Posts com a tag:Maggie Stiefvater

Retrospectiva 2017 – O melhor do Café: Livros

Por , 29 de dezembro de 2017 19:45

sabrina

2017 foi um ano de leituras um tanto diversificadas.

Seja através de desafios ou da mera curiosidade mesmo, descobrimos novos autores, exploramos novos gêneros… E nos deparamos com leituras inesquecíveis!

Confira algumas das leituras que marcaram o nosso ano!

 

Continue lendo 'Retrospectiva 2017 – O melhor do Café: Livros'»

Entre Páginas – The Raven King

Por , 2 de maio de 2016 9:00

Existe algo muito “bittersweet” no ato de ler o último livro de uma das suas séries preferidas. Ao mesmo tempo em que ficamos ansiosos para saber qual será o destino daqueles personagens, não queremos dizer adeus.

Esses foram os sentimentos que me receberam logo nas primeiras páginas de The Raven King, o último capítulo de The Raven Cycle, uma série impecável escrita por ninguém menos do que a minha autora favorita de todos os tempos: Maggie Stiefvater.

 

FullSizeRender (1)

 

Há anos Gansey está empenhado em uma jornada para encontrar um rei perdido. Um a um, ele foi atraindo companheiros para essa busca: Ronan, que rouba dos sonhos; Adam, cuja vida não pertence mais a si próprio; Noah, cuja vida não é mais uma mentira; e Blue, que ama Gansey… e está, de uma certa maneira, destinada a matá-lo.

Agora chegou o final da linha. Sonhos e pesadelos estão convergindo. Amor e perda são inseparáveis. E a busca de recusa a permanecer em apenas um caminho.

 

Continue Lendo!

Café Retrô 2014 – As Melhores Leituras

Por , 28 de dezembro de 2014 10:00

Banner retrospetiva

 

Chegou o momento pelo qual esperávamos: as melhores leituras de 2014!

E olha… Não foi uma missão fácil! Muitos livros nos marcaram, surpreenderam e emocionaram ao longo do ano.

Será que o seu top de leituras se parece com o nosso?

 

Confira a nossa lista!

Entre Páginas – Blue Lily, Lily Blue

Por , 20 de outubro de 2014 9:00

Como lidar com a situação “livro novo da sua autora favorita”? Não sei vocês, mas toda vez que a Maggie Stiefvater lança um livro novo eu fico em um misto de ansiedade/nervosismo/frio na barriga e não sei se protelo a leitura para adiar o seu fim ou se devoro suas páginas sem dó nem piedade.

Com Blue Lily, Lily Blue, terceiro (e penúltimo sninf sninf) volume da série The Raven Cycle foi assim. Com o e-galley em mãos, até tentei me controlar e ler em doses homeopáticas, mas foi impossível resistir. Resultado: quando vi, só faltavam vinte páginas e eu já estava sofrendo por ficar órfã dos personagens.

 

Blue Lily, Lili BlueExiste perigo em sonhar. Mas existe ainda mais perigo ao acordar.

Blue Sargent encontrou algumas coisas. Pela primeira vez na sua vida ela possui amigos em quem confiar, um grupo ao qual ela pode pertencer. Os Garotos Corvos a tomaram como uma integrante do grupo. Seus problemas se tornaram os dela e os problemas dela se tornaram deles.

O problema de encontrar as coisas é a facilidade com a qual elas podem ser perdidas.

Amigos podem trair.

Mães podem desaparecer.

Visões podem mostrar o caminho errado.

Certezas podem se desfazer.

 

Continue Lendo!

Entre Páginas – Sinner

Por , 20 de agosto de 2014 9:00

Depois de mergulhar de cabeça na releitura de uma das minhas séries favoritas de todos os tempos, Os Lobos de Mercy Falls, finalmente me senti preparada o suficiente para conferir a obra mais recente da Maggie Stiefvater: Sinner.

Quando a Maggie anunciou que a tão misteriosa “White pants novel” era na verdade um spin off de Calafrio, Espera e Sempre, que acompanharia a história de Cole St. Clair e Isabel Culpeper, me vi praticamente “quicando” de animação (o pessoal da equipe do Café bem sabe). Por isso, não demorei muito para correr para suas páginas e… Ah! Que delícia!

Atenção! Pode conter spoilers da série Os Lobos de Mercy Falls!

 

Sinner

Encontrado. Cole St. Clair foi para a Califórnia por uma razão: conseguir Isabel Culpeper de volta. Ela se foi deixou a vida dele ainda mais estragada e vazia do que era. Ele não apenas a quer. Ele precisa dela.

Perdida. Isabel está tentando reconstruir sua vida em Los Angeles, mas não está dando muito certo. Ela pode jogar o jogo tão bem quanto as falsas pessoas que a cercam. Mas por qual motivo? O que ela tem a ganhar?

Pecador. Cole e Isabel compartilham um passado que nunca pareceu ter futuro. Eles têm o poder de se amar e o poder de se destruir. A única coisa certa é que ele não pode perdê-la.

 

Continue Lendo!

Café irlandês – Os 10 autores de quem mais tenho livros

Por , 12 de agosto de 2014 9:00

Irish-coffee-logo-color

 

Meu nome é Sabrina e eu sou uma acumuladora de livros.

Desde que me entendo por gente, sempre sonhei em ter uma biblioteca, recheada de livros. Não importa o gênero, o autor, ou o número de páginas: ela guardaria todas as obras que eu quisesse ler.

O tempo passou e esse sonho começou a ser colocado em prática (leia-se: comecei a trabalhar e pude finalmente “bancar” a construção dessa biblioteca).

 

Books

 

Porém, comecei a perceber que eu sofro de um mal um tanto… estranho. A mania de, ao me encantar com a leitura da obra de algum autor, querer adquirir todos os volumes já escritos por ele. Não interessa se eu li apenas um de seus livros ou metade. Gosto de saber que, ao terminar a leitura, tenho outro exemplar me esperando.

Isso me levou fazer verdadeiras coleções, que infelizmente crescem em um  ritmo muito diferente da minha capacidade de lê-las. Mas, ao mesmo tempo, estes livros se tornam uma espécie de desafio pessoal. Acredito piamente que um dia finalizarei a leitura de todos eles.

E foi pensando nesse assunto que eu cheguei ao tema do Café irlandês de hoje. Afinal, quais seriam os autores com mais livros na minha estante?

É claro que esse número varia por uma série de fatores… Alguns autores simplesmente escreveram mais livros do que outros (senão, sua participação seria bem maior…). Também existem aquelas séries com volumes infinitos, ou aqueles livros dos quais possuo mais de um exemplar (são casos raros, mas existem).

 

Confira a lista! Será que ela se parece com a sua?

Entre Páginas – Sempre

Por , 17 de julho de 2014 12:00

A primeira vez que li Sempre, da Maggie Stiefvater, foi no inverno de 2011, um pouco antes do seu lançamento. A Mari, do Psychobooks, recebeu dois ARCs da editora americana e perguntou se eu não gostaria de ficam com um. Acho que não é surpresa para vocês que eu respondi mais do que depressa que sim…

Nunca é fácil se despedir de uma das suas séries favoritas. Eu bem que tentei “poupar” um pouco o livro e esticar a leitura o máximo possível, mas não deu muito certo: quando dei por mim já estava debulhada em lágrimas na última página.

Naquele momento, estava tão impressionada que não consegui organizar “all the feels” em uma resenha e depois acabei deixando a escrita de lado.

Porém, estimulada pelo lançamento de Sinner (um spin off da série), resolvi reler a trilogia Os Lobos de Mercy Falls (ainda bem, pois descobri que já não me lembrava de muita coisa!) E, assim, ganhei uma segunda chance para falar um pouco sobre Sempre.

ATENÇÃO! CONTÉM SPOILERS DE CALAFRIO E ESPERA!

 

SempreSem Grace, eu era uma máquina em funcionamento eterno, movida à minha incapacidade de dormir e ao medo de permitir que meus pensamentos se acumulassem em minha mente. Todas as noites era uma cópia dos dias anteriores, e todos os dias eram uma cópia de todas as noites.

O inverno prossegue em Mercy Falls para Grace e Sam. Após meses longe da amada, Sam começa a compreender a essência de ser completamente humano, enquanto tenta domar o gênio do novo morador da casa: Cole St. Clair, o ex-astro da banda NARKOTIKA, cada vez mais arredio e autodestrutivo.

Grace, por sua vez, retorna a sua vida e identidade, mas percebe que não será nada fácil contornar os problemas com os pais, as transformações recorrentes e o fato de que muito tempo se passou desde a última vez que se viu humana. Felizmente ela terá a ajuda de Isabel, dividida entre sua atração por Cole e a responsabilidade de deter os planos do pai, que ameaça não apenas o amor de Grace e Sam, mas a sobrevivência do que eles chama de família. Em Sempre, Maggie Stiefvater encerra a saga dos lobos de Mercy Falls, demonstrando que qualquer obstáculo, mesmo que pareça intransponível, é superado facilmente quando se está com a pessoa amada.

 

Continue Lendo!

O autor e eu – Maggie Stiefvater

Por , 6 de julho de 2014 21:26

Maggie Stiefvater

 

Quem me conhece sabe que eu não poderia estrear a minha participação nesta coluna com outro autor. Quando se trata de me emocionar e me arrebatar com os seus livros, não tem para ninguém… Só para a Maggie Stiefvater!

 

Continue Lendo!

Entre Páginas – The Dream Thieves

Por , 6 de julho de 2013 22:07

Não é segredo para ninguém que sou uma fã inveterada da escrita (e da arte, da música…) da Maggie Stiefvater. Já cansei de “rasgar seda” para ela aqui no blog, mas não é à toa: a autora “apenas” escreveu o meu livro favorito de todos os tempos: A Corrida de Escorpião.

Por isso mesmo, imaginem meu surto minha alegria quando a Vânia, do blog Por Essas Páginas, me mandou uma foto tirada durante a sua ida ao Book Expo America, segurando uma cópia adiantada de The Dream Thieves, o segundo livro da série The Raven Cycle – iniciada em The Raven Boys – e que chegará às prateleiras americanas em setembro?!

Depois de elevar minha ansiedade a níveis críticos com comentários e citações, ela acabou me enviando o exemplar e… Bem, o resultado vocês conferem a seguir!

 

Atenção! Pode conter spoilers de The Raven Boys!

 

The Dream Thieves“Se você pudesse roubar coisas de sonhos, o que você roubaria?”

Ronan Lynch tem segredos. Alguns, ele esconde dos outros. Outros, ele esconde de si mesmo. Um segredo: Ronan pode trazer elementos para fora de seus sonhos. E, às vezes, ele não é o único que deseja essas coisas.

Ronan é um dos raven boys – um grupo de amigos, praticamente irmãos, que busca por um rei morto chamado Glendower, o qual eles imaginam que está escondido em alguma das montanhas que cercam o seu colégio de elite, a Aglionby Academy. O caminho para Glendower tem vivido de forma oculta sob a cidade, mas agora, assim como os segredos de Ronan, ele está começando a vir à tona – transformando tudo conforme desperta.

 

Continue Lendo!

Top Ten Tuesday #20 – Na pilha de leitura para o outono

Por , 16 de abril de 2013 23:55

Top Ten Tuesday é um meme semanal hospedado pelo blog The Broke and The Bookish

 

O outono está chegando e, com ele, aquela pilha de leituras!

Não sei se vocês também fazem isso, mas geralmente eu acabo criando uma “lista” (na cabeça mesmo) com a ordem das próximas leituras. Porém, quase nunca a sigo – afinal, sempre acaba surgindo aquele livro: o furador de fila.

Mas a gente tenta…

Por isso mesmo, aproveitei que o tema do TTT dessa semana era mais “livre”, para separar aqueles livros que já estão criando “pó” aqui na estante – e, quem sabe, lê-los até o final do outono.

 

Será que a minha lista se parece com a sua?