração pela internet. O jeito é que ainda não inventaram um remédio para esse tipo, e enquanto não inventam seguimos inveterados e loucos para ler cada vez mais, o que vier pela frente.

ansiedade_tumblr 

ANSIEDADE
Quem nunca? Todo leitor se torna um viciado ansioso. Não vê a hora da próxima cena chegar, do próximo capítulo, das próximas emoções e não para até o fim do livro chegar.
Livros: Harry Potter, Percy Jackson

Continue Lendo!

Entre Páginas – Fiquei com o Seu Número

Por , 2 de agosto de 2013 9:30

Desde que li a sinopse do novo livro da Sophie Kinsella, Fiquei com o Seu Número, fiquei mega curiosa para devorá-lo. Afinal, em tempos modernos quem vive sem celular?

 

FIQUEI_COM_O_SEU_NUMERO_1340460498PA jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz… Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Porém, a moça acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Mas quem não gosta nada dessa história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por acontecer.

 

Continue Lendo!

Entre Páginas – Mini Shopaholic

Por , 23 de julho de 2011 12:00

Não era para eu comprar esse livro. Sério! Eu ainda tenho uma pilha gigantesca que, se não crescer (tá bom!!), vai levar o resto do ano todo para ler. Mas confesso que tive um daqueles momentos… Encarnei Becky Bloom e levei o novo livro de sua série, Mini Shopaholic, para casa. E não consegui largar por nada nesse mundo! Culpa do humor da Sophie Kinsella!

Becky Brandon (nascida Bloomwood) pensou que a maternidade seria uma moleza e que ter uma filha seria a realização de um sonho – uma companheira de compras para sempre! Mas é mais difícil do que ela pensava – com dois anos de idade, Minnie tem uma relação um pouco diferente com as compras.

Ela pode criar confusão em qualquer lugar, desde a Harrods até a Harvey Nicks ou em seu próprio batizado. Ela chama táxis aleatoriamente, sua palavra favorita é ‘Meu’ e já até começou a encomendar bolsas de grife no eBay.

Acima de tudo isso, há uma grande crise financeira. As pessoas estão tendo que apertar os cintos – incluindo todas as clientes particulares de Becky – e ela e Luke ainda estão morando com os pais de Becky. Para animar a situação, Becky decide organizar uma festa surpresa – dentro do orçamento – mas as coisas se tornam realmente complicadas.

Quem será que vai acabar no cantinho da disciplina, quem ganhará uma estrela dourada e será que os sonhos de Becky se tornarão realidade?

Ah, Becky! Estava com saudades! Mesmo não sendo uma compradora compulsiva, é difícil não me identificar com a shopaholic mais querida de todos os tempos em alguns momentos (como no que eu comprei o livro, talvez?). E é absolutamente impossível não deixar escapar muitas risadas durante a leitura de qualquer um dos seis livros da série (acredite! O ônibus inteiro tentou descobrir qual era o título daquele exemplar de capa azul).

Na verdade, minha história com Becky Bloom começou há cerca de três anos, quando o filme chegou aos cinemas. De repente, um mar de livros com uma garota desajeitada na capa invadiu as prateleiras das lojas e me deixou bem curiosa para saber do que se tratava. Mas, ainda assim, não me dei por vencida. Creio que foi somente muitos alguns meses depois que, dando o braço a torcer, busquei pelo ebook e fui introduzida no maravilhoso mundo das compras (só na história, claro!).

A narrativa da Sophie Kinsella é simplesmente muito agradável. Em nenhum momento ela pode ser definida como monótona, chata ou sem graça. Muito pelo contrário! A leitura flui deliciosamente e, no meu em alguns casos, até rápido demais. Afinal, são tantos acontecimentos e tensões que fica difícil de interromper a história no meio, seja para comer, sair ou até mesmo dormir. Me lembro de ficar acordada até 4 ou 5 horas da manhã (nas férias!) com a desculpa de “só faltam 100 páginas”, para não ter que deixar o livro de lado.

E foi justamente esse sentimento que me acolheu ao ler a primeira linha de Mini Shopaholic. Todos os personagens, já queridos por esta leitora, me cumprimentaram entusiasticamente e, de repente, parecia que não fazia anos, mas sim horas, que eu havia terminado de ler o quinto livro.

Desta vez, Becky e Luke estão de volta com a bebê mais fofa, mais mimada e mais entendida de moda da literatura chick-lit. Sim, Minnie está tornando a vida de seus pais uma verdadeira aventura (em algum momento pareceu que seria o contrário?)! E, como se esse comportamento errático já não fosse suficiente para deixar Luke com os cabelos brancos e Becky com algumas linhas de expressão, a protagonista decide organizar uma verdadeira festa de arromba para comemorar o aniversário do marido. Mas tem um detalhe: é surpresa!

Já conseguiram imaginar a confusão? E como se não bastasse, o orçamento está realmente curto, pois uma grande crise financeira está assolando o país. Desafio dobrado! Será que nada mesmo é impossível para Becky Bloom?

Recheado de situações absurdas, mentiras escabrosas e muito humor, essa é uma leitura ideal para as férias (e para qualquer outra época do ano, na verdade)! Portanto, esconda seu(s) cartão(ões) de crédito e boas compras leitura!!!

Ficha Técnica:

Título: Mini Shopaholic

Autor: Sophie Kinsella

Editora: Dell

Páginas: 448

Avaliação: 4/5 estrelas