Posts com a tag:Fala Série!

Fala Série! – O que esperar da 10ª temporada de Doctor Who?

Por , 15 de abril de 2017 9:00

Hoje estreia a 10 temporada de Doctor Who, e com tantas mudanças à vista, há muito o que esperar.

SPOILER ALERT: Esse post contém Spoiler para quem não viu a 9ª temporada de Doctor Who.

_89411181_doctorwho_bbccredit_photographerrayburmiston_1
Parece que foi ontem que anunciaram Peter Capaldi para o papel do Doutor mais famoso da TV mundial. Escocês, um ator brilhante e trazendo um doutor mais duro, o Doutor de Peter foi único.

Claramente inspirado no primeiro doutor, ao longo das duas temporadas ele inseriu o seu estilo. O que não era um tarefa fácil.

Continue Lendo!

Fala Série – The Ranch

Por , 15 de outubro de 2016 12:31

Netflix virou sinônimo de novas ótimas séries, mas mesmo algumas ideias boas, podem desviar pelo caminho, como The Ranch.

theranch

A família de Colt, os Bennett, possuem um rancho no Colorado onde cada uma teve que crescer ajudando. Mas Colt foi tentar a carreira de jogador de futebol americano,  e quando não dá certo, tem que voltar para casa depois do seus 30 anos.
A sua saída não foi muito bem aceita pelo seu pai, Beau, um caubói rústico e muito rabugento e pelo seu irmão Rooster, que ficou para trás ajudando o pai no rancho.

A volta de Colt vai mudar um pouco a rotina familiar e trazer história antigas de volta da pequena cidade.

Stranger Things, Making a Murder, Narcos e Demolidor. Sem precisar esforçar muito a cabeça, conseguimos lembrar facilmente de ótimas séries cultuadas que a Netflix trouxe. Isso só nos últimos dois anos.

Além das mais famosas, outras produções de qualidade e que dividem opiniões também estão sempre aparecendo na programação da ferramenta que literalmente mudou a forma como estamos consumindo séries.

Continue Lendo!

Fala Série! – The Killing

Por , 13 de julho de 2016 12:51

Nada como uma ótima série policial para nos segurar no sofá, e The Killing, uma adaptação americana de uma série dinamarquesa que é excelente.

0c6e9c936643e18dcb86554c7da40d1a240f2dd76c795848e8b41e003a3a637e

Em Seattle, a detetive Sarah Linden (Mireille Enos) está em seu último dia de trabalho, antes de partir com seu filho, Jack (Liam James), para encontrar seu noivo em Sonoma.

O substituto de Sarah, Detetive Stephen Holder (Joel Kinnaman), está pronto para assumir o cargo, quando eles atendem a uma chamada de um policial em carro de patrulha, que encontrou um casaco manchado de sangue em um campo.

O corpo da garota desaparecida, Rosie Larson, é encontrado no porta-malas de um carro registrado no comitê de campanha do vereador Darren Richmond (Billy Campbell), que está concorrendo a prefeito. Linden, então, adia a sua partida, supostamente por uns dias, até que o caso seja resolvido.

Já falei diversas vezes aqui, que de vez em quando, começo a assistir alguma série no Netflix só para que ela pare de aparecer na minha lista de recomendados, e baseado no retorno que estou tendo, acho que vou continuar com essa tática.

Foi assim com Luther, Between e Doc Martin que amei. E a última dessa tacada foi The Killing.

Eu gosto de séries policias, mas tenho um pouco de preguiça de começar a ver séries que tem muitas temporadas, como Criminal Minds, mas no caso de The Killing, eu bem queria que tivesse mais episódios.

As duas primeiras temporadas da série são basicamente o que acontece na original dinamarquesa. Como vi primeiro a americana, até tentei ver a da Dinarmaca, mas a similaridade das histórias e do elenco acabou me desanimando.

Recheada de ótimos diálogos e cheia de suspense, a série te leva durante as duas primeiras temporadas para um caminho que você mal pode prever. Muitas reviravoltas no caso de Rosie Larson, não deixa quem está em frente à tela tranquilo.

Você simplesmente precisa saber como termina.

Além disso, a parceria de Linden e Holder funciona tão bem, que é difícil pensar em outro igual. Eles são cheios de falhas e bem esquentadinhos, o que leva a várias situações extremas, que só servem para rechear ainda mais a trama.

Da terceira temporada em diante, a série seguiu um roteiro próprio, se distanciando da sua original e criando outras tramas que se estendem por cada temporada.

Ainda assim, a terceira temporada foi a mais sensacional! Infelizmente o assunto era muito grande e precisava ter sido mais diluído.

the-killing-season-3-finale-recapMinha única ressalva, é com o último minuto final da série que dá uma guinada para uma resolução que odiei.

Percebendo para onde ia, eu desliguei a TV e The Killing, para mim, terminou ali. Hahah

Apesar de alguns bons coadjuvantes, são os protagonistas,  Mireille Enos e Joel Kinnaman. Eu nunca tinha visto o Joel KInnaman e depois da série, parece que ele está em todo lugar (Robocop, Esquadrão Suicida e vai estrelar uma outra série do netflix).

Depois disso tudo, volto ao começo desse review, falando o quanto essa série é excelente, por isso, não perca mais tempo.

Eu ignorei a recomenda da Netflix por muito tempo, não ignore a minha.

Sinopse: Adoro Cinema

Fala Série! – Review da 4° Temporada de Orange is the New Black (Sem Spoilers)

Por , 2 de julho de 2016 17:40

Orange is the New Black retornou para mais uma temporada, onde muitas mudanças e reviravoltas acontecem, porém, em uma temporada ligeiramente mais fraca que a anterior.

oitnb-season4

Quando a 3° temporada de Orange is the New Black (uma das séries originais do Netflix de maior sucesso) estreou ano passado, vários fizerem binge-watching (como eu) durante o final de semana. Muitas questões que ficaram em aberto, (assim como todas as mudanças eminentes) prometiam uma quarta temporada muito interessante, o que fizeram muitos esperar ansiosamente. (Leia o nosso review da 3° Temporada AQUI)

A graça de OITNB é que não virou maçante. Após o sucesso da primeira temporada, eles perceberam que a série tinha um potencial muito grande para explorar com outras personagens, não só através da Piper. Tanto potencial, que 4 anos depois, se a Piper sair não vai fazer tanta falta ( para não dizer que já faz uma duas temporadas que ninguém aguenta ela).

Continue lendo 'Fala Série! – Review da 4° Temporada de Orange is the New Black (Sem Spoilers)'»

Are You the One? Brasil – 2×01

Por , 24 de janeiro de 2016 20:08

banner-Are-You-the-One-Brasil

Foi dada a largada, enfim um novo ano se inicia e com ele todos os programas que amamos. Adorei que a MTV resolveu lançar o Are You the One? em Janeiro, que é quando o verão está bombando e a audiência jovem está de férias e gasta muito de seus domingos em frente da TV quando não tem nada de melhor para fazer.

E já de cara nessa nova formação achei o elenco bem mais bonito e interessante que a versão anterior, claro que sempre existe excessão em ambas versões, mas parece que a nova turma são bem mais harmoniosos e combinam muito mais com outros participantes, mesmo sabendo que isso é singular já que para que o par ideal fosse encontrado todos os 20 candidatos passaram por vários e vários testes de compatibilidade com especialistas.

São os mesmos 20 participantes, com 10 homens e 10 mulheres tentando encontrar seu par ideal e saindo de quebra com o prêmio de 500 MIL reais divididos entre eles.

O programa começa com todos os participantes entrando em fila indiana na piscina e com o apresentador Felipe Titto chegando para revelar as regras e dar o start no jogo. De lá já partiram para uma confraternização para poderem se conhecer melhor e já na confraternização Thaigo e Alice já deram a entender que estavam realmente afim de se conhecerem melhor, porque muita coisa bateu entre os dois.

Todas

No dia seguinte pela manhã o povo já foi se preparar para fazer o almoço, e André logo deixou bem claro para todos da casa que é o mais carismático e o que quer fazer com que a galera esteja sempre em festa, algum dos meninos se juntaram para conversar sobre as meninas e as possibilidades de match’s, nesse meio tempo Alice que não é boba nem nada já achou outro carinha para ver se ela seria par dele, e Alex foi o felizardo da gata que se mostrou muito interessado nela e nos papos.

A primeira prova do programa foi a das partes dos corpos dos participantes, foram filmadas várias partes de todos os competidores e eles seriam provados pelo poder de observação já que estavam juntos há um dia. Foram duas baterias: Uma só com os meninos sobre os corpos das meninas e a outra das meninas com os corpos do meninos. No final o grande vencedor do time dos meninos foi Paulo Roberto e o segundo, o argentino Franco. E na parte das meninas, Vanessa Aud se sagrou a mais perceptiva e em segundo lugar Julia. Cada um dos ganhadores teve a chance de escolher um pretendente para um passeio radical e ficou assim:

Paulo escolheu a Vanessa Thomé, o Franco escolheu a Fernanda Napoleão, enquanto a Vanessa Aud escolheu o Raoni e a Julia o Felipe Garone. Na noite após a primeira prova, Fernanda Raja resolve dormir juntinho de Felipe Laport e pela manhã enquanto está entre os meninos Felipe revela que a noite foi boa para ele, mas logo Fernanda que está perto fica puta e já fala gritando para todos ouvirem que não rolou nada entre os dois.

 

Vamos direto ao passeio, e enquanto está rolando o passeio com os 4 casais, os que ficaram na casa aparentemente sem o que fazer tem e missão de escolher um casal para ir até a Cabine da Verdade que é a única forma realmente de saber se eles são ou não par ideal, e assim validar o que a casa acha que vai dar PAR IDEAL.

No passeio os casais foram fazer Rafting, saíram em 2 botes com 2 casais em cada, eles se divertem muito e tem um dia/tarde bem agradáveis. Após o Rafting, cada casal vai para um canto e é hora deles se conhecerem melhor. Paulo e Vanessa foram os primeiros e ele jogou de cara que ela foi a primeira pessoal que chamou a atenção dele assim que eles se viram, e que ela era sua primeira opção, ela disse que ele também foi o que mais saltou aos seus olhos inicialmente. Felipe Garone e Julia foram o segundo casal, e chegaram a decisão que pode rolar algo entre eles, mas que estão abertos para outras pessoas na casa. Raoni e Vanessa Aud acham que se combinam e que existem muitas coisas sobre os dois em comum.

Quando os casais já estavam de volta na casa, Felipe Titto entrou enquanto todos estavam juntos na sala para revelar quem foi o casal que ganhou o direito a ir à Cabine e descobrir se eles são match. A casa decidiu por Raoni e Vanessa Aud e os dois vão direto para a Cabine. E sabemos que se os dois forem PAR IDEAL eles saem direto para a Lua de Mel e vão passar dias maravilhosos de amor e aventura em um hotel 5 estrelas até o programa acabar, só voltando para a casa nas festas. Os dois chegaram na cabine e estavam bem apreensivos e enquanto eram analisados, o monitor revelou que eles são PAR INCOMPATÍVEL, mas que ao saírem de lá eles preferiram que não rolou mesmo e que queriam conhecer outras pessoas dentro da casa.

Todos

No dia seguinte, Thaigo e Alice estavam conversando e resolveram que talvez eles sejam par ideal um do outro, por compartilharem muito dos desejos que sentem para com suas vidas e o primeiro beijo da casa deu as caras, quer dizer, as bocas através de Luana de Rafael. E logo depois já vamos para a noite da primeira Cerimônia dos Pares, antes de tudo Felipe Titto diz que esse ano temos uma nova regra no programa e que em cada cerimônia eles precisam acertar pelo menos um par ideal, se zerar eles perdem 100 MIL reais. Nessa cerimônia quem escolhe os pares são as mulheres, mas ;e algo rotativo ou seja, no próximo programa quem escolhe são os homens.

E as escolham ficaram assim:
Elisabetta escolheu Tairo.
Vanessa Thomé escolheu André.
Cindy escolheu Franco.
Vanessa Aud escolheu Paulo.
Luana escolheu Rafael.
Alice escolheu Alex.
Ana escolheu Thaigo.
Julia escolheu Felipe Garone.
Fernanda Raja escolheu Raoni.
Fernanda Napoleão escolheu Felipe.

Na hora da verdade Felipe Titto posicionou as mãos sobre o scan para ver quantas luzes ascenderiam, e o número de pares ideais que eles formaram foi… DOIS. Eles estavam acreditando que pelo menos sairia três. Com os pares ideais, eles estão há oito pares de distância de ganharem o prêmio de 500 MIL REAIS e contam ainda com mais 9 chances para encontrem os dez pares ideais. Felipe Titto sai e dá boa noite, e assim termina o programa com cenas do próximo episódio que promete já algumas emoções.

Fala Série! – Jessica Jones

Por , 5 de dezembro de 2015 20:47

Ainda vamos falar sobre a influência e como a Nextflix dominou as nossas preferências de séries durante 2015, mas como o ano ainda não acabou, bora comentar de mais uma série do serviço de streaming que nos fez ficar grudados no sofá: Jessica Jones.

jessica_jones Jessica Jones traz um olhar afiado, com recortes de suspense, sobre a vida de uma das personagens mais populares da Marvel na última década, e sua maneira de enfrentar os demônios interiores e exteriores.

Quando uma tragédia acaba com sua carreira de super-heroína, Jessica se dedica a reconstruir sua vida pessoal e profissional voltando à profissão de investigadora em Nova York.

marvels-jessica-jones-images_jyksMuito se pode falar de como a tecnologia está mudando os nossos hábitos. Para mim, a mudança foi drástica com eu me acostumando a ver uma temporada de uma vez.

Tirando Doctor Who, outras séries que são transmitidas normalmente na TV (como Scandal) eu já optei por não ler nada durante o ano e esperar para ver todos os episódios quando saírem.

Pode quebrar um pouco a emoção de acabar um episódio no cliffhanger e ter que esperar 2 meses pela resposta, mas com toda a minha temporada a minha frente de uma vez e eu podendo ver a hora que quiser, ficar toda semana assistindo um episódio, não é mais uma opção na minha vida.

Voltando para Jessica, não sou leitora de quadrinhos, mas sempre acompanhei os filmes e as séries e após uma incrível temporada de Demolidor, estava contando os dias para a estreia de Jessica Jones no Nextflx.

Muito se pode falar dessa heroína bem diferente do que estamos acostumados, e até o último momento ela duvida desse seu status, mesmo tendo passado 13 episódios fazendo exatamente isso.

Krysten Ritter caiu como uma luva no papel, enquanto o restante do elenco de apoio é muito bom, mas a história de Jessica concentrada em Kilgrave se arrasta nos primeiros episódios.

Faltou, como havia em Demolidor, Smallville e tantas outras séries de super heróis, aquelas histórias paralelas que o herói vai resolvendo enquanto corre atrás do seu grande inimigo. Lá pelo 4 episódios você já começa a cansar um pouco de tudo e para quem gosta de drink game, cuidado para não escolher a palavra ‘Kilgrave’, porque um como alcoólico antes do meio da temporada será o seu destino.

Quando a metade da temporada chega, você começa a até a duvidar se vai ser tão legal assim o final, e aí Kilgrave sai das sombras e das conversas para se materializar presente na série, e é nesse momento que tudo muda de figura.

imagesZKO77999A série é da Jessica, mas essa temporada é de Kilgrave. O personagem é interessante, mas é o talento de David Tennant que faz com que o personagem tenha várias nuances dentro de cada episódio.

Ele é insensível e cruel, amoroso e possessivo, caricato e sério. Em certo ponto, ele vai fazer até que você morra de dó do seu passado, e o grande acerto da série foi ter escolhido um ator tão dinâmico como Tennant para o papel.

Além disso, a atração dele com Ritter é palpável e toda a relação destrutiva entre ambos fica mais evidente e em vários momentos envolvente para o público.

Além de Jessica, Kilgrave transformou a vida de várias pessoas e os seus dramas também ganham um pouco de espaço na série, no final, não será a melhor série de 2015, mas abriu um bom caminho para as heroínas femininas da Marvel.

Sinopse: Minha Série

Fala Série! – Review dos episódios da 9º Temporada de Doctor Who

Por , 10 de outubro de 2015 12:44

Doctor-Who-Confirmed-for-SDCC-2015-Panel

Depois de uma 8º temporada com altos e baixos, Doctor Who voltou em meados de Setembro trazendo um episódio melhor que o outro.

Essa temporada promete, com a saída da anunciada da Jenna, que interpreta a Clara e a presença de Maisie Williams em vários episódios como uma personagem ainda não divulgada.

Seja porque a saída da Clara já está definida ou simplesmente porque melhores episódios foram criados, a 9º temporada começou muito bem, e nesse post, ao longo da temporada, vamos postando os reviews de cada episódio para você acompanhar.

A cada episódio pode conter spoiler sobre o anterior, então leia com cuidado se não quiser saber.

Allons-y!

Fala Série! – Review da 3° Temporada de Orange is the New Black (Sem Spoilers)

Por , 19 de junho de 2015 12:05

11138608_360575117472597_7591933552201924196_n

Piper e as detentas de Litchfield voltam com tudo para mais uma temporada de Orange is The New Black, série de sucesso da Netflix.

Na terceira temporada, Piper continua dividindo o seu tempo em tela com as suas companheiras de cadeia, como Red, Suzanne, Poussey e Taystee. As mulheres tentam resolver as suas divergências internas, enquanto questões como família, amor e liberdade imperam na sua vida limita em Litchfield.

Quando a segunda temporada terminou, muitas perguntas ficaram em aberto.

Depois de uma primeira temporada de adaptação para Piper, a segunda foi um pouquinho violenta e recheada de esquemas entre as detentas.

Agora a terceira trás algumas perguntas para aquele final da segunda e também mais drama do que as temporadas anteriores.

Eu, literalmente, eu chorei em todos os episódios. Novamente cada episódio tenta focar em um personagem para entendermos a sua atitude naquele episódio, e assim vamos conhecendo um pouco daquela mulher antes de entrar ali.

Continue Lendo!

Fala Série – Adotada – 2×04 – Família Crippa

Por , 11 de junho de 2015 11:59

 

1434033618_full.jpeg

Sei que tinha elegido o episódio anterior como o melhor da temporada até aqui, mas com a vinda desse episódio nessa semana, o terceiro caiu e esse subiu. Nunca ri tanta em um episódio de Adotada desde que a série estreou, esse e um dos episódios mais memoráveis de todo o reality. Para quem é novo AQUI TEM SPOILER SIM, mas você pode conhecer o reality aqui.

Continue Lendo!

Fala Série! – Grace and Frankie

Por , 5 de junho de 2015 12:05

Estaria o Netflix se tornando a grande referência para as futuras séries de TV? Grace and Frankie é uma boa indicação de que já é uma realidade.

Grace-and-Frankie-Netflix-Original-Cast

A série acompanha Grace, uma executiva de cosméticos aposentada e Frankie, uma hippie professor de arte, que ambos os maridos, Robert e Sol, são dois advogados de sucesso parceiros no mesmo escritório em São Diego.

As vidas de Grace e Frankie viram de cabeça para baixo, quando seus maridos anunciam que são apaixonados e estão deixando as suas esposas para ficarem juntos.

Agora, as mulheres, que nunca gostaram uma da outra, são forçadas a viverem juntas e dar suporte uma a outra, enquanto tentam enfrentar esse novo capitulo de suas vidas.

Desde que House of Cards fez sucesso mundial, a confiança da Nextflix com as suas séries próprias aumentou bastante. Nos últimos anos, já estamos partindo para a terceira temporada de Orange is the new Black (Muito boa), vamos ter uma segunda temporada de Demolidor (excepcional!) e Unbreakable Kimmy Schimidt (bacana) e no verão estreia mais uma série com Amy Fu**** Poehler no elenco.

Continue Lendo!