Cafelícia – Do Avesso

Por , 31 de outubro de 2010 20:49

Já é tarde da noite. Você está cansado e decide tomar um café antes de ir para casa. Mas o cansaço é tanto que você está enxergando tudo torto! O Chão está na parede, assim como o teto. E a parede? Está no chão. Ãhn?

Calma! Você ainda não está louco! A cafeteria D’Espresso fica em Nova York e atrai diversos curiosos, ávidos para conferir a cenografia inusitada (e experimentar o café também! Afinal, ninguém é de grão ferro!).

Bem que podia ter um desses por aqui, né? Você visitaria?

Vi aqui.

Multi-uso

Por , 29 de outubro de 2010 22:21

Freddie Gredde é uma figura! O garoto criou seu canal no Youtube e, desde então, vem tentando desafiar as leis do espaço e do tempo ao interpretar 32 músicas em 8 minutos, ou 28 temas de desenho em 7 ou então, como é o caso do vídeo abaixo, um medley com os temas das principais séries de televisão.

A questão não é se ele canta bem ou toca como um Deus da guitarra, mas sim a criatividade (e o fôlego) de seus vídeos! Vale a pena conferir!

Desenhos:

32 músicas em 8 minutos. Duvida??

Por falar em música… O soundcloud, que é onde eu hospedava as músicas do #nowplaying mudou a política de postagem e desde então, estou tendo alguns problemas para subir as faixas… Eu já encontrei outro lugar para fazer os uploads, mas a pergunta que não quer calar é: Vocês gostam do esquema de ter músicas no final dos posts, ou é desnecessário?

Vou deixar a enquete no blog durante uma semana… A escolha é de vocês!

Entre Páginas – Crescendo

Por , 28 de outubro de 2010 22:28

Aconteceu. Eu estabeleci um precedente. Quem me conhece sabe que eu sou muito impaciente quando se trata de um livro que eu gosto. Quero logo a continuação. E, se ela não existe em português… Eu saio atrás da versão em inglês mesmo.

Até Linger, eu costumava esperar alguém traduzir, ou até mesmo, com muita dor no coração, deixar meu “destino” nas mãos das editoras. Mas não mais. Não preciso dizer que surtei quando Crescendo, continuação do meu queridíssimo Sussurro, da Becca Fitzpatrick, ganhou as prateleiras americanas, no dia 19 de outubro. Fui logo atrás do meu exemplar!

E não me arrependi!

Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar um relacionamento com seu anjo da guarda, Patch (que, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical); e sobreviver às armadilhas de um inimigo misterioso, as coisas não andam nada bem.

Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é pelo seu próprio bem ou se seu interesse se deslocou a sua arqui-inimiga, Marcie Millar.

Sem mencionar que é assombrada por imagens de seu pai e fica obcecada em descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que saiu para Portland e nunca mais voltou.

Nora ainda investiga o mistério da morte de seu pai, quando se questiona se a sua herança genética Nephilim tem algo a ver com tudo isto, bem como o fato de que parece estar em perigo a todo momento.

Como Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar empenhado em ficar em seu caminho, ela tem que começar a encontrar respostas por conta própria. Confiando demais no fato de que tem um anjo da guarda para protegê-la, Nora põe em risco sua vida novamente. Mas ela pode realmente confiar em Patch, ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que pode imaginar?

 Atenção! Contém spoilers de Sussurro!

Tudo começou com a última página de Sussurro. Ou foi no começo? Não sei. A verdade é que o livro me deixou com um gosto muito amargo de quero mais.

A culpa é da Becca! Ela criou um dos personagens mais carismáticos e apaixonantes do mundo literário: Patch Cipriano! (os defensores ferrenhos da literatura clássica que me perdoem, mas quem se apaixonaria por Raskólnikov???)

O anjo-caído não tem meias palavras: tira onda da personalidade “certinha” da mocinha, dá em cima dela desde o começo e ganha a vida na sinuca (alguém acredita mesmo que ele se vira apenas com o que ganha servindo mesas no Boderline?).

Para quem não leu o primeiro livro da saga Hush, Hush, mas quer ler esta resenha assim mesmo, aqui vai um breve resumo: Em Sussurro acompanhamos as incertezas de Nora Grey acerca do seu nem um pouco ortodoxo companheiro de laboratório e a busca por suas verdadeiras intensões. Será que Patch é o culpado pelos estranhos acontecimentos que a cercam e que colocam sua vida constantemente em risco?

Crescendo se passa dois meses depois do desfecho de Sussurro. Após salvar Nora de seu descendente Nephilim, Chauncey, Patch recuperou suas asas e conquistou o coração de sua protegida. Porém, o que ambos não sabiam é que, com o cargo de anjo da guarda, vêm as exigências.

Nora fica desconfiada das frases evasivas do namorado e, depois de uma descoberta avassaladora, decide se afastar dele. Bem, afastar não seria bem a palavra… Para falar a verdade, a personagem me tirou um pouco do sério com suas constantes indecisões sobre seus sentimentos por ele.

Para piorar a situação, Patch se aproxima de sua arqui-inimiga, Marcie Millar e Nora ainda tem que dividir a atenção de sua melhor amiga, Vee, com o novo namorado dela: Rixon. É. Você leu certo! O anjo caído e melhor amigo de Patch está às voltas com a nossa fofoqueira mais querida.

Como se não bastasse, em Crescendo somos apresentados ao “novo melhor amigo de infância” de Nora: Scott Parnell. O garoto de atitudes suspeitas volta para Coldwater e desperta a desconfiança de Nora.

Enquanto isso, a mocinha ainda tem que desvendar o mistério das estranhas aparições de seu pai e lidar com o fato de que o homem que ela ama pode ter sido responsável pela morte dele. Sem falar na guerra que está se formando e no final surpreendente…

Enfim, emoção é o que não falta no livro! Porém, além do ótimo enredo, confesso que o que me fez virar as páginas furiosamente foi a esperança de me deparar com os encontros eletrizantes (mesmo que por acaso) de Nora e Patch. Porque Patch nunca é demais!!!

(Para as fãs mais enlouquecidas do anjo, uma surpresa: em Crescendo descobrimos o verdadeiro nome dele!!! E de uma maneira um tanto quanto… Ah! Leiam o livro!!!)

Book Trailer

 

 

Cafelícia – Dá até pena…

Por , 26 de outubro de 2010 23:07

Dia frio e chuvoso. Você passou longas horas gélidas e úmidas na rua, andando de um lado para o outro e decide parar em algum lugar (com paredes, de preferência), para saborear um delicioso café e esquentar um pouco.

A xícara se aproxima, grande e promissora. O garçon a coloca na sua frente e quando você vai dar o primeiro gole, percebe dois “olhinhos” te encarando. Ou uma flor desabrochando. Ou até mesmo, uma borboleta alçando vôo. Tem vezes que dá até pena de desmanchar essas obras de arte!

Sessão Pipoca – Scott Pilgrim Contra o Mundo

Por , 25 de outubro de 2010 21:22

O filme conta a história de Scott Pilgrim, um jovem que conhece a mulher do seus sonhos, mas que só poderá conquistar seu coração se lutar contra seus sete maléficos ex-namorados. Cada um deles possui um super-poder. Baseado em uma série de histórias em quadrinhos criada por Bryan Lee O´Malley.

Com:  Michael Cera,Mary Elizabeth Winstead, Chris Evans, Brandon Routh, Jason Schwartzman, Aubrey Plaza, Kieran Culkin, Anna Kendrick, Mark Webber.

Estreia: 29 de outubro

O quê você faria se para conseguir ficar com a garota de seus sonhos, você tivesse que lutar com uma penca de ex-namorados briguentos? Se a situação já é difícil no mundo “real”, para Scott Pilgrim o problema é maior ainda. Os “ex” de sua garota, conhecidos como os “7 ex do mal”, farão de tudo para acabar com ele.

Com um quê de mangá e um pé no estilo exagerado de “Zumbilândia”, o filme é daqueles para se assistir em um momento de descontração (e, convenhamos, sem exigir uma trama rica de detalhes e discussões filosóficas). Para os amantes da comédia declarada, anotem aí: o filme chega às telonas neste fim de semana.

 

 

#nowplaying Shakira Feat. Pitbull – Rabiosa

Blá Blá Blá – Só para meninas

Por , 23 de outubro de 2010 23:13

As boas vindas estão até no ar. Um aroma adocicado de chiclete de tutti-frutti recebe as visitantes de até 17 anos. Ou, pelo menos, é o que diz a placa na porta.

Uma menina de vinte e outra sessenta anos mais velha, recebem “permissão” para entrar no local. “Mas só desta vez”, ralha a faxineira de olhar severo.

As paredes, recobertas de papéis cor-de-rosa, recepcionam as visitantes, encantadas. Mini lustres de cristal cobrem as lâmpadas, e quadros de um vintage francês dão o toque final. O banheiro mais parecia ter saído das páginas da série “O Diário da Princesa”, da Meg Cabot.

Ao fecharem a porta e atingirem o corredor do shopping movimentado, elas se despedem daquele mundo encantado, restrito apenas para jovens meninas. Mas a juventude as acompanha. De mãos dadas.

#nowplaying Shakira – Lo Que Más (a música mais linda do novo CD da minha cantora colombiana favorita!!)

Nada como a criatividade!

Por , 22 de outubro de 2010 21:53

Sou apaixonada por comunicação. Apesar de ter me aventurado pelas entranhas do jornalismo, vira e mexe me aventuro no Design, na Publicidade… (mas só nos sites mesmo! Não tenho nenhum talento para a coisa!!).

Em uma dessas andanças, me deparei com uma propaganda MUITO criativa feita para o McDonald’s nos Estados Unidos. Gosto da publicidade divertida, inteligente e não-óbvia. É inspiradora!

Conhecido por ter o minuto do intervalo comercial  mais caro do mundo, a final do Super Bowl (que, para os desinformados esportivos – como eu – é a temporada dos jogos de futebol americano nos EUA e cuja final possui a maior audiência da televisão do mundo!!) é palco dos melhores comerciais! Um exemplo é este comercial, veiculado na final deste ano:

Outra clássica é essa da Heineken, que representou muito bem as paixões femininas e masculinas!

Esses são apenas alguns míseros exemplos. Eu tentei encontrar uma propaganda de uma empresa de recolocação profissional que, na minha opinião, é uma das melhores, mas não encontrei. Se alguém já viu e tiver o link, por favor mande!!!

#nowplaying Aidan Hawken – Crush

Livros e Letras

Por , 21 de outubro de 2010 23:07

 Os Direitos Inalienáveis do Leitor

  1. O Direito de Não Ler
  2. O Direito de Saltar Páginas
  3. O Direito de Não Acabar um Livro
  4. O Direito de Reler
  5. O Direito de Ler Não Importa o Quê
  6. O Direito de Amar os “Heróis” dos Romances
  7. O Direito de Ler Não Importa Onde
  8. O Direito de Saltar de Livro em Livro
  9. O Direito de Ler em Voz Alta
  10. O Direito de Não Falar do Que se Leu

                                          Daniel Pennac, Como um Romance

Vi no Horas Serenas. Blog obrigatório para quem gosta de ler!!

 

#nowplaying Dishwalla – Nashville Skyline

Nota Musical – Better Than Ezra

Por , 20 de outubro de 2010 21:17

 

O nome é tão original que os próprios membros da banda se recusam a falar sobre sua origem. Better Than Ezra é uma banda americana natural de Louisiana e apesar de sua criação ter se dado em 1988, foi só a partir de 1996 que começou a adquirir algum reconhecimento.

Uma característica marcante da banda é o fato de que, apesar de suas músicas seguirem a linha do rock lento, seu estilo varia bastante, o que ajuda a não enjoar. Além disso, o vocal é bem marcante, o que acaba “ligando” uma música na outra.

O grupo possui 7 álbuns lançados: Surprise, de 1990; Deluxe, de 1995; Friction, Baby, de 1996; How Does Your Garden Grow?, de 1998, Closer, de 2001 (que, por causa da falência da gravadora, ficou muito tempo sem ser reeditado) e Paper Empire, de 2009.

Destaque para: Absolutelly Still, Only Natural, Briefly, Lifetime e Nightclubbing.

 

 

#nowplaying Better Than Ezra – Nightclubbing

Cafelícia – Fazendo arte…

Por , 19 de outubro de 2010 22:47

Vocês já viram que arte e café combinam. Mas se a primeira constatação se resumia apenas à desenhos (muito bem feitos) no copo térmico, essa façanha vai um pouco mais longe.

3.604 foi o número de xícaras usadas para (re)criar ninguém menos do que ela: a Monalisa! Para que a obra fosse criada, diferentes quantidades de leite foram adicionadas ao café para se conguir diferentes cores. E o resultado foi bem eficiente!

A “Cafelisa” foi criada por um grupo de australianos participante do 12º Festival Aroma Rocks, um evento realizado em Sidney, na Austrália, exclusivamente para os amantes de café, chá e chocolate. 

O vídeo dá uma ideia do trabalho insano que deu para completar a obra.

É aí que a gente se pergunta onde estava enquanto os australianos realizavam um evento dedicado ao café!

#nowplaying Joshua Radin – Sundrenched World